Entrevistado do Mês: Rodrigo D Alonso Ferreira

Paulo, Ferreira, FEDERAÇÃO, Alonso, anos, QUAL, NOME, Esposa, Sara, Moura, filhos, Davi, FUTEBOL, PAULISTA, FORMAÇÃO, Clara, Janete, Ermelino, NASCIMENTO, PAIS, DATA, LOCAL, COMPLETO, ESPOSA, FILHO, Romeu, Filho, Nascido, Rodrigo, Santos
 
NOME COMPLETO,LOCAL E DATA DE NASCIMENTO,NOME DOS PAIS,ESPOSA E FILHO.

R: Rodrigo D'Alonso Ferreira - Nascido em São Paulo em 01/12/1982 - Filho de Ermelino Romeu dos Santos Ferreira e Janete D'Alonso Ferreira - Esposa - Sara de Moura e filhos Davi (2 anos) e Clara (1 mês).

QUAL SEU ANO DE FORMAÇÃO NA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL?

R: Formado em 2004

SE LEMBRA DE SUA PRIMEIRA ESCALA?

R: Não lembro. Não tenho o costume de anotar meus jogos.

COMO FOI SUA TRAJETÓRIA NA FEDERAÇÃO ATÉ SURGIR A OPORTUNIDADE DE IR PARA SANTA CATARINA?

R: Trabalhei de 2005 à 2009 na FPF, atuando como árbitro central nas Competições de Categorias de Base (SUB 11 até SUB 20) e apenas como 4° árbitro em competições profissionais (Segunda Divisão e A-3). Não trabalhei em nenhum jogo nas duas principais divisões (A-2 e A-1).

QUANDO SURGIU A OPORTUNIDADE DE IR APITAR NA FEDERAÇÃO CATARINENSE?

R: Desde os 8 anos de idade passava minhas férias em Santa Catarina e sempre gostei de tudo que o estado tem, mais precisamente a tranquilidade de Balneário Piçarras (Cidade onde moro) e, associado a este fato, a "loucura" de São Paulo e a vontade enorme de continuar na arbitragem, me levaram a tomar a decisão de mudar de estado.

QUAL O SENTIMENTO EM TER CHEGADO AO QUADRO DA CBF?

R: Sentimento de gratidão por tudo o que Deus me deu e me fez superar.

VOCE SE ESPELHOU EM ALGUM ÁRBITRO DE SÃO PAULO OU DE OUTRO ESTADO?

R: Sim.Posso dizer que cada árbitro tem suas individualidades e características, mas sou fã do Paulo César e do Luiz Flávio e também gostava do Gaciba atuando.

OS JOGOS PELA CUEBLA TE AJUDARAM MUITO NA CARREIRA?

R: Com certeza. Não só na CUEBLA mas na AAGSP também. Todas as experiências que temos na vida servem para agregar conhecimento.

ALGUMA ARBITRAGEM TE MARCOU?

R: Sim. Duas positivas (Avaí x Figueirense em 2011 e 2012) e uma negativa (Atlético x Chapecoense) que me fez aprender muito também.

VOCE ACREDITA QUE A PROFISSIONALIZAÇÃO DA ARBITRAGEM SERIA A SOLUÇÃO PARA MUITOS PROBLEMAS QUE EXISTEM HOJE?

R: Não seria a solução, mas apararia algumas arestas que estão presentes no futebol brasileiro.

A EXIGÊNCIA NOS TESTES FÍSICOS NA ATUALIDADE AJUDAM NA PERFORMANCE DO ÁRBITRO?

R: Embora a exigência seja elevada, contribui para a manutenção da forma física e o melhor desempenho em campo.

O QUE VOCÊ TEM A DIZER DO SORTEIO?

R: É bom para alguns e ruim para muitos.

EXISTE UM PLANO DE CARREIRA PARA OS ÁRBITROS NO BRASIL?

R: Não.

NOS CONTE UM FATO MARCANTE E OUTRO ENGRAÇADO NA SUA CARREIRA?

R: O mesmo fato foi marcante e engraçado. Um dia faltou um assistente em um jogo amador em SP e a única pessoa que encontrei que podia trabalhar foi minha esposa (namorada na época). Fui explicando em uma prancheta o que ela deveria fazer e qual o posicionamento durante o jogo. Mas esqueci de dizer o mais importante.... Que ela deveria acompanhar, na maioria das vezes, o penúltimo jogador defensivo. Ela passou grande parte do jogo parada no meio do campo até eu conseguir chegar até ela e avisar. Aconteceu de tudo no jogo, que se eu fosse descrever daria um livro.

QUAIS AS SUAS PRETENÇÕES NA ARBITRAGEM?

R: Espero apenas cumprir cada escala da melhor forma possível e estar sempre preparado para as oportunidades que nos são dadas.

PARA VOCE QUEM É O MELHOR ÁRBITRO BRASILEIRO DA ATUALIDADE?

R: Paulo César de Oliveira

FALE UM POUCO DO RODRIGO D'ALONSO FERREIRA FORA DE CAMPO?

R: Quando não estou em campo o que mais quero é estar com minha família. Aprendi com meu pai e minha mãe a importância da família e carrego isso comigo para sempre.

ENCERRE ESTA ENTREVISTA DA MANEIRA QUE ACHAR MELHOR?

R: Quero agradecer a todos que me ajudaram e que me ajudam até hoje na arbitragem, pois o caminho é árduo e também dizer aos meus amigos que estão começando que não desistam dos seus sonhos, acreditem em Deus, trabalhem que alcançarão seus objetivos.
 

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440