Bola Murcha - 22/09

Bola Murcha para a arbitragem na partida entre Oeste 1x1 Vasco da Gama, senão vejamos: Pareceu gol, não foi gol, mas confirmaram gol do Oeste. Pareceu penalidade máxima, não foi penalidade máxima, mas marcaram penalidade máxima para o Vasco. Pareceu impedimento, não foi impedimento, mas marcaram impedimento em lance de Douglas (Vasco) onde ele na “cara do goleiro” tranquilamente marcaria o gol. Neste jogo ficou provado, mais uma vez, que nem tudo que parece é...  C`est La vie...
 
Quem leu ou ouviu as declarações de dirigentes da nossa arbitragem não deve estar entendendo mais nada. Tudo está perfeito, arbitragens dando certo, mais acertos de que erros nas penalidades por toque de mão, numa clara demonstração de auto preservação. Na outra ponta da linha, o Presidente Marin declarando-se insatisfeito, informando que colocou todas as condições possíveis, e que as coisas precisam mudar. Li numa das matérias, frase de um internauta que definiu bem tudo que se leu “Parece-me o maluco defendendo que loucura é sanidade”...
 
Fomos obrigados a ler que “se o jogador movimenta os seus braços deve entender que assume o risco”. Meu Deus. Se é assim será que os “instrutores” vão defender a não marcação do toque no segundo gol do FlamengoxPalmeiras? Perceberam o tamanho da bobagem dita? Os clubes deverão providenciar camisas de força á seus jogadores, senão... Pouco depois assisto ao vídeo da CBF sobre o tema e ouvi explicações, algumas irreais, de quem um dia formei na FPF, Ana Paula Oliveira, e que parece agora “picada pelo mosquito”. Mas é orientação FIFA dizem... Algum de vocês lembra-se de quando o goleiro foi impedido de usar as mãos duas vezes após uma defesa? Lembram que vários goleiros defenderam “dando bicicletas”? Também era orientação FIFA, mas passada equivocadamente aos nossos árbitros pelos “instrutores” á época, e não era nada daquilo que “orientavam de maneira equivocada”,,,
 
Enquete realizada pela “Arena SPORTV” sobre a qualidade da arbitragem, e que ouviu opinião de 5.000 pessoas definiram em 90% como RUIM, 6% REGULAR, 3% OTIMO e 1% BOM. Para o Presidente da Comissão de Arbitragem ela esta no mesmo nível do futebol brasileiro, e que “com jogos ruins não se formam árbitros bons”. Sem mais comentários...
 
VALDIVIA: Nome próprio de origem venezuelano-chilena. Sinônimos: Irresponsável, desajuizado, desatinado, descuidado, estouvado, frívolo, fútil, imponderado, imprudente, incipiente, insensato, inconseqüente, irrefletido, leviano, libertino, negligente, precipitado. Por tudo isso garantimos que não é caso médico e sim psicológico...
 
No empate 2x2 de Palmeiras e Flamengo a equipe paulista não empatou por causa da arbitragem e sim pelo péssimo primeiro tempo, mas não ganhou também por causa da arbitragem ruim de Anderson Daronco, senão vejamos: Juninho (Palmeiras) já “amarelado” deveria ter sido expulso aos 10 minutos do primeiro tempo e não o foi, bem como não foram alguns “amarelados” do Flamengo que, no segundo tempo fizeram faltas contínuas para matar ataques. Deixou de marcar penalidade máxima sobre Henrique claramente empurrado dentro da área, e teve entendimento diferente do que a maioria tem praticado quando do toque que antecedeu o segundo gol flamenguista. Acertou na expulsão de Valdivia, porém. No caso do toque contrariou o que os instrutores, á tarde, em entrevista que li no UOL “decidiram” sobre o que é bola na mão ou mão na bola...
 
Bola Murcha para o São Paulo que foi derrotado pelo Coritiba, por 3x2, e parece que mostrando a importância de Kaká no tal quadrado mágico. Em tese de nada valeu a vitoria sobre o forte Cruzeiro.
 
Sem entrar no mérito da ofensa, mas Emerson (ou é Marcio) Sheik seria o ultimo ser vivo a pronunciar as palavras que pronunciou contra a CBF. Que tipo de exemplos ele, por exemplo, tem dado na vida?
 
Goiás 6x0 Palmeiras: Calma gente, nem tudo está perdido...
                                       Depois da tempestade não vem a bonança?
                                       Quem espera sempre alcança...
                                       Nada como um dia após o outro...
                                       É verdade que os últimos serão os primeiros?
                                       Sem desespero que em 2015 você será TRI...
 
Na verdade, quantitativamente são poucos os problemas existentes no Palmeiras, se não vejamos: Defesa, Meio Campo, Ataque e Banco... Viram que nem deu “meia dúzia”?
 
Mais vergonhoso que a derrota do Palmeiras foi o gol de Fred para o Fluminense. Alguém pode explicar como um “batalhão” de árbitros não consegue ver algo tão acintoso? Estas foram as feras responsáveis: Dawson Freitas da Silva, José Antonio Chaves, Rodrigo Nunes Sá, diretamente e mais Marcelo Bertanha Barison, Estevão Cunha Trindade e Wagner Nascimento Magalhães indiretamente e por posicionamento no campo. E não importa se o empurrão foi imediatamente antes, ou depois da falta ser cobrada.
 
MAS SE É ORIENTAÇÃO “FIFA” QUAL A RAZÃO PARA, NO MUNDO, NÃO SE VER O QUE TAL VIDEO MANDA PRATICAR NOS TOQUES DE MÃO? O MUNDO ESTÁRIA SENDO BURRO E INCOMPETENTE?
 
 
QUEM MUITO ILUDE, UM DIA SERÁ ILUDIDO...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440