Bola Cheia - 28/10

Para o programa da radio espanhola “Cadena Cope” que no seu programa “El Partido de las Doce” aplicou um trote em Felipão. Pensando estar falando com o Presidente do Atlético Madrid confirmou que estará convocando Diego Costa, chegando a dizer que o jogador estará na Copa do Mundo, pois levará três atacantes citando-o além de Fred, e um terceiro ainda a ser definido. É “tche”, pegaram você...
 
Mesmo cometendo uma “gafe” inadmissível, e que comentamos na Bola Murcha, Paulo Henrique Godoy Bezerra conseguiu levar a bom termo Grêmio 0x0 Corinthians pela Copa do Brasil. Alguns pequenos erros, mas que não influenciaram no resultado numérico, como três situações “de 6 segundos” cometidas por Dida, e todas entre 10 e 12 segundos de retenção de bola em suas mãos, e um Cartão Amarelo mal aplicado a Edenilson. Não houve razões “fortes” para as expulsões de Emerson e Vargas, mas com elas resolveu o problema da confusão que se criava. Seus assistentes erraram em uma marcação de impedimentos inexistente cada um.
 
Para o São Paulo e sua vitória do meio de semana pela Sul-americana e a espetacular atuação do goleiro Rogério Ceni. Uma das maiores participações de um goleiro numa partida de futebol. Aliás, numa noite em que dois goleiros “velhinhos” voltaram a marcar presença, pois além de Rogério tivemos Dida decidindo a classificação do Grêmio na Copa do Brasil ao defender três tiros desde o ponto penal.
 
Até aqui é brilhante a participação do Sub 17 do Brasil no Campeonato Mundial. Três jogos, três vitórias, 15 gols marcados e apenas 2 sofridos. E que se atente para o fato de que venceram jogando um futebol moderno, vistoso, dentro dos padrões dos sucessos do passado, e com alguns meninos acima da média e que, muito em breve estarão nas manchetes mundiais. Mérito total de Alexandre Tadeu Galo.
 
Wilson Luis Seneme errou acima de sua média no Palmeiras 0x0 São Caetano? Errou. Tomou bolada, definiu tiro de meta ao invés de tiro de canto, omitiu-se em Cartões Amarelos, e no erro mais grave marcou penalidade máxima inexistente contra o São Caetano e sobre Alan Kardec. Mas Seneme acertou também? Acertou. Não marcando penalidade máxima reclamada sobre Vinicius, e seu acerto maior: ter tido a humildade de alertado pelo Assistente Carlos Augusto Nogueira Junior, voltado atrás e não confirmado a penalidade máxima em que havia se equivocado. Estaria na Bola Murcha se não confiasse em Carlos Augusto e, provavelmente anteciparia a queda do São Caetano á Série C. Errou como ser humano, e redimiu-se como ser humano. Detalhe: nos dias atuais muitas situações são “consertadas” via celular ou radio comunicador e de fora para dentro de campo. Não é uma alusão ao lance desta partida, mas somente uma observação...
 
Bola Cheia para a S.E. Matonense que, de maneira surpreendente, conseguiu o titulo da Segunda Divisão Paulista. Surpreendente, pois necessitava de uma diferença de três gols, e não pela campanha na competição que foi de qualidade. Ao derrotar ao Água Santa por 4x0 coroou sua participação e titulo merecido. Na arbitragem da partida Rodrigo Guarizo Ferreira Amaral também abrilhantou a finalissima com atuação de qualidade.
 
Absolutamente normal a arbitragem de Leandro Pedro Vuaden em Corinthians 1x1 Santos. Nenhuma situação técnica que merecesse maior analise, comportamento disciplinado de jogadores e comissões técnicas, e enfim  uma partida tranqüila para a arbitragem.
 
É digna de elogios a ascensão do São Paulo após chegada de Murici Ramalho. A recuperação no Brasileirão e a passagem de fase na Sul-americana são o grande destaque entre as equipes paulistas neste momento das competições. E em se falando de equipes paulistas, também a Ponte Preta parece querer reverter os maus resultados e sair da degola. Na rodada uma bela vitória sobre o Vasco da Gama.
 
Bola Cheia para Aloísio, o “Boi Bandido” que já havia decidido no meio de semana na Sul-Americana, e no jogo contra o Internacional marcou os três gols do São Paulo, aliás, um deles em impedimento, mas reafirmando o bom momento do tricolor.
 
 
 
 
 
QUEM TEM LUZ PRÓPRIA INCOMODA QUEM MORA NO ESCURO...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440