Bola Cheia - 23/07

Para alegria de quem assiste uma partida de futebol Wilson Luis Seneme está de volta aos gramados. Finalmente aprovado nos testes físicos, “oferece” aos mais novos a oportunidade de vê-lo atuar e aprender com sua qualidade, hoje pouco comum. Mas é por tempo limitado, pois uma “nova cadeira” já o espera...
 
Apesar de ainda caber recurso, absolutamente correta a decisão do STJD ao excluir o Aparecidense (do massagista aparecidinho) da seqüência da Série D, dando vaga ao Tupi de Juiz de Fora. Foi correta para o bem do esporte, mas não a entendemos legal e o voto de Paulo Valed Perry (Presidente da sessão) impediu unanimidade que não permitiria recurso. Mas como nada é perfeito no órgão, gostaríamos de saber de que foi acusado o árbitro Arilson Bispo da Anunciação, que somente cumpriu o que determinam as regras, e foi... ABSOLVIDO.  (Mas... de que?)
 
Semana passada falávamos que Jobson havia recebido um Camaro de presente na Arábia. Nesta semana, após marcar dois gols foi novamente presenteado, e agora pelo Presidente do Al Ittihad, e recebeu nada mais nada menos que uma Ferrari vermelha. É mole?
 
Grêmio 1x1 Santos teve a condução de Péricles Bassols, melhor nesta de que em outras oportunidades. Entretanto interpreta mal algumas situações de faltas cometidas e não marcadas, e faltaram pelo menos dois Cartões Amarelos na partida, porém os aplicados foram merecidos. Nada especial, mas uma arbitragem regular.
 
De excelente nível a arbitragem de Paulo César Oliveira em Ponte Preta 2x0 Corinthians. Como é bom ver o PC arbitrando na plenitude de sua qualidade, e que o fez um dos melhores árbitros do país desde seu inicio de carreira. Irrepreensível tecnicamente, preparo físico excelente, colocação e movimentação de alta qualidade. Disciplinarmente ficou devendo dois Cartões Amarelos, um para cada equipe, mas mesmo não aplicando acertou pelo critério igual a ambos. Celso Barbosa de Oliveira, bem na anulação por impedimento de gol da Ponte Preta, e uma falha na marcação de outro da mesma equipe que inexistia. Tatiane Camargo também “comeu mosca” num impedimento da Ponte Preta. Dois detalhes negativos na partida: Publico inferior á 7.000 pessoas, Corinthians todo de azul, trocando suas cores e tradições pela cor da Caixa Econômica e Tite substituindo Maldonado aos 45 minutos do segundo tempo.
 
Apesar da “baba” que foi arbitrar Portuguesa 3x0 Náutico, Ricardo Marques Ribeiro conseguiu não “passar batido”: Aos 39 minutos do primeiro tempo Gilberto, da Portuguesa, avançava com domínio de bola em direção á meta do Náutico quando, Jean Rolt o agarra na altura do pescoço. Lance claro para Cartão Vermelho, mas S.Sa. “amarelou”, e puniu com Cartão Amarelo. No mais nenhuma dificuldade.
 
Para a beleza e imprevisibilidade do futebol: Partida Bahia x Internacional. Chutes a gol dados pelo Bahia: 2. Defesas do goleiro Muriel, do Internacional: 0. Bolas “beijando” as traves do goleiro Marcelo Lomba, do Bahia: 5. Resultado da partida: Bahia 2x0 Internacional...
 
Matéria do Globoesporte.com mostrou que 859 impedimentos foram marcados no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Considerou 190 duvidosos e 133 marcados erroneamente. O Corinthians foi o mais beneficiado com 14 impedimentos marcados erroneamente de seus adversários, contra somente 3 de seu ataque. O São Paulo foi o mais prejudicado, e com 8 erros nos seus ataques e apenas 1 erro contra seus adversários.
 
Jogo difícil e inúmeras dificuldades, mas Marcio Chagas da Silva foi excelente em Joinvile 1x2 Avaí. Uma penalidade máxima marcada com 52 segundos de partida, para o Joinvile, ajudaram-no a ser o senhor da partida e dela “tomar conta” do inicio ao final. Errou somente em não punir com Cartão Amarelo á Beto, do Avaí, quando de sua substituição e “cera” feita, mas acertou na expulsão de Ale da mesma equipe. Já havíamos visto em outras oportunidades, e sempre bem, mas sugerimos que invista fortemente em seu condicionamento físico, e se assim o fizer será arbitro de maior destaque no cenário nacional. Com 37 anos provavelmente não estará em planos internacionais da atual comissão, apesar de Aspirante á FIFA, e esta é mais uma situação a ser questionada na “cegueira” favorável a idades menores.
 
Muito boa arbitragem de Marcio Henrique Góis em Assisense 3x2 Internacional pela fase decisiva para acesso á Série A3. Nenhum problema com situações nas regiões de meio campo, mas destacou-se nas áreas penais: Reclamação de penalidade máxima para Assis, não marcada corretamente e por bola na mão e não mão na bola. Penalidade máxima para a Internacional bem caracterizada e marcada e penalidade máxima para Assis também marcada com acerto.
 
Bom trabalho de André Luis Freitas Castro em Atlético 2x1 Vasco da Gama. Nenhuma polemica nas questões técnicas e boa condução disciplinar. Partida não lhe exigiu muito, mas também não complicou.
 
Finalizando, destacamos quatro Bolas Cheias na semana: Paulo César Oliveira, Wesley, Cássio e a Lusa do Canindé.
 
 
 
AS PESSOAS SO DESCOBREM QUE VOCÊ ERA BOM, QUANDO VOCE COMEÇA A SER RUIM...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440