BOLA CHEIA - 29-07-13

Para o Amigo Alexandre Tadeu Gallo, coordenador da base na Seleção Brasileira. Acaba de proibir os fones de ouvido, os cortes de cabelo exagerados e os brincos nos convocados. Medida pode ser entendida como polemica, não a entendemos discriminatória, mas que somente fará bem á garotada sobre todos os aspectos, especialmente a melhor concentração.
 
Ele foi um verdadeiro Bola Cheia. Jogou ate os 42 anos sem nunca ter sido expulso de campo. Quatro Copas do Mundo. Duas vezes campeão mundial. Para nós, juntamente com Carlos Alberto Torres o maior lateral direito do futebol brasileiro em todos os tempos. O “Rato” se foi... Obrigado Djalma Santos.
 
Para o Clube Atlético Mineiro legitimo Campeão da Libertadores da América. E aqui um registro ao seu Treinador, pois Cuca foi fundamental nas partidas decisivas de semifinal e finais mudando o resultado das mesmas com substituições que deram certo, e outro ao goleiro Vitor pelas “penalidades” defendidas nos momentos decisivos. Reafirmou o Galo a seqüência de vitórias brasileiras na competição.
 
Para a quebra do recorde de arrecadação de bilheteria nacional. A final da Copa Libertadores no Mineirão arrecadou mais de 14 milhões de reais. Além do Galo, seus torcedores também merecem os parabéns.
 
Bola muito cheia de Ronaldinho Gaúcho que acaba de conseguir um fato inédito no futebol: É o único no mundo a ganhar a Copa do Mundo, pelo Brasil, a Libertadores da América, pelo Atlético, a Liga dos Campeões, pelo Barcelona e ainda de quebra a Bola de Ouro em 2006.
 
Bom o trabalho de Leandro Bizzio Marinho em Ponte Preta 1x0 Santos. Um lance discutível com possível penalidade máxima cometida por Leo, e para nós existiu, acabou por não interferir no vencedor da partida. Tatiane Camargo teve dois lances dificílimos de impedimento, mas ficamos com suas interpretações. Disciplinarmente bem e com comando sobre os jogadores, acertou na maioria de suas decisões.
 
Mostrando muita ansiedade no inicio de partida, e por isto marcando algumas situações normais, entendidas como faltosas, e deixando outras faltosas, entendidas como normais, teve Rodrigo Guarizo Ferreira Amaral seu trabalho facilitado pela inexistência de lances polêmicos ou ações de indisciplina. Se nos clássicos geralmente os empates são bem aceitos por todos, Corinthians 0x0 São Paulo nesta situação foi péssimo para os dois. E mais uma vez um lembrete a Guilherme Cereta de Lima (Adicional): Você precisa entender que é árbitro de futebol e não relações publicas. É muito abraço e tapinhas nas costas em todos os jogos, e isto não é bom para um árbitro de futebol.
 
 
QUANDO VOCÊ AMADURECE NÃO PERDE OS AMIGOS, SO DESCOBRE OS VERDADEIROS...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440