bola murcha - 08/04/2019

bola murcha
 
Perder na Argentina pela contagem minima deve ser entendido como resultado normal, mas o SanLorenzo 1x0 Palmeiras nos mostrou algo determinante para o resultado. Um primeiro tempo de igualdades mas que provocou o "desarranjo" verde da etapa final: Com cartões amarelos recebidos por Thiago Santos e Bruno Henrique o amigo Felipão resolveu sacar os dois e fazer a entrada de Felipe Melo e "ele, que deve estar com alguma verminose, o quase morto" Lucas Lima. E foi graças a mexida realizada que a maionese desandou: As alteraçõs feitas mexeram com o posicionamento de Moisés que era o melhor da equipe no primeiro tempo, e jogando mais avançado. As alterações o obrigaram a atuar mais recuado e que o fizeram sumir em campo no mesmo nível da maioria que nada jogava. E foi assim, na nossa visão que Felipão se deu mal desta feita e levou a equipe para a derrota. Mas não foi sozinho o responsável, haja vista que os "figurões" do chamado melhor elenco do país não jogaram novamente nada. E aí Felipão, já é teimosia pois tem gente nova precisando jogar...
 
Para o resultado de campo da segunda partida do Corinthians contra o Ceará pela Copa do Brasil. Classificou-se graças ao placar agregado por ter vencido no Ceará por 3x1. E quase, quase, mata do coração nos minutos finais seus 31.000 torcedores presentes em Itaquera.
 
Não assistimos a partida mas fica o registro que não se deu bem o Santos em Goiania sendo derrotado pelo Atlético Goianiense por 1x0. Atuou com equipe reserva, e de quebra teve Gustavo Henrique expulso no inicio da etapa final. Poderá tranquilamente reverter na segunda partida em seus domínios e seguir na Copa do Brasil.
 
Nossa bola murcha na manhã de domingo ficou com o Juventus que, com a Rua Javari lotada não conseguiu reverter o 0x1 da primeira partida contra o Nho Quim, somente empatou por um gol e acabou eliminado no Paulistão A2. Partida equilibrada com o XV de Piracicaba melhor na primeira etapa e o Moleque Travesso melhorando no tempo final, mas com penalidade maxima desperdiçada acabou perdendo a grande chance de vencer. Veio o empate quinzista (1x1) e no resultado agregado e a consequente classificação da equipe interiorana. Uma arbitragem equilibrada de Thiago Duarte Peixoto, marcando bem penalidade maxima para o Juventus, porém perdendo a concessão de uma vantagem importante no ataque juventino e a grande duvida num lance absolutamente interpretativo, já nos acréscimos finais, quando para nós o atacante do Moleque Travesso foi derrubado dentro da área penal e Thiago assim não entendeu.
 
Já na tarde de domingo a bola murcha voltou a ser o Palmeira que mesmo no Allians Parque não conseguiu vencer ao São Paulo e perdeu a oportunidade de ir á finalissima do Paulistão. E o Tricolor que cambaleou durante a competição renovou-se proximo ás finais e chegou, com méritos e por que não, á final. Zero a Zero repetindo a primeira partida, dois gols anulados pelo VAR, sem contestações, partida de baixo nivel tecnico mas bem disputada acabaram levando emoções até o final. Nas penalidades 5x4 para o Tricolor. Flavio Rodrigues de Souza em nada interferiu, deixou o jogo "solto" mas com critério bem definido, minimos erros, contornou as pressões e acabou se dando bem. Boa arbitragem. As cornetas vão soar no Palestra e a alegria de volta ao Tricolor.
 
SEUS NÃO LHE DA MAIS DO QUE VOCÊ PODE CARREGAR...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua do Bosque, 1904

01136001

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua do Bosque, 1904
Mauá,SP   01136001
Work:11 3392-5440