BOLA MURCHA 08-07-13


Mostrando claramente que não tem a condição necessária para ostentar o escudo FIFA, Ricardo Marques Ribeiro mostrou-se, pelas decisões confusas da primeira etapa
“assustado” com “nome do jogo”. Exagerou marcando faltas, errou invertendo faltas, perdeu vantagem importante. No inicio da segunda etapa poderia ter expulsado Wellington que “pegou” forte a Douglas que não mais continuou na partida. Permitiu ainda que a cada marcação todos reclamassem de suas decisões, não se impondo perante estas situações. Não interferiu numericamente em São Paulo 1x2 Corinthians, mas não mereceu, na nossa opinião, a Bola Cheia.
 
Para a torcida do São Paulo que apedrejou o ônibus do Corinthians á chegada no estádio. Coisa de bandidos, iguais aos das manifestações no país, e que, infeliz e certamente irão ter ”troco” na partida do Pacaembu. Assim como nas manifestações a imensa maioria é pacifica, mas os “bandidos” vão querer aparecer...
 
Para aqueles que fizeram barulho com relação aos “doze de Oruro”, e que após a libertação de um dirigente dos Gaviões da Fiel, juntamente com outros seis, “esqueceram” completamente dos outros cinco que lá continuam detidos. Nem a imprensa fala mais do caso, nem os políticos continuam interessados, nem o Corinthians lembrando deles...
 
Depois de tentar acabar com o basquete no clube e não conseguir, Paulo Nobre tenta agora “liquidar” um esporte que deu muitas glorias ao Palmeiras: o futsal. Equipe da maior tradição neste esporte “desde os tempos em que a bola era pesada” não pode ter final tão melancólico. Tem jogador no futebol palmeirense que não joga, que treina, treina, treina, e somente seu salário manteria o futsal. Seu trabalho é bom Paulo Nobre, não custa repensar...
 
Ney Franco é o 18º. Treinador dispensado depois de um Majestoso. Mas, curiosamente o São Paulo sempre foi o maior responsável pelas demissões de técnicos corintianos, e assim já o foram por 14 vezes. O Corinthians somente “demitiu” 4 treinadores do São Paulo e o ultimo foi há exatos 11 anos: Nelsinho Batista.
 
Na vitória do Palmeiras sobre o Oeste por 4 x 0, o difícil foi entender como a direção do Verdão se determinou a jogar num, (quase escrevi gramado), campo de jogo absolutamente ridículo e colocando em risco seus jogadores. Muito campo de várzea oferece melhor condição do que o ex Estádio Eduardo José Farah. Jogo fácil para Antonio Rogério Batista do Prado, mas deixou a desejar disciplinarmente, em especial com jogadores do Oeste.
 
E no Vasco da Gama seu treinador Paulo Autuori ameaça deixar o clube. Motivo: Não recebe salários desde que lá chegou. Uma Bola Murcha a mais na carreira de Roberto Dinamite como Presidente do Vasco da Gama. Não se faça aqui defesa de Eurico Miranda, mas não nos ocorrem tais situações em suas gestões. E no campo de jogo uma goleada por 5x3 contra o Internacional para agravar ainda mais a situação.
 
Feia mesmo está a coisa lá pelos lados do Morumbi com mais uma derrota e agora por 2x0 para a “molecada” do Santos. Não assistimos a partida e pelo pouco que vimos esteve bem Raphael Claus, mas bem, bem mesmo está Marco Aurélio Cunha, pois a cada insucesso da equipe mais aumenta a possibilidade de se eleger presidente.
 
Para a utilização de ate 12 reservas no banco de suplentes. Na rodada do Brasileiro algumas equipes aproveitaram-se da inovação, mas utilizando alguns 8 e outros 9. Entendemos ser um exagero em se tratando de permissão para clubes, mas pensamos diferente com relação ás seleções.
 
Um erro triplo jogou por terra a arbitragem de Wagner Nascimento Magalhães em Botafogo 1x0 Fluminense. Vinha bem ate os 22 minutos da segunda etapa quando, duplamente foi cometida penalidade máxima em Rafael Sobis. Cara a cara com Jefferson foi empurrado pelas costas por Doria e na seqüência derrubado por Jefferson. Marcando a penalidade, em qualquer das duas infrações, teria de expulsar o infrator por oportunidade clara de gol. O Adicional Ítalo Azevedo, de frente para o lance omitiu-se e até mesmo o Assistente Wagner A. Santos foram os responsáveis pela lambança. Teoricamente foram responsáveis pela derrota do Fluminense. De nada adiantou a boa atuação do arbitro nos demais momentos de partida.
 
Os estádios sem alambrados e com torcedores bem mais próximos dos gramados já começam a trazer problemas: Duas invasões, e em uma o torcedor beijando os pés de Fred em Pernambuco, e outro “tomando uns cascudos” da própria torcida de seu time, o Flamengo, após atingir com um copo a jogador do Coritiba. Se não mudar a má educação dos torcedores brasileiros, esta “liberdade” poderá trazer sérias conseqüências.
 
 
 
NO CARRO DOS OUTROS, VOCÊ ESCUTA O QUE TOCA...

Leia mais
  1. BOLA MURCHA 13/11
  2. bola murcha 06/11
  3. bola murcha 30/10
  4. bola murcha 23/10
  5. BOLA MURCHA 16/10
  6. BOLA MURCHA 25/09
  7. BOLA MURCHA - 18/09/2017
  8. BOLA MURCHA - 11/09/2017
  9. BOLA MURCHA 28/08
  10. BOLA MURCHA - 21/08/2017
  11. BOLA MURCHA - 14/08/2017
  12. BOLA MURCHA - 07/08/2017
  13. BOLA MURCHA - 31/07/2017
  14. BOLA MURCHA - 24/07/2017
  15. BOLA MURCHA - 17/07/2017
  16. BOLA MURCHA - 10/07/2017
  17. BOLA MURCHA - 03/07/2017
  18. BOLA MURCHA - 26/06/2017
  19. BOLA MURCHA - 19/06/2017
  20. BOLA MURCHA - 12/06/2017
  21. BOLA MURCHA - 05/06/2017
  22. BOLA MURCHA - 29/05/2017
  23. BOLA MURCHA - 22/05/2017
  24. BOLA MURCHA - 15/05/2017
  25. BOLA MURCHA 07/05
  26. BOLA MURCHA 01/05
  27. BOLA MURCHA - 24/04/2017
  28. BOLA MURCHA - 17/04/2017
  29. BOLA MURCHA 11/04
  30. BOLA MURCHA 10/04
  31. BOLA MURCHA - 03/04/2017
  32. BOLA MURCHA - 27/03/2017
  33. BOLA MURCHA - 20/03/2017
  34. Bola Murcha 13/03
  35. BOLA MURCHA - 06/03/2017
  36. Bola Murcha - 26/02
  37. BOLA MURCHA - 20/02/2017
  38. BOLA MURCHA - 13/02/2017
  39. BOLA MURCHA - 06/02/2017
  40. BOLA MURCHA - 30/01/2017
  41. BOLA MURCHA - 30/01/2017
  42. BOLA MURCHA - 16/01
  43. BOLA MURCHA - 09/01/2017
  44. BOLA MURCHA - 19/12
  45. BOLA MURCHA - 12/12/2016
  46. BOLA MURCHA - 05/12
  47. BOLA MURCHA - 28/11/2016
  48. BOLA MURCHA - 21/11
  49. BOLA MURCHA - 14/11/2016
  50. Bola murcha - 07/11
Anterior 1 2 3 4 5 6 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440