Bola Cheia - 04/11

Para você que nos acessa e que fez, no mês de Outubro, atingirmos a maior quantidade de acessos desde a reformulação de nosso site.  Somente considerando o ano de 2013 crescemos a partir de Janeiro, exatos 48%.  A você nossa Bola Cheia e o agradecimento, e que continue nos prestigiando.
 
Para nós foi corretíssima a decisão de Diego Costa ao optar pela Espanha na Copa do Mundo. Tantos “cabeças de bagre” foram convocados pelo Brasil e sem que ele fosse lembrado e agora, com a chamada espanhola, lembraram do moço? Não se trata de questão de cidadania ou não, mas sim de reconhecer á quem lhe valorizou e valoriza.
 
Não apresentando o mesmo futebol das partidas anteriores o Sub 17 do Brasil acabou eliminado do mundial.Brasil 1x1 México no jogo normal e 10x11 nos tiros desde o ponto penal. Mas mantemos nossa posição anterior e desta seleção sairão craques acima da média para nossa seleção principal. Perdeu, mas é Bola Cheia...
 
Vai Ficar na Bola Cheia pelo fato de que, pelo menos desta vez, nenhum erro seu alterou o resultado da partida, mas Francisco Carlos Nascimento continua um árbitro totalmente limitado. Em Paraná 1x1 Palmeiras novamente esta constatação, com erros de interpretação e jogadores “tomando seu apito” a todo o momento.
 
Foi bom o trabalho de André Freitas Castro no São Paulo 2x1 Portuguesa. Apesar de ás vezes deixar o jogo “solto demais” e por isso não marcando algumas faltas, não se comprometeu. No único lace de maior polemica não nos pareceu ter existido penalidade máxima, reclamada pelo São Paulo, e de Waldomiro em Aloísio.
 
Numa partida sem grandes momentos discutíveis, de fácil condução, mas muito bem conduzida por Fabio de Jesus Volpato Mendes, Osasco 1x0 Audax fizeram a primeira partida das semifinais da Copa Paulista. Pouquíssimos erros, jogadores á sua mão nas questões disciplinares, e nenhuma contestação quanto ao resultado final.
 
Bastante positiva a arbitragem de Jean Pierre Gonçalves no Vitória 1x1 Corinthians. Bem condicionado fisicamente, com o jogo nas mãos disciplinarmente acertou na maioria de suas participações. Seu único erro foi na marcação de uma falta de ataque, de Romarinho, e que inexistiu e que acabou gerando Cartão Amarelo ao jogador.
 
Sessenta mil torcedores e um espetáculo de alta emoção foi o que seu viu no Arruda, em Santa Cruz 2x1 Betim e que, após seis anos trás o Santa á Serie B do Brasileiro. Por tudo que representou e representa no futebol pernambucano merece este momento feliz.
 
 
 
VIVEMOS EM UM MUNDO ONDE A APARENCIA TEM MAIS VALOR QUE O CARATER...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440