A BOLA AO CHÃO...

Uma pergunta me foi feita e por ela resolvi mostrar que quando não se conhece o ESPIRITO DA REGRA não se pode orientar sobre textos. Os árbitros são orientados de que, numa bola ao chão, nunca poderá ser marcado um gol, seja a favor ou contra uma equipe.
 
Da mesma forma que no RECUO DELIBERADO alguém escreve um texto, equivocado, e acaba virando regra, mas erroneamente. Neste caso nunca foi a intenção da modificação “proibir” TODOS os recuos de bola ao goleiro e sim, somente quando aconteciam aquelas irritantes trocas de bola entre zagueiros e goleiros. Nestas ocasiões existia a desigualdade, pois quando o atacante tentava tomar a bola o goleiro usava as mãos. Isto sim é a “cera” que a regra queria punir, e nunca quando um zagueiro salva um gol em cima da linha, e tocando a bola ao seu goleiro que a defende com as mãos ou situações de possibilidade de gol ao adversário. E o erro textual virou regra...
 
Lembram da implantação que proibia o goleiro de usar as mãos depois de ter tocado anteriormente e com as mãos? Quem escreveu o texto esqueceu-se do ESPIRITO e cansamos de ver goleiros “dando bicicletas por não poder mais usar as mãos” numa das coisas mais ridículas que já vimos.
 
E assim agora está se escrevendo e orientando sobre a Bola ao Chão...
 
Se você perguntar a um árbitro se valerá um gol imediatamente após uma Bola ao Chão a resposta virá de imediato: NÃO, NÃO MAIS VALE GOL NESTAS CONDIÇÕES. E se acontecer isso não o condene, ele foi orientado assim.
 
Quem escreve ou orienta somente esqueceu que não são todas as situações de Bola ao Chão PROVOCADAS PELO FAIR PLAY, e onde corretamente um gol não será validado a favor ou contra uma equipe. Quando? Para exemplificar são as situações em que um jogador necessita atendimento médico, a bola ESTÁ EM JOGO, e o árbitro paralisa. No reinicio com Bola ao Chão o gol não valera se marcado diretamente após a execução. Razão? Pratica de Fair Play...
 
Porém esqueceu-se que uma Bola ao Chão poderá existir por outros motivos onde o FAIR PLAY não será necessário. Por qualquer outra razão (questões externas ao campo de jogo, um objeto atirado no gramado, uma infração cometida ao mesmo tempo por dois jogadores adversários e outras mais) quando ELE ARBITRO paralisar, o reinicio será com uma Bola ao Chão não é mesmo? E não esqueçam ainda que são necessários nesta situação, de DOIS JOGADORES a disputar esta bola, diferentemente do FAIR PLAY onde um deles abre mão da disputa e por esta razão de absoluta esportividade não poderá ser o adversário beneficiado.
 
A grande e esquecida diferença é que, nestas situações, como diz o narrador Milton Leite:
 
 
                                                                          “SEGUE O JOOOOOOOGO”
 
Gustavo Caetano Rogério
Leia mais
  1. UM ERRO
  2. DE NOVO O VIDEO ?
  3. COMPLICANDO O VIDEO
  4. Inversão de Mando
  5. MAS... QUEM ′FEZ O GATO′ ?
  6. HORA DE REPENSAR?
  7. OLHA O VÍDEO AÍ.....
  8. ′′OBRIGADO CHAPE..′′
  9. ESSAS REGRAS....
  10. MASOQUISTAS
  11. REGRAS ESQUECIDAS
  12. O USO DE IMAGENS
  13. COBRANÇA LEGAL, GOL IRREGULAR
  14. UM ANO DIFICIL DO APITO
  15. SÓ “JESUS CRISTO”?
  16. NÃO HÁ VÍDEO QUE RESOLVA...
  17. MAIS ENGANAÇÃO?
  18. ARBITRAR NÃO É ISSO
  19. O PAÍS DO FAZ DE CONTA
  20. E VOCÊ, FARIA O QUE?
  21. QUEM MAIS, QUEM MENOS?
  22. O ERRO DE LUIS FLAVIO...
  23. TORCIDA MISTA?
  24. SOU CHATO, EU SEI...
  25. Para parar e.......pensar
  26. UM LANCE DIDATICO (Correção)
  27. Um lance didatico
  28. QUEM MANDOU NASCER COM BRAÇOS?
  29. E AGORA, CORINTHIANS?
  30. PAGAR DIVIDAS OU GANHAR TITULOS?
  31. COMANDO EQUIVOCADO, ARBITRAGEM RIDICULA...
  32. EDUARDO JOSE FARAH
  33. TEREMOS DUAS COPAS DO MUNDO?
  34. Que absurdo...
  35. O caso Icasa...
  36. FUTEBOL PAULISTA PREOCUPA
  37. A MÃO NA BOLA E A BOLA NA MÃO
  38. VALEU, E COMO VALEU A PENA...
  39. E agora Lusa
  40. AMADORISMO PURO
  41. FINAL DA COPA PAULISTA
  42. NA VARZEA ATÉ QUE SE ACEITA...
  43. ÉTICA DESPORTIVA?
  44. OPORTUNISTAS DE PLANTÃO
  45. O DIA 9 DE JULHO
  46. Epa... Só Tem Árbitro “Velho”...
  47. Que acontece seleção?
  48. O Caso Braghetto
  49. Uma Formula Para o Paulistão
  50. Algumas “Irrisórias Diferenças”
Anterior 1 2 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440