Bola Murcha 24-06-2013

Para o Ministro Sergio Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência que diz “estar difícil entender a razão das manifestações”. Alguém avisa ele aí que tem gente morrendo por falta de atendimento em hospitais, que tem menor matando pai de família, que tem gente roubando verbas publicas, que tem professor passando fome, que..., que..., que..., que...  “Eu acho que houve surpresa de todos nós da sociedade brasileira...”  disse o digníssimo. São esses os “homens” que comandam nosso país.
 
Pelo padrão que se quer da arbitragem na Copa das Confederações, não gostamos do trabalho do inglês, Howard Webb, em Brasil 2x0 México. Não manteve o mesmo padrão de movimentação e colocação dos demais vistos ate aqui, aplicou Cartão Amarelo em Guardado e que não deveria, deixou de aplicar outros merecidos, como para Neymar na primeira etapa. Permitiu que Davi Luis jogasse irregularmente, devido a sangramento, os 7 minutos finais da primeira etapa.Não interferiu no resultado, mas pelo menos aqui, mostrou deficiências.
 
Mereceu por correr atrás, mas a injustiça foi grande em Itália 4x3 Japão. Um grande jogo com erros marcantes na arbitragem de Diego Abal. Penalidade máxima para o Japão não existiu, e se marcou o Cartão não seria o Amarelo dado a Bufon. Ridícula penalidade máxima marcada para a Itália numa situação claríssima de bola na mão e não de mão na bola e em clara compensação. Segundo gol do Japão pode ser discutido, mas achamos que acertou, e como acertou também ao final anulando o que seria o quarto gol do Japão.
 
Dizia a letra de “O Ébrio” de Vicente Celestino: “Ele voltou, o boêmio voltou novamente, partiu daqui tão contente, por que razão quer voltar?” E não é que Adriano esta voltando ao futebol, agora no Internacional?
 
Para aqueles que acham que a Copa do Mundo trará benefícios ao Brasil é bom que saibam que a Copa da África do Sul deixou um prejuízo de 4 bilhões de dólares ao país. Nosso país tem, entre os três estádios que mais utilizaram verbas publicas NO MUNDO, o Mane Garrincha como segundo e o Maracanã como terceiro. Brasília gastou 1,8 bilhão, Rio gastou 1,2 bilhão e somente perdem para o Yankee Stadium, com 2,4 bilhão. Coisa de pais rico e sem problemas, não é mesmo Dona Dilma?
 
Dona Dilma que alias, em seu discurso: “Vou convidar os governadores e os prefeitos das principais cidades do país para GRANDE PACTO em torno da melhoria dos serviços públicos”. Pacto? Estaríamos equivocados ou não seria a obrigação constante dos governantes? Será que “o calo apertou?”. Quem manda verdadeiramente neste país?
 
Se esteve bem nas situações técnicas em regiões de meio de campo, e disciplinares de uma forma geral, Ravshan Irmatov complicou-se totalmente nos lances mais importantes de Brasil 4x2 Itália. Gol brasileiro de Dante, em impedimento, apesar de lance de TV, e para quem bem observou não existiu a falta marcada na origem do gol de Neymar (é ele quem chuta a panturrilha do zagueiro), errou grosseiramente ao confirmar o segundo gol italiano, e isto pelo fato de ter, claramente, marcado penalidade máxima usando o apito e sendo assim não poderia privilegiar a vantagem, e para nós também no quarto gol Fred estava em impedimento. É o mais jovem arbitro da competição (35 anos), já é rodado apesar da pouca idade, mas aqui se deu mal, interferindo diretamente, coadjuvado pelos assistentes, no resultado numérico da partida.
 
 
 
“NO MEIO DO CAMINHO TINHA UMA COPA, NO MEIO DA COPA ACHAMOS UM CAMINHO...”

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440