Regildenia

ÁRBITRO, arbitragem, MOURA, ARBITRAGEM, interessou, nComo, SOLTEIRA, HOLANDA, ERALDO, ndash, IRMÃO, INTERRESEI, ATRAVÉS, NASCI, nasceu, estado, civil, HOLNANDA, Informe, JULIÊTA, ASSIS, FRANCISCO, OURICURIInforme o nome de seus pais, data e onde nasceu e estado civil.
 
 FRANCISCO DE ASSIS MOURA E JULIÊTA DE HOLNANDA MOURA NASCI EM OURICURI – PE EM 08/02/1974 SOU SOLTEIRA
 
Como se interessou pela arbitragem?
 
ME INTERRESEI PELA ARBITRAGEM ATRAVÉS DO MEU IRMÃO ERALDO DE HOLANDA ÁRBITRO AMADOR.
 
 
Qual o ano de sua formação e nos cite alguns colegas de turma?
 
FORMADA NA TURMA DE 2004, MESMA TURMA DOS ÁRBITROS LEANDRO BIZZIO, JOSÉ CLAUDIO ROCHA FILHO E RODRIGO D’LONSO E OS ASSISTENTES FABRICIO PORFIRIO DE MOURA, TATIANE SACILOTTI, DANIEL PAULO ZIOLI E RENATA RUEL, ENTRE OUTROS
 
Enquanto aluna o que esperava da arbitragem?
 
ENQUANTO ALUNA ESPERAVA TER A OPORTUNIDADE DE MOSTRAR MEU POTENCIAL, E TIVE, TANTO QUE ENTREI NO QUADRO DA FIFA EM 2012
 
 
Você tem lembrança de sua primeira escala? Qual e onde foi?
 
SIMMMM, A  1° VEZ A GENTE NUNCA ESQUECE, FOI EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO SUB 15/17 RESERVA NO SUB 17 E ASSISTETE NO SUB 15.
 
Já tem na memória sua arbitragem inesquecível?
 
SIMMMMM, FOI MINHA ESTREIA NO PROFISSIONAL EM 2007 NA SÉRIE A3 DO PAULISTA. UNIÃO BARBARENSE X INDEPEDENTE DE LIMEIRA, JOGO PEGADO RIVALIDADE ETC, MAS GRAÇAS A DEUS ACABOU TUDO DENTRO DO ESPERADO.
 
 
E aquela que, como todo árbitro, você quer esquecer?
 
INFELIZMENTE TAMBÉM TENHO, FOI EM 2012 COPA  DO BRASIL SUB 20, PALMEIRAS X VITÓRIA/BA , MOSTREI O 2° CARTÃO AMARELO PARA O JOGADOR ERRADO, CONSEQUENTEMENTE O EXPULSEI. AÍ FUI AVISADA PELO 4° ÁRBITRO DO EQUIVOCO, VOLTEI ATRÁS E PEDI PARA O JOGADOR EXPULSO VOLTAR. FATO ESSE QUE NÃO TROUXE PREJUÍZO À PARTIDA, NEM A EQUIPE, MAS ME DEIXOU MUITO CHATEADA COMIGO MESMA. SOU MUITO PERFECCIONISTA E DETESTO ERRAR.
 
 
Por ser mulher tem sofrido preconceito nos campos?
 
NOS CAMPOS NÃO, ACHO ATÉ QUE OS JOGADORES E DIRIGENTES ME RESPEITAM MAIS. MAS NÃO POSSO NEGAR QUE O MUNDO DO FUTEBOL É MACHISTA E AINDA TEM UMA RESISTENCIA SIM EM RELAÇÃO ÀS MULHERES.
 
 
E cantadas, muitas? Tem uma para nos contar?
 
CANTADAS NÃO, PORQUE NO CAMPO DE JOGO EU ME TRANSFORMO, FICO MUITO SÉRIA, DE CARA FECHADA. ACHO QUE OS HOMENS TEM MEDO DE CHEGAR PERTO, MAS ISSO NÃO É PARA FAZER TIPO OU COLOCAR MEDO. É A SERIEDADE QUE A FUNÇÃO NOS TRAZ.
 
Você é a favor ou contra os sorteios?
 
SOU CONTRA, PORQUE ACHO QUE O ÁRBITRO NÃO PODE FICAR A MERCÊ DA SORTE. MAS TEMOS QUE SEGUIR O QUE MANDA O ESTATUTO DO TORCEDOR.
 
 
O que espera da profissionalização na arbitragem?
 
ESPERO REALMENTE QUE MELHORE A NOSSA SITUAÇÃO, SEI QUE TODA MUDANÇA CAUSA UM IMPACTO, MAS O NOSSO PRESIDENTE DO SAFESP ESTÁ TRABALHANDO FORTE EM PROL DOS ÁRBITROS.
 
Sua família a apoia na função? Se sim a ajudou por conseguir
 
MINHA FAMÍLIA É MEU ALICERCE. MEU PORTO SEGURO. APOIA-ME DEMAIS E SÃO MEUS MAIORES TORCEDORES, ELES TEM MUITO ORGULHO DE MIM, ALGUMAS VEZES ATÉ PENSEI EM PARAR, E PARA NÃO DECEPCIONA-LÓS NÃO PAREI ( AINDA BEM HAHAHA)
 
 
Qual o sentimento por estar convocada para a Copa America?
 
O SENTIMENTO É O MELHOR POSSÍVEL, DE MUITA ALEGRIA E TAMBÉM TENHO CONSCIÊNCIA DA GRANDE RESPONSABILIDADE DE REPRESENTAR BEM A ARBITRAGEM PAULISTA E BRASILEIRA..
 
Quais são para você as maiores dificuldades na carreira?
 
NO MEU CASO UM FATOR DE DIFICULDADE, É A ALTURA (1,63) POIS PARA ÁRBITRO CENTRAL NÃO É UMA ALTURA IDEAL, MAS TAMBEÉM SEI QUE A CAPACIDADE NÃO ESTÁ NO TAMANHO E SIM NA SUA FORÇA DE VONTADE.
 
 
A função tem peso significativo em seu orçamento mensal?
 
SIM. POR SER UMA ÁRBITRA INTERNACIONAL OPTEI POR NÃO TER UM EMPREGO FORMAL, POR CONTA DAS VIAGENS, TREINAMENTOS, TREINAMENTO E JOGOS. ENTÃO SOU FORMADA EM GESTÃO DESPORTIVA E TRABALHO NESSA ÁREA POR CONTA DA FLEXIBILIDADE
 
Entende você que pelas responsabilidades o árbitro é bem remunerado?
 
NÃO ACHO QUE O ÁRBITRO É BEM REMUNERADO NÃO, POIS PARA O VALOR EM ENVOLVE UM ESPETÁCULO DE FUTEBOL. O ÁRBITRO PELA RESPONSABILIDADE QUE EXERCE DEVERIA SER MELHOR REMUNERADO
 
 
Já teve algum momento de constrangimento na arbitragem?
 
NÃO QUE EU ME LEMBRE
 
Já pagou algum “mico” em uma partida?
 
A RESPOSTA DA PERGUNTA 7, ESSE FOI MEU MAIOR “MICO”
 
 
Aceitaria posar para revistas masculinas?
 
NÃO
 
Deixe uma mensagem ás mulheres da arbitragem?
 
SE VOCÊ TEM UM SONHO, LUTE DE FORMA DIGNA CONTRA TUDO E TODOS, ULTRAPASSE TODAS AS BARREIRAS E AO FINAL QUANDO TIVER SEU OBJETIVO ALCANÇADO VERÁ QUE VALEU A PENA, CADA GOTA DE SUOR. E SE NÃO OBTER O RESULTADO, PELO MENOS TERÁ A CONSCIÊNCIA QUE NÃO MEDIU ESFORÇOS. ENTÃO “NÃO DESISTA NUNCA”
 
 
Quais suas preferências em pratos, livros, filmes, hobbies, etc.)
 
COMIDAS TÍPICAS NORDESTINA, BAIÃO DE DOIS, ACARAJÉ, FILME CLICK, UM SONHO DE LIBERDADE, HOBBIES VIAJAR, SAIR COM AMIGOS, VER TV, CORRIDA DE RUA
Leia mais
  1. ENTREVISTADO: AGOSTO ENTREVISTADO: AGOSTO
  2. Entrevistado do Mês - Abril - 2017 Entrevistado do Mês - Abril - 2017
  3. ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO
  4. ENTREVISTADO DO MÊS - JANEIRO
  5. RENATA RUEL XAVIER DE BRITO RENATA RUEL XAVIER DE BRITO
  6. Entrevistado do mês Outubro
  7. Marcelo Leite de Carvalho Marcelo Leite de Carvalho
  8. Roney Prado Bustamente Roney Prado Bustamente
  9. ADRIANA DE ALMEIDA SILVA ADRIANA DE ALMEIDA SILVA
  10. Fevereiro 2016 Fevereiro 2016
  11. Janeiro 2016 Janeiro 2016
  12. Entrevistado do Mês: Nelson Izidoro De Almeida Junior
  13. Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho
  14. Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA
  15. Entrevistado do Mês - Agosto Entrevistado do Mês - Agosto
  16. Entrevistado do Mês - Julho Entrevistado do Mês - Julho
  17. Entrevistado do Mês - Junho Entrevistado do Mês - Junho
  18. Entrevistado do Mês - Maio Entrevistado do Mês - Maio
  19. ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES
  20. Entrevistado do Mês - Março Entrevistado do Mês - Março
  21. Entrevistado do Mês - Fevereiro Entrevistado do Mês - Fevereiro
  22. Entrevistado do Mês - Janeiro Entrevistado do Mês - Janeiro
  23. Cleber Wellington Abade Cleber Wellington Abade
  24. Robson Ferreira Oliveira Robson Ferreira Oliveira
  25. Marcio Luis Augusto Marcio Luis Augusto
  26. Raphael Claus Raphael Claus
  27. Vladimir Vassoler Vladimir Vassoler
  28. Emidio M. de Mesquita Emidio M. de Mesquita
  29. Marcelo C. Van Gasse Marcelo C. Van Gasse
  30. Sérgio Ferreira Leandro Sérgio Ferreira Leandro
  31. Bruno Salgado Rizo Bruno Salgado Rizo
  32. Graziele Crizol Graziele Crizol
  33. Rodrigo D Alonso Ferreira Rodrigo D Alonso Ferreira
  34. Oscar Roberto Godoi Oscar Roberto Godoi
  35. Marcelo Ap. Ribeiro De Souza Marcelo Ap. Ribeiro De Souza
  36. Emerson A. de Carvalho Emerson A. de Carvalho
  37. Guilherme Ceretta Guilherme Ceretta
  38. Gustavo Caetano Rogério Gustavo Caetano Rogério
  39. Edie Mauro Garcia Detofoli Edie Mauro Garcia Detofoli
  40. Hélio Ricardo de Araújo Marmo Hélio Ricardo de Araújo Marmo
  41. Wilson Luiz Seneme Wilson Luiz Seneme
  42. Lohan Alves Dos Santos Lohan Alves Dos Santos
  43. Cristina Mara Cardoso Cristina Mara Cardoso
  44. Fabio Luiz Florindo Fabio Luiz Florindo
  45. Salvio.S. Fagundes Filho Salvio.S. Fagundes Filho
  46. Arthur Alves Junior Arthur Alves Junior
  47. Marcos Paulo Feltrim Marcos Paulo Feltrim
  48. Nilson Toda Lucas Vidal Nilson Toda Lucas Vidal
  49. Wagner Ap. Rizo Wagner Ap. Rizo
  50. Marcelo Prieto Alfieri Marcelo Prieto Alfieri
Anterior 1 2 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440