Regras em 1916 (Quinta Parte)

Para o jogo de foot-ball associação
Traduzidas do original inglez pelo Dr. Mario Cardim
Revistas pelo Snr. Charles Miller


TEXTO DAS REGRAS:


4ª. REGRA


Modo pelo qual é feito um goal

À excepção dos casos previstos por estas regras, será feito um goal, quando a bola passar entre os postes, por debaixo da barra transversal, não tendo sido atirada, batida ou carregada, pelas mãos de um jogador do partido que ataca.

Deslocação da barra do goal

Si por qualquer motivo, no correr do jogo, a barra transversal for deslocada dos postes de goal, o juiz terá o direito de conceder ou não um goal, conforme julgar que a bola teria passado abaixo ou acima da barra, si ella não tivesse sido deslocada.
A bola continúa em jogo quando ressaltar de um poste ou barra de goal, ou de uma bandeira de demarcação, para dentro do campo, e ainda mesmo batendo nos juizes, quando estes estiverem no campo do jogo.
A não ser nestes casos, quando ella passar as linhas do goal ou as lateraes, tanto no ar como no chão, está fora de jogo.

Commentários para a Regra 4ª.

A bola está fora de jogo, quando atravessar a linha lateral, pelo ar e depois cahir no campo.
Quando um jogador atirar a bola da linha lateral, vasando directamente o goal, será concedido um goal-kick e não um goal.
Si o goal-keeper se encontrar exatamente na linha do goal, é fácil que elle mesmo faça o goal pelo movimento do recuo; neste caso, o goal é valido para os contendores. No calor do jogo succede muitas vezes, que ninguém presta attenção ao movimento indicado, ou que não se observa com a clareza precisa, para que possa ser concedido um goal; dahi a necessidade de marcar-se bem a linha do goal entre os postes.


5ª. REGRA

O throw-in

Quando a bola atravessar a linha lateral, um jogador do partido opposto ao daquelle que a jogou para fora deverá jogal-a para dentro do mesmo ponto em que ella sahiu. Ao arremessal-a, deve ter os dois pés na linha lateral e a face virada para o campo do jogo, devendo jogal-a por cima da cabeça, com ambas as mãos, em qualquer direcção, e, uma vez arremessada, estará em jogo.
De um thow-in não póde ser feito um goal e o jogador que o der não póde tocar novamente na bola sem que outro o tenha feito.
Para cumprir esta regra é tão somente necessário que o jogador tenha qualquer parte dos pés na linha quando arremessar a bola.


Commentarios para a Regra 5ª.

O juiz de linha marca o ponto por onde a bola sahiu, com a bandeira, e poê-se atraz do jogador para observar, se elle a joga corretamente para dentro do campo. A bola é considerada mal jogada, se o jogador, ao arremessal-a, não estiver de frente para o campo, ou se não tocar com um dos pés a linha lateral. N.este caso, que aliás não tem a importância que muitos lhe attribuem, o juiz concederá um ponta-pé livre.


São Paulo, Março de 1916

NA PROXIMA SEMANA ABORDAREMOS A 6ª. REGRA (o off-side)


Obs. Os textos foram reproduzidos do “GUIA BRASILEIRA DE FOOTBALL ASSOCIAÇÃO” editado em Março de 1916 e a ortografia utilizada é a original da época.


Gustavo Caetano Rogério
                

Leia mais
  1. Regras em 1916 (Parte Final)
  2. Regras em 1916 (Penúltima parte)
  3. Regras em 1916 (Décima Parte)
  4. Regras em 1916 (Nona Parte)
  5. Regras em 1916 (Oitava Parte)
  6. Regras em 1916 (Sétima Parte)
  7. Regras em 1916 (Sexta Parte)
  8. Regras em 1916 (Quarta Parte)
  9. Regras em 1916 (Terceira Parte)
  10. Regra em 1916 (Segunda Parte)
  11. Regra em 1916 (Primeira Parte)

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua do Bosque, 1904

01136001

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua do Bosque, 1904
Mauá,SP   01136001
Work:11 3392-5440