Entrevistado do Mês: Bruno Salgado Rizo

Qual, Paulo, Rizo, colegas, turma, alguns, formação, data, Adriano, Assis, Vitor, Carmona, Oliveira, Gustavo, Miranda, solteiro, Salgado, Nasci, março, civil, estado, filiação, cidade, nascimento, diga, Neide, Aparecido, Dario, filho, local
 

Nos diga sua data de nascimento e local, filiação, e estado civil
Nasci dia 28 de março de 1988 na cidade de São Paulo, filho de Dario Aparecido Rizo e Neide Salgado Rizo e sou solteiro.

Qual seu ano de formação e alguns colegas de turma
2006, Adriano de Assis Miranda, Gustavo Oliveira, Vitor Carmona, Ilbert Estevão, Mauro André e entre outros. ( sendo a maioria árbitro assistente )

Você também é um jogador frustrado ou só veio á arbitragem?
Eu não me considero frustrado, porque consegui muitos amigos, muitas conquistas como jogador e vivi 11 anos maravilhosos como jogador (11 anos jogador federado).

Algum familiar já esteve na arbitragem? Algum que o tenha incentivado:
Sim, o meu tio Wagner Rizo é árbitro até hoje da Aagsp. Ele nunca atuou pela federação mais foi a pessoa que me incentivou ir na arbitragem.

O que o motivou a procurar a arbitragem?
Desde os 5 anos vivo dentro do futebol e aos 16 anos parei de jogar, foi quando meu tio atuava pela Aagsp em 2004 como árbitro e me deu a ideia de fazer o curso de árbitro para ser represente aos finais de semana, pois na época eu trabalhava de Office-boy, ganhava pouco e assim me ajudaria um pouco mais financeiramente. kkkk. Mais meus pais, minha irmã e minha familia têm grandes influências na minha carreira de árbitro, pois sempre me apoiaram quando resolvi fazer o curso. 

Quando e onde foi sua primeira escala oficial?
Minha primeira escala oficial foi em 04/08/2007, sub -20 2ª divisão em Paulínia. Paulínia X Lemense.

Já tem alguma partida considerada inesquecível?
Varias.kkkk
Primeira escala da Serie A-1 Americana X Bragantino (2011)
Final do Trofeu Interior 2012 Bragantino X Mogi Mirim (2012)
Primeira escala do Brasileiro- Serie B Portuguesa X Americana(2011)
Primeira escala da Serie A do Brasileiro Atlético Goianiense X Fluminense (2012)
Primeiro Clássico em SP São Paulo X Corinthians 
Atletico / Mg X Figueirense (2012)
Portuguesa X Corinthians no Brasileirão deste ano (2013)
Atletiba Atlético/PR X Coritiba Brasileirão (2013)
Fluminense X Coritiba (2013) primeiro jogo no MARACANÃ

E a que se pudesse esqueceria?
São Paulo X Corinthians no Brasileiro de 2012, onde eu anulei um gol do Corinthians equivocadamente que seria o gol de empate, mais serviu muito como lição pra mim, pois nós aprendemos através dos nossos erros. Mais todos se lembram de mim por causa deste erro, por isso queria esquecer. kkkk

Qual seu maior sonho na arbitragem?
Eu sou uma pessoa que tenho os pés no chão, tenho meus familiares que me auxiliam nesta questão. Mas tudo na vida nós temos que ter objetivos e sonhos, sendo que na arbitragem eu já sou um cara realizado onde eu cheguei até hoje. Mas todos os jogadores querem a seleção de seu país, já os árbitros almejam um dia chegar a FIFA, participar de uma Copa do Mundo e comigo não é diferente.

Prefere orientação jogo a jogo ou uma única na temporada?
Eu particularmente prefiro jogo a jogo, pois a cada orientação nós podemos corrigir já na próxima escala. Mas a cada jogo temos que fazer melhor que a partida anterior.

Você é contra ou a favor dos sorteios?
Sou contra o sorteio, pois temos que ser sorteado para trabalhar, tem jogo que necessita de determinado árbitro e o sorteio às vezes impede este árbitro atuar na partida que exija dele.

Qual ou quais as maiores dificuldades na carreira?
Dentro da carreira de árbitro encontramos diversas dificuldades, mais quem decidiu ser árbitro tem que estar preparado pra tudo e a cada jogo é uma dificuldade que temos que nos superar. Mas o fato de nós não sermos profissionais é uma dificuldade tremenda que encontramos por ter uma responsabilidade imensa e muitos não saber o que é a vida de um árbitro de futebol fora das quatros linhas (mais esse ano está iniciando o processo de profissionalização da arbitragem, mas tem muita coisa pra ser feita ainda e quem sabe um dia se tornamos árbitros profissionais.... estamos na torcida).

Faz de algum Assistente do passado sua referencia?
Tenho como referencia do passado ROBERTO BRAATZ e da atualidade MARCELO CARVALHO VAN GASSE.

Alguma situação cômica ou pitoresca que nos possa contar?
Não tenho uma coisa cômica ou pitoresca dentro da arbitragem, mais este ano ocorreu um fato comigo que deu uma enorme repercussão. 
Estava bandeirando Portuguesa X Corinthians, quando o jogo estava 3X0 pra portuguesa eu anulei dois gols seguidos da equipe do Corinthians de forma correta e no momento que eu sinalizava o impedimento do segundo gol arremessaram uma garrafa de água cheia, sendo que a mesma acertou a minha cabeça. Foi um fato engraçado e que até hoje tem repercutido em qualquer lugar que eu vou, sendo que às vezes eu sou reconhecido no meio da rua.

Qual sua maior satisfação na arbitragem?
Minha maior satisfação é estar dentro do futebol (coisa que eu amo) e ao término de cada jogo eu ter a sensação de ter comprido o meu papel dentro de campo (satisfação de dever comprido).

E se tiver, qual sua maior decepção?
Não tenho nenhuma decepção.


Fale de seus hobbys, manias, preferências musicais, comidas, etc,
Meu hobby é estar com meus familiares, amigos, ir num pagode e de vez enquanto jogar uma bola. 
Musicas: Samba e pagode.
Comida: Bife á parmegiana, churrasco e lasanha.


Um conselho a quem esta se iniciando na arbitragem:
Primeiramente árbitro por amor, tenha paciência, simplicidade, foco na sua carreira e não as dos outros, nunca desista e corre atrás de seus objetivos.

Encerre sua entrevista da maneira que melhor lhe parecer:
A vida de árbitro não é fácil principalmente nos momento difíceis, mais o verdadeiro árbitro nunca desiste da guerra, por isso enfrenta qualquer dificuldade para voltar a vencer.
Nunca abandone a família, pois vai ser ela que vai estar com você em todos os momentos, inclusive nos difíceis. 
Para finalizar tenho que agradecer muitas pessoas que me ajudam desde o dia que inicie a minha carreira e principalmente a AAGSP (Rita, todos os funcionários e amigos) pois em 2004 abriram as portas para mim, onde aprendi muito com vocês e continuo aprendendo até hoje. Tem muitos amigos que me ajudaram e me ajudam até o hoje na minha carreira, mas tem uma pessoa em especial que não posso deixar de agradecer, pois tenho como um pai, um amigo, que me dá conselhos e opiniões sempre e nos momentos difíceis esteve presente comigo MARCOS FÁBIO SPIRONELLI. 

 

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440