BOLA MURCHA - 22/07/13

Para o STJD que poderá indiciar Zé Roberto, do Grêmio, pela contusão de Lucas. Não foi violento, não foi maldoso, e em sendo punido será aberto um grande precedente visto que, situações movidas até por intenção não são punidas se o árbitro assim não o fizer. Quem sabe um pouquinho só de futebol soube “ler” que Zé Roberto não foi maldoso e somente queria atingir a bola.
 
Nosso espaço é esportivo, mas... onde anda o Lula? Que opinião teria com relação aos acontecimentos no país?  Se liga Brasil. Só se “esconde” quem a muitos deve...
Sua coluna no New York Times, falando do tema, é uma verdadeira piada de mau gosto.
 
Para a fase do São Paulo onde, como nunca antes, até Rogério Ceni disparou com endereço certo: “O Problema é grande, pois paramos no tempo”. Para quem sempre foi “politicamente correto” ao falar das coisas de sua equipe, uma clara alusão á administração de Juvenal Juvêncio.
 
Para o governo brasileiro que deveria ter se pronunciado imediatamente quando Josef Blatter mostrou preocupação com a realização da Copa do Mundo no Brasil, e em função da onda de protestos. Agora vem anunciando a possibilidade de cortar duas sedes. E o dinheiro do povo investido nesses dois estádios? Teremos dois Elefantes Brancos até mesmo antes da Copa? Ninguém vai se pronunciar, ou somente vamos continuar “pedindo a benção” da FIFA e nos ajoelhando para os chamados ”padrões FIFA?”
 
Waldemar Pires (ex-presidente e opositor político da administração atual) no “pódio” e na entrega do Troféu da Recopa é recado de quem para quem? É provocação de quem para quem? É mostrar poder de quem para quem?  Lamentável.
 
10 jogos sem vitória, 7 derrotas seguidas, 9 anos não perdia do Cruzeiro. Mas, ainda tem jeito? Sei não, mas como dizia a velhinha do anuncio: “Nem a pau Juvenal...” E tem ainda o pior: três gols de...Luan.
 
Participação ridícula da SEV na rodada final da Segunda Divisão Paulista. Líder de seu grupo até a ultima partida, ganhando 20 dos 27 pontos disputados, determinou-se a jogar com o Nacional e levar uma goleada por 10x0. (Em nove jogos anteriores havia sofrido somente 8 gols). Situações como esta mereceriam investigação e punição exemplar. Mas nem assim o Nacional obteve a classificação devido ao ponto ganho pelo Primavera que empatou com Guarulhos, e nem o SEV terminou em primeiro lugar, perdendo as vantagens, e por causa do também surpreendente 5x0 do Atibaia em Sumaré. Situações assim, pelo menos o Papai do Céu castiga...
 
Mais uma arbitragem sem muito critério de Ricardo Marques Ribeiro em Atlético 1x1 Corinthians. Fez vistas grossas á varias situações onde caberiam Cartões Amarelos, e pelo menos duas para Cartão Vermelho. Ao final penalidade máxima para o Corinthians não assinalada de Bruno Silva sobre Ibson que, em tese, poderia determinar a vitória corintiana. O escudo FIFA é muito grande para o arbitro mineiro...
 
 
 
 
SE NÃO CONSEGUES ME VENCER, É MELHOR TROCARES DE INIMIGO...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440