Entrevista do Mês - Janeiro

nQual, função, Souza, profissão, Carlos, tempo, colegas, Bernardes, exercício, Física, nLuiz, alguns, turma, Educação, formação, exerce, nNatural, Francisco, Maria, nFilhos, Paulo, Fernando, nascido, quanto, Apresente, nProfessorApresente­se.
Luiz Fernando Bernardes de Souza , nascido em 14/05/1982
Filhos: Maria José Bernardes de Souza e Francisco Carlos de Souza
Natural de São Paulo

Qual sua profissão??? A quanto tempo exerce??
Professor de Educação Física a 13 anos no exercício da função.


Qual o ano de sua formação e nos cite alguns colegas de turma?

Ano de Formação: 2009. Alguns colegas: Cláudio Ventura, Valmir Batista, Farias, China, Fabio Florindo, José Claudio, Sr Hélio, Noberto, Luiz Alberto, Lohan, Sr Raimundo, Godoy, Teixeira, Eli Robson,Rosana, Rizzo, Bustamante, Leandro Carvalho, Marcos Motta, Trevisan...


Como se interessou pela arbitragem?

Interessei­me pela arbitragem após um momento difícil e conturbado da minha carreira de atleta profissional de futebol, onde a paixão pelo mesmo, sempre esteve presente no sangue e no coração e graças a minha esposa Alessandra que foi a grande propulsora para a concretização deste feito, indo atrás dos documentos, mensalidades, enfim, foi a grande responsável.

Enquanto aluno o que esperava da arbitragem

Esperava da arbitragem reafirmação e conquistas pessoais e profissionais e graças a deus pude preenche­los com ótimos amigos e com os jogos que me proporcionaram uma satisfação e bem estar incomensurável...

Se espelhou em alguém na arbitragem??

A minha única e exclusiva fonte de inspiração na arbitragem e o árbitro Wilson Luiz Seneme!!

Você tem lembrança de sua primeira escala? Qual e onde foi?

Lembro­me da minha primeira escala na AAGSP que foi campo do Cleusa Bueno pelos Jogos da Cidade onde acrescentei na etapa final 10 minutos a mais do tempo regulamentar sem motivo nenhum aparente foi um circo... (rsrsrsrs) mais todos sairam ilesos...

Qual a sua partida inesquecível. Alguma escala que o tenha deixado muito, muito feliz???

Foram tantas partidas inesquecíveis principalmente pela extinta Copa Kaiser, mais a melhor onde o " quarteto" foi muito bem, foi no jogo entre Noroeste X São Carlos na arena Kaiser no ano de 2012/13 valendo classificação, excelente jogo e brilhante trabalho da equipe de arbitragem.

Alguma partida que queira esquecer??

Não tem nenhuma partida que gostaria de esquecer, só acho que existem partidas e partidas, quando alguma situação foge na normalidade o melhor a se fazer e tirar proveito dos erros, corrigí­los e tentar não cometé­los em partidas seguintes. Tudo é um aprendizado!!

Já teve algum momento de constrangimento na arbitragem?

Não tive ainda Graças a Deus.

Mais regras, mais administração, ou cada jogo é um jogo?

Mais administração com coesão e profissionalismo, poderia mudar muitas coisas no curso dos campeonatos.

Você é a favor ou contra os sorteios?

Sou contra aos sorteios pelo formato apresentado, penso que, quem estiver em melhor momento técnico, físico e disciplinarmente, deveria ser melhor aproveitado.

O que espera da profissionalização na arbitragem?

Eu espero o reconhecimento que toda profissão deve ter, seja ela trabalhista onde possamos ter um respaldo maior, seja também pelo respeito por parte de torcedores que deveriam ver a função como qualquer outra, (advogado, médico e etc), nos preparamos muito o ano todo, grande parte das pessoas não fazem ideia dos testes que temos, do estudo permanente que temos que ter, apenas acham que saímos de casa e vamos lá apitar e não é assim, todos precisam ver a profissão com respeito.

Quais são para você as maiores dificuldades na carreira?

O fato de ausentar­me de casa pelas viagens que tenho que fazer. Aniversários e eventos em família que raramente me vejo presente.

Como chegou a AAGSP?

Ingressei na AAGSP por intermédio do meu amigo e professor José Cláudio Ventura hoje comentarista da Rede Vida.

Sua família a apoia na função?

Sim e muito, elas (esposa e filha) torcem por mim a cada jogo e até nas situações mais difíceis nunca me deixaram esquecer o motivo pelo qual me fez escolher a arbitragem "o amor" pelo campo e pelo futebol.

Em que percentagem a arbitragem contribui na sua renda Familiar ?

Digamos que é uma atividade secundária que contribui para o complemento da renda familiar.

Quais suas preferências em pratos, livros, filmes, hobbies, etc.?

Adoro churrasco e comida japonesa. A bíblia e caçador de pipas são os melhores... O melhor filme foram Duelo de Titãs e Questão de Honra... Adoro praia, piscina e futebol...

Deixe uma mensagem:

"... Lutar sempre, Vencer talvez, Desistir Jamais...”

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440