Coronel Marinho

Nome: Marcos Cabral Marinho de Moura
Data Nasc.: 05/05/58 - Local: SP
Pai: Nelson Marinho de Moura / Mãe: Yára Maria Cabral de Moura
Estodo Civil: Casado
Esposa: Elizabela de Oliveira / Filhos: Maria, Luana, Raissa, Bruna e Caio
1- Como, quando e a convite de quem chegou á arbitragem?
R: Em outubro de 2005, fui convidado pelo Presidente da FPF, Dr. Marco Polo Del Nero, para chefiar a Comissão de Arbitragem, em razão do episódio de árbitros envolvidos com a casa de apostas.

2- Quais os maiores problemas encontrados á sua chegada?
R: O maior desafio foi resgatar a credibilidade da arbitragem paulista e elevar o moral do grupo. Para tanto, promovemos a implantação do Regulamento Geral da Arbitragem e mudanças no processo de avaliação de desempenho das pessoas que exercem tal atividade, dado oportunidade a todos pertencentes ao quadro de árbitros da FPF.

3- Como vê os sorteios dos árbitros para as partidas e o sorteio lhe mostra que aspectos positivos e negativos?
R: Encaro da seguinte forma: por um lado, ajuda a revelar novos talentos e, por outro lado, dificulta na seleção de árbitros mais qualificados para jogos considerados de risco.

4- Seria realmente a profissionalização que melhoraria as arbitragens e se profissionalizando quem seria o patrão?
R: Com certeza, uma melhor preparação e treinamentos contínuos promovem uma melhoria de qualidade das pessoas que exercem uma determinada atividade profissional. Não seria diferente na arbitragem. O assunto merece algumas considerações: como solucionar o problema com a idade exigida para aposentadoria do trabalhador brasileiro; e como empregar 500 pessoas que exercem a atividade na FPF com os atuais encargos sociais. Poder-se-ia tentar uma alternativa que poderia minimizar o problema atual: regulamentação da profissão com a previsão de recolhimento com descontos nos encargos sociais da empresa e/ou outros descontos caso ela tenha em seus quadros pessoas que exerçam a função de árbitro de futebol, devidamente comprovada pela entidade federativa da modalidade;em contrapartida, os árbitros teriam o direito de dispor de um número de horas para o seu treinamento e aprimoramento, bem como o de atender escalas em jogos internacionais sem qualquer risco de dispensa.

5- A super exposição de imagens mais ajuda ou atrapalha o árbitro?
R: Entendo que o árbitro deve se expor o menos possível na mídia. A fama se conquista com a sua competência no exercício de suas funções.
6- Acha que os testes físicos FIFA refletem a real necessidade para um árbitro?
R: A atual condição física dos atletas e a velocidade que se observa nas jogadas em campo de jogo, obriga um preparo físico adequado dos árbitros para bem exercer suas funções.

7- Acha que a única linguagem entendida pelo árbitro é a sua escala?
R: Hoje, na Federação Paulista de Futebol, a escala está condicionada ao bom desempenho em todos os aspectos exigidos para uma boa arbitragem: conhecimento, físico, psicológico e técnico/tático.
Realizamos dois testes físicos e teóricos e monitoramos as atuações por meio dos relatórios dos assessores de arbitragem.

8- A favor ou contra a punição publica dos árbitros?
R: Após alguns anos á frente da Comissão de Arbitragem, compreendi que qualquer medida contra o árbitro, por apresentar alguma deficiência em sua atuação, deve ficar restrita no âmbito da Comissão.

9- Como vê a classe dos árbitros enquanto categoria?
R: Vejo em processo de aprimoramento e conscientização.

10- Já projeta seu futuro na arbitragem ou ele acontecerá naturalmente?
R: Não, apenas me mantenho focado nas minhas atuais funções.

11- Entende que as empresas de arbitragem ajudam na formação dos mais jovens?
R: Sim, pois muitos que procuram o curso de arbitragem na FPF já exercem a atividade graças à sua participação nas Associações.

12- Um prato preferido?
R: Feijoada.

13- Um Hobby?
R: Jogar tênis.

14- O que lhe tira do sério?
R: Inverdades e injustiças.

15- Deixe uma mensagem final.
R: O árbitro sempre deve pautar a sua conduta, dentro e fora de campo, pela honestidade e imparcialidade.
Leia mais
  1. CELSO BATTISTINI CELSO BATTISTINI
  2. NELSON IZIDORO NELSON IZIDORO
  3. JEFFERSON ANDRADE DA SILVA JEFFERSON ANDRADE DA SILVA
  4. Daniel Sottile Daniel Sottile
  5. ALEXANDRE PEREIRA NETO ALEXANDRE PEREIRA NETO
  6. ANA PAULA GREGORIO S. VASCONCELOS ANA PAULA GREGORIO S. VASCONCELOS
  7. CARLOS EDUARDO CARDOSO DA ROCHA CARLOS EDUARDO CARDOSO DA ROCHA
  8. Rogério Luiz Gabrielli Rogério Luiz Gabrielli
  9. ENTREVISTADO DO MÊS ENTREVISTADO DO MÊS
  10. Entrevistado do Mês - Abril - 2017 Entrevistado do Mês - Abril - 2017
  11. ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO
  12. ENTREVISTADO DO MÊS - JANEIRO
  13. RENATA RUEL XAVIER DE BRITO RENATA RUEL XAVIER DE BRITO
  14. Entrevistado do mês Outubro
  15. Marcelo Leite de Carvalho Marcelo Leite de Carvalho
  16. Roney Prado Bustamente Roney Prado Bustamente
  17. ADRIANA DE ALMEIDA SILVA ADRIANA DE ALMEIDA SILVA
  18. Fevereiro 2016 Fevereiro 2016
  19. Janeiro 2016 Janeiro 2016
  20. Entrevistado do Mês: Nelson Izidoro De Almeida Junior
  21. Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho
  22. Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA
  23. Entrevistado do Mês - Agosto Entrevistado do Mês - Agosto
  24. Entrevistado do Mês - Julho Entrevistado do Mês - Julho
  25. Entrevistado do Mês - Junho Entrevistado do Mês - Junho
  26. Entrevistado do Mês - Maio Entrevistado do Mês - Maio
  27. ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES
  28. Entrevistado do Mês - Março Entrevistado do Mês - Março
  29. Entrevistado do Mês - Fevereiro Entrevistado do Mês - Fevereiro
  30. Entrevistado do Mês - Janeiro Entrevistado do Mês - Janeiro
  31. Cleber Wellington Abade Cleber Wellington Abade
  32. Regildenia Regildenia
  33. Robson Ferreira Oliveira Robson Ferreira Oliveira
  34. Marcio Luis Augusto Marcio Luis Augusto
  35. Raphael Claus Raphael Claus
  36. Vladimir Vassoler Vladimir Vassoler
  37. Emidio M. de Mesquita Emidio M. de Mesquita
  38. Marcelo C. Van Gasse Marcelo C. Van Gasse
  39. Bruno Salgado Rizo Bruno Salgado Rizo
  40. Sérgio Ferreira Leandro Sérgio Ferreira Leandro
  41. Graziele Crizol Graziele Crizol
  42. Rodrigo D Alonso Ferreira Rodrigo D Alonso Ferreira
  43. Oscar Roberto Godoi Oscar Roberto Godoi
  44. Marcelo Ap. Ribeiro De Souza Marcelo Ap. Ribeiro De Souza
  45. Emerson A. de Carvalho Emerson A. de Carvalho
  46. Guilherme Ceretta Guilherme Ceretta
  47. Gustavo Caetano Rogério Gustavo Caetano Rogério
  48. Hélio Ricardo de Araújo Marmo Hélio Ricardo de Araújo Marmo
  49. Wilson Luiz Seneme Wilson Luiz Seneme
  50. Edie Mauro Garcia Detofoli Edie Mauro Garcia Detofoli
Anterior 1 2 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua do Bosque, 1904

01136001

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua do Bosque, 1904
Mauá,SP   01136001
Work:11 3392-5440