BOLA CHEIA - 02/09

 Uma “baba” para Marcelo de Lima Henrique a condução de Ponte Preta 0x0 Criciúma pela Sul-americana. Não aconteceu nada, ninguém jogou nada, ninguém fez nada, e 0x0 foi nota...
 
Outro bom trabalho foi de Vinicius Furlan em América 0x2 Joinvile. A disciplina empregada pelos jogadores permitiu-lhe arbitrar com tranqüilidade, e assim acertando na grande maioria de suas decisões. Porém deve ater-se ás questões de movimentação e posicionamento que nesta partida até que não lhe trouxeram problemas, pois foi um jogo mais cadenciado de que veloz. Excessivamente “enfiado” na diagonal quando das saídas de bola dos campos defensivos, requerendo maior esforço físico e que, nem em todas partidas poderá praticar. Obriga-se por isto a “correr atrás da bola” em detrimento de um posicionamento mais inteligente e de menor exigência física. Partida de maior velocidade não conseguirá arbitrar sem errar mais e por mau posicionamento.
 
Altos e baixos na primeira etapa, especialmente após transformar em Cartão Amarelo uma situação clara de gol favorável ao Atlético Mineiro, lance que o fez “balançar” e até bolada levar, recuperou-se na segunda etapa na questão técnica, mas não na questão disciplinar, escondendo-se atrás de alguns Cartões Amarelos aplicados a jogadores do Botafogo. Fisicamente bem, mas mostrou que é arbitro para jogos, ou momentos, simples da arbitragem. Fica na Bola Cheia por não ter interferido no resultado final, pelo menos diretamente de Atlético Mineiro 2x2 Botafogo, acertou no final não marcando penalidade máxima reclamada por Jô, mas o escudo que usa lhe é pesado demais.
 
Para Rafaela Silva, primeira brasileira campeã mundial de Judô. A ela e á equipe os parabéns da AAGSP. Relembrando, é a mesma judoca muito criticada no ano passado quando das Olimpíadas de Londres, onde foi desclassificada por um golpe ilegal. Agora, o ouro inédito foi sua resposta...
 
Nenhuma responsabilidade de Ricardo Marques Ribeiro na derrota do Palmeiras para o Atlético pela Copa do Brasil. Dois lances de áreas, mas daqueles que “só se vê por TV” não podem lhe ser dirigidos como erros. Erros tiveram sim, mas novamente em arremessos laterais absurdamente cobrados. Três vezes por Luis Felipe, sendo um único revertido e três por Pedro Botelho, sendo um deles na origem do primeiro gol atleticano. Onde andariam os instrutores que não vêem e não orientam seus árbitros com relação ao que é cobrar um arremesso lateral? Até achamos que eles sabem, mas, se permitem, onde anda quem disto lhes deve cobrar?
 
Para Oscar Schmidt que se dirigindo ao ministro Aldo Rabelo, que participava de um debate em São Paulo e no Fórum Nacional do Esporte, perguntou: “ Oi Ministro, tudo bem? Você está ai explicando tudo o que vocês estão gastando?” Detalhe: Oscar não participava do debate, estava na platéia e fez a pergunta quando convidado a subir ao palco. Como é bom não se ter “rabo preso” com ninguém...
 
No Rio de Janeiro arbitragem sem grandes polemicas de Sandro Meira Ricci em Botafogo 0x0 São Paulo. Algumas faltas não marcadas, outras mal marcadas, mas sem grande interferência significativa. Três lances de área penal botafoguense tiveram, para nós, interpretações corretas da arbitragem. Cartões bem aplicados, mas aqui também administrou alguns. Teve controle absoluto sobre os jogadores.
 
Brilhante vitória do Corinthians 4x0 Flamengo no Pacaembu. Pato mostrando que tem de ser titular, e Mano mostrando que é treinador mediano. Se os ponteiros bobearem o Timão vai acabar “beliscando” mais um Brasileirão.
 
Foi bem Flavio Rodrigues Guerra em Cruzeiro 5x3 Vasco da Gama. Prevaleceram os acertos e com mínimos erros, partida disciplinada e de muitas variações. Expulsou bem a Dagoberto, num lance isolado e não condizente com o que se viu na partida no campo disciplinar.
 
 
 
 
NEM SEMPRE A VELOCIDADE VAI TE FAZER CHEGAR PRIMEIRO...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440