BOLA MURCHA - 26/08

Sem entrar no mérito do “selinho” dado por Emerson (ou é Marcio?) Sheik no tal do cozinheiro, nos colocamos a pensar o que a “figura” vai ter de agüentar, e se tiver estrutura para agüentar, daqui por diante nos campos de futebol e até mesmo fora dele. Para quem é do tempo em que “selinho” era um papelzinho quadrado, com um dos lados gomado e que era colado em envelopes de correspondência, para ser enviado á destinatários pelo correio, agora é que terá o moço nascido em 6/12/78, mas que teve a data alterada para 6/9/81 para poder jogar pelo São Paulo, mostrar que realmente é “macho” para se sair bem das provocações que vai receber.
 
Para a isenção fiscal concedida á FIFA e relacionada á Copa de 2014. Para que se tenha idéia do “rombo” o montante desta “benesse” chegará á R$ 1 Bilhão. Mas para um país rico como o nosso, onde tudo funciona perfeitamente pelas excepcionais condições nas áreas de Saúde, Segurança, Educação e outras, 1 bi não fará falta a ninguém não é mesmo?
 
Na Vila Belmiro em Santos 1x0 Grêmio, o baiano Jailson Macedo de Freitas foi o mesmo de sempre. Apesar de pequenos erros técnicos permitiu, como sempre, rodinhas de jogadores á sua volta, explicações constantes de suas marcações e falta de coragem para expulsar Durval por ter “riscado” a canela de Barcos. Detalhe: Nesta semana Durval foi suspenso pelo STJD por partida contra o Criciúma no dia 5 de junho, onde também somente foi punido com Cartão Amarelo por Pablo dos Santos Alves numa entrada violenta sobre Lins. Porem ao punir Durval, mais de um mês depois esqueceram de punir o árbitro, não acham? E o Cartão Amarelo que ele recebeu na partida continua valendo? Se sim, esta errado, pois seria duplamente punido.
 
 
Da mesma forma que em Manaus, mais uma festa, e esta em Lucas do Rio Verde. Estádio de “Copa Kaiser” ou “Desafio ao Galo”, e com varias adaptações onde muitos torcedores não viam o gramado inteiro (dois tobogãs criados além de “camarotes” verticais), mas com muita alegria e emoção para toda a região. Luverdense 1x0 Corinthians jogaram uma partida de muita igualdade e com Pablo dos Santos Alves no apito. Na primeira etapa nada de anormal e único erro ao aplicar Cartão Amarelo para Alexandre Pato. Na segunda etapa expulsou corretamente Romarinho, e ao nosso ver também bem expulsos Emerson (ou é Marcio?) Sheik e Zé Roberto. Noventa minutos sem problemas técnicos e eis que tudo desmorona no segundo final: Gol do Luverdense, irregular, e com o atacante Misael ajeitando a bola com sua mão direita antes de concluir. Azares de arbitragem, mas decidiu o jogo a favor dos locais.
 
O “selinho” já começou a produzir resultados negativos: Durante o aquecimento em Lucas do Rio Verde o “coro” parecia ter sido ensaiado. Quando entrou em campo, o “canto” foi repetido. Entrou, jogou, foi provocado e expulso. Aguardemos os próximos capítulos, já quem em Brasília tudo correu bem.
 
Portuguesa, São Paulo e Ponte Preta na zona do rebaixamento. Vasco da Gama, Flamengo e Fluminense 11, 14 e 15ª. colocações. Santos 13º. Palmeiras na Serie B. Que acontece com o futebol dos centros que sempre foram os “carros-chefes” nas competições nacionais e internacionais? Corinthians e Botafogo as únicas exceções.
 
Mais uma vez as uniformizadas mostram a cara: Em Lucas do Rio Verde a Gaviões voltou a paralisar uma partida com seus sinalizadores e deve ser punida por isso. Já no domingo em Brasília ela e a Jovem do Vasco da Gama saíram no tapa dentro do estádio e, fora dele foram responsáveis por saques em supermercados.
 
 
 
RIDICULO É TENTAR DIMINUIR OS OUTROS PARA SE SENTIR MELHOR...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440