Alexandre Costa (Mineiro)

arbitragem, Quando, árbitro, Costa, filhos, autônomo, pensou, ArbitroFPF, Mineiro, profissão, idade, estado, civil, Apresente-se, Alexandre, conhecido


Apresente-se... Nome, idade, profissão, estado civil, filhos?

                  
Alexandre Costa (Mineiro) conhecido na arbitragem, 46 anos, autônomo, 03 filhos. ArbitroFPF. FPFS. CBBS.

Quando pensou em ser árbitro?

Aconteceu sem querer, acompanho o futebol desde 05 anos, além de torcedor, na adolescência, sempre fui observador e critico em relação à arbitragem, eu morava em Guaranésia, quando "jogava" futsal, faltou arbitro pro campeonato, como eu fazia ed.Física na época o organizador perguntou que apitar, ganhar um "troco", foi ai que surgiu a paixão.

Onde fez seu primeiro curso? Quais modalidades?

 Fiz um curso na liga de Guaxupé, me ados de 97. Nomes no ano fizem Varginha daqual fui convidado pelo o instrutor da FMF a fazer o curso na própria Fed., mas escolhi fazer. Na FPF de 98/99. Campo e futsal. No Futebol fui fazer um jogo em Varginha pela liga a pedido do instrutor da FMF, apos acabar o jogo, os capitães vieram me parabenizar porque sabiam que eu estava ali pra ser testado. Quando vinha pra SP para o curso vim entre as pasao "Deus dará", não pensava aonde poderia chegar, e sim completar o curso evern o que dava. Não sou um jogador frustra do e nem me imaginava arbitrando. E provavelmente atingi mais do que poderia imaginar.

Lembra-se do seu primeiro jogo? Alguma situação a relatar?

 Na FPF bandeirei 02 jogos do sub 15 em Araras, UNIAO SAO JOAO X SAO JOSE, em 04 de setembro de 1999,infelizmente não lembro dos árbitros. A situação a relatar é que os árbitros falaram assim, quando o observador chegar (que estava atrasado), não fale nada, pois ele é um dos cardeais e caneta as pessoas, rs, 3 anos depois ele foi meu observador quando eu apitei na minha estreia da COPA FPF, e seis meses depois fiz um jogo com ele na copinha(meu primeiro jogo de TV) que me levou a primeira divisão ...

Atingiu seu objetivo?

Cheguei a apitar todas as divisões da FPF, fazendo divisão em 03, pulando etapas talvez isso possa ter me prejudicado em alguma coisa, mas não lamento em nada que fiz na e para a arbitragem. Sou realizado no meio por respeito que tenho de vários colegas federados ou não, tive a enorme felicidade de apitar uma final de sub 17, fazer semis e principalmente ter feito reservas para O Paulo Cesar e Seneme. E ter tido ótimos assistentes no trabalho como Emerson, Van Gase, Daniel Marques entre outros que pararam.

Você sempre foi mais teoria, prática ou físico?

A minha parte teórica e de ouvidos e ver mesmo, não tanto estudo, físico sempre no limite. Agora a pratica me vi com um diferencial, por naquela época deixar mais o jogo fluir, e foi com isso que cheguei na FPF, aonde cheguei.
 

Inspirou-se em alguém? Qual seu ídolo na arbitragem profissional?

 

Sempre falei que aquele jogo do Paulo Cesar em 97 (se não me falha a memoria) Sport e Vasco foi um divisor de agua pra eu pensar é isso que quero ser, e depois que entrei na FPF, aprendi a admirar o SENEME, então são meus espelhos.
 

Quer esquecer alguma partida?

 A partida a se esquecer foi FRANCANA X CATANDUVENSE PELA A3,na qual tivemos que sair escoltados apos invasão de torcida no campo. Tem uma em especial não pelo jogo em si, mas apos o jogo saber que minha mãe estava no estádio me assistindo, em Guaratinguetá x Rio Claro A3 de 2003. 99 a 09 pausa pôs operação e segundo semestre de 2012.
 

E qual foi aquela que mais te marcou positivamente?

Tem uma em especial não pelo jogo em si, mas apos o jogo saber que minha mãe estava no estádio me assistindo, em Guaratinguetá x Rio Claro A3 de 2003.
 

Você é um árbitro federado que atuou em que período? Chegou a fazer jogos em que divisão? Fale um pouco dessa experiência...

 

99 a 09 pausa pôs operação e segundo semestre de 2012. Apitei em todas as divisões da FPF, não da pra negar que chegar a apitar a PRIMEIRA DIVISÃO é maravilhoso, mas não da pra esquecer das viagens feitas pra trabalhar no subs 15 e 17.
 

Atuando... Como você se define?

 Sou uma pessoa muito tranquila que tem no seu estilo deixar o jogo fluir mais do que se esconder atrás do apito e de cartões. Dou muita atenção aos meus assistentes, conversando bastante e tentando trabalhar sempre em conjunto para minimizar os erros. Ah sempre disse se Deus me deu um dom, este foi arbitrar partidas de futebol.
 

É melhor ser perfeito e atrasado ou bom e pontual?

 Bom e pontual.
 

De que forma sua família vê este seu trabalho?

 Meus pais sempre me apoiaram, tendo em vista que tive um irmão que fez o curso na FPF atuou pouco e hoje e arbitro de vôlei.
 

Em que percentagem a arbitragem contribui em seu orçamento?

Desde que moro em São Paulo 2000, a arbitragem sempre foi meu carro chefe nos ganhos.

O que a arbitragem trouxe de melhor em sua vida?

A Arbitragem me trouxe amigos (Marco Sa, Renato de Carlo, Daniel Marques, Krochmalnik, Claudio Costa) da FPF  e nas empresas (Wagner Rizo, Pochini) colegas a oportunidade de conhecer alguns lugares, de poder  tentar  sempre  fazer   melhor melhorar  sempre.

Quais as maiores dificuldades em ser um árbitro?

 Conciliar o trabalho com a função de arbitro. Pois hoje em dia mais ainda tem que estar sempre estudando, cuidando do físico e saúde, e mesmo assim você nunca vai ter a garantia de estar entre os melhores ou nas melhores escalas.
 

Quem é seu ídolo na arbitragem profissional... Quem é o melhor hoje?

 

Pra mim hoje em dia eu gosto da arbitragem do Luiz Flavio, Rafael Clause o Daronco (acho que ta bom).
 

Conte-nos um pouco de você fora de campo.

 Pratos preferidos: Strogonoff, Frango assado, batatas fritas, picanha, pudim e vitamina de abacate.

 Hobby:    Jogar vídeo game

Filme: Adoro comedias e ver desenhos com meu filho.

Uma mania: Quando e época de carnaval eu adoro desfilar e participar dos ensaios.

Um time de futebol: Smart FC da minha cidade (kkk) rubro-negro.

Deixe aqui seu recado...

O recado que deixo é para aqueles que queiram trabalhar na arbitragem sendo federada ou na "várzea" que se dediquem aos estudos na hora de atuar que tenham tesão pelo que fazem, porque o que fazemos não e fácil tem que gostar mesmo, e sobressaem os que se dedicam e respeitam o  próximo.

Gostaria  aqui agradecer a AAGSP que abriu as portas da empresa pra que eu pudesse trabalhar em 99,e sendo assim tenho um carinho enorme pelo Spironelli, Toninho, Stracke no qual tenho como um pai por trabalharmos juntos estes anos todos e ao Sr. Gustavo que foi o que me deu as primeiras escalas na FPF. E  aos inúmeros  amigos que passaram e ainda vão passar na minha vida através da   ARBITRAGEM.

Leia mais
  1. CELSO BATTISTINI CELSO BATTISTINI
  2. NELSON IZIDORO NELSON IZIDORO
  3. JEFFERSON ANDRADE DA SILVA JEFFERSON ANDRADE DA SILVA
  4. Daniel Sottile Daniel Sottile
  5. ALEXANDRE PEREIRA NETO ALEXANDRE PEREIRA NETO
  6. ANA PAULA GREGORIO S. VASCONCELOS ANA PAULA GREGORIO S. VASCONCELOS
  7. CARLOS EDUARDO CARDOSO DA ROCHA CARLOS EDUARDO CARDOSO DA ROCHA
  8. Rogério Luiz Gabrielli Rogério Luiz Gabrielli
  9. ENTREVISTADO DO MÊS ENTREVISTADO DO MÊS
  10. Entrevistado do Mês - Abril - 2017 Entrevistado do Mês - Abril - 2017
  11. ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO
  12. ENTREVISTADO DO MÊS - JANEIRO
  13. RENATA RUEL XAVIER DE BRITO RENATA RUEL XAVIER DE BRITO
  14. Entrevistado do mês  Outubro Entrevistado do mês Outubro
  15. Marcelo Leite de Carvalho Marcelo Leite de Carvalho
  16. Roney Prado Bustamente Roney Prado Bustamente
  17. ADRIANA DE ALMEIDA SILVA ADRIANA DE ALMEIDA SILVA
  18. Fevereiro 2016 Fevereiro 2016
  19. Janeiro 2016 Janeiro 2016
  20. Entrevistado do Mês: Nelson Izidoro De Almeida Junior
  21. Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho
  22. Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA
  23. Entrevistado do Mês - Agosto Entrevistado do Mês - Agosto
  24. Entrevistado do Mês - Julho Entrevistado do Mês - Julho
  25. Entrevistado do Mês - Junho Entrevistado do Mês - Junho
  26. Entrevistado do Mês - Maio Entrevistado do Mês - Maio
  27. ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES
  28. Entrevistado do Mês - Março Entrevistado do Mês - Março
  29. Entrevistado do Mês - Fevereiro Entrevistado do Mês - Fevereiro
  30. Entrevistado do Mês - Janeiro Entrevistado do Mês - Janeiro
  31. Cleber Wellington Abade Cleber Wellington Abade
  32. Regildenia Regildenia
  33. Robson Ferreira Oliveira Robson Ferreira Oliveira
  34. Marcio Luis Augusto Marcio Luis Augusto
  35. Raphael Claus Raphael Claus
  36. Vladimir Vassoler Vladimir Vassoler
  37. Emidio M. de Mesquita Emidio M. de Mesquita
  38. Marcelo C. Van Gasse Marcelo C. Van Gasse
  39. Bruno Salgado Rizo Bruno Salgado Rizo
  40. Sérgio Ferreira Leandro Sérgio Ferreira Leandro
  41. Graziele Crizol Graziele Crizol
  42. Rodrigo D Alonso Ferreira Rodrigo D Alonso Ferreira
  43. Oscar Roberto Godoi Oscar Roberto Godoi
  44. Marcelo Ap. Ribeiro De Souza Marcelo Ap. Ribeiro De Souza
  45. Emerson A. de Carvalho Emerson A. de Carvalho
  46. Guilherme Ceretta Guilherme Ceretta
  47. Edie Mauro Garcia Detofoli Edie Mauro Garcia Detofoli
  48. Hélio Ricardo de Araújo Marmo Hélio Ricardo de Araújo Marmo
  49. Gustavo Caetano Rogério Gustavo Caetano Rogério
  50. Wilson Luiz Seneme Wilson Luiz Seneme
Anterior 1 2 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua do Bosque, 1904

01136001

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua do Bosque, 1904
Mauá,SP   01136001
Work:11 3392-5440