Bola Cheia - 02/03

 BOLA CHEIA para o Cruzeiro, legitimo Campeão da Copa do Brasil, e que para chegar  a isso passou por São Paulo, Grêmio, Palmeiras, o que lhe dá um maior 'carimbo" de qualidade na competição. Na decisão contra o Flamengo uma partida fraca tecnicamente e onde o medo de perder tirou das equipes a chance maior de ganhar , mas éra decisãoe tudo se tem de respeitar. O 0x0 durante os noventa minutos foi algo justo e castigo seria alguém vencer no tempo normal. Nas penalidades foi a Raposa mais competente, não desperdiçou nenhuma delas e coube ao "astro" Diego perder a sua e determinar a vitória cruzeirense. Capitulo á parte foi a arbitragem de Luis Flavio de Oliveira que, não foi perfeito, teve mínimos erros, "segurou" alguns Cartões Amarelos, mas pelo momento vivido por nossa arbitragem merece todos os elogios e cumprimentos pela serenidade, competencia, e domínio absoluto sobre os jogadores fazendo com que uma grande e nervosa decisão tivesse começo, meio e fim. Éum momento do apito que necessita ser destacado. Parabéns.
 
BOLA CHIEA para o Santos que no Allianz Parque venceu ao Palmeiras por 1x0 e continua na "caça" do lider Corinthians. Partida atípica, dominio palmeirense na primeira etapa com o Peixe saindo esporadicamente em um ou outro contra ataque, mas sem levar grandes perigos para Fernando Prass. E como no futebol nem sempre quem joga melhor vence, foi o Santos totalmente "empurrado" pelo Verdão na segunda etapa e, numa  de suas escapadas rapidas acabou conseguindo o gol e por consequencia a vitória. Vitória justa, aliás, pois seu gol foi marcado legitimamente, mas para o Palmeiras pode-se falar em "injustiça" por ter sido melhor na partida. Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza não foi, para nós, o mesmo bom árbitro do retrospecto, não teve erros determinantes, mas teve critérios distintos no julgamento na marcação ou não de infrações. Nada que invalide sua boa qualidade mas neste clássico não esteve em seus melhores dias.
 
BOLA CHEIA para a Academia Desportiva Manthiqueira, Campeão Paulista da Segunda Divisão. A equipe de Guaratinguetá conseguiu o acesso e o título ao vencar o São Bernardo por 2x1, e para quem não sabe, é clube cujas ações diretivas e de jogadores são calcadas no Jogo Limpo, na Honestidade e tem uma cartilha que regem seus principios do dia a dia. Vale a pena conhecer a Cartilha de Conduta implantada no clube para a partiipação nas partidas. Parabéns, Manthiqueira, e sucesso...
 
BOLA CHEIA para o Corinthians que, mesmo não jogando bem conseguiu um empte muito valioso contra o  Cruzeiro no Minerão, mantendo sua "gordura", e agora sobre o Santos. Primeira etapa totalmente dominada pelos mineiros e com o Timão sem força ofensiva. Já na segunda etapa mudou o Corinthians e passou a ter  maior ação ofensiva na partida, porém faltando o homem da finalização. Teve ainda gol de Balbuena anulado erroneamente por impedimento inexistente, mas conseguiu através de uma penalidade máxima igualar  em 1x1, um resultado que c ertamente o satisfez. Rodolpho Toski Marques teve bom desempenho técnico, fisico e disciplinar, (exceto a dura que levou de Fagner) marcou com acerto penalidade máxima para o Corinthians. Gol anulado de Kazin correto e na ação de Bruno Boschillia, mas gol de Balbuena mal anulado por ação de Vitor Hugo Imazu num impedimento marcado de forma equivocada. Errou numa reversão de arremesso lateral, "sendo juvenil" pois reverteu a cobrança do Cruzeiro por cobrança fora do local de saída de bola (e isto corretamente), mas quando o Corinthians cobrou a reversão, o fez no mesmo local onde foi o Cruzeiro punido.
 
BOLA CHEIA para o São Paulo que venceu ao Sport por 1x0, de quebra saiu da Zona de Rebaixamento, em um resultado que deve, e muito, pelas duas defesas "monstruosas" do goleiro Cidão e as duas dentro dos "49 minutos" da etapa final.
 
ESPELHO, ESPELHO MEU... PORQUE AS PESSOAS SE PREOCUPAM MAIS COM A MINHA VIDA DO QUE EU

Bola Cheia para o Palmeiras que arrecadou sozinho até aqui no Paulistão valor maior que o arrecadado pelos campeonatos Carioca, Gaucho e Mineiro. Estes arrecadaram ate aqui  R$ 4.1, 4.2 e 3.0 milhões respectivamente e o Verdão R$ 5.5 milhões. A renda bruta do Paulistão ate a sexta rodada é de R$ 15.7 milhões. Agregue-se ainda mais 2.5 milhões do jogo contra o Capivariano no final de semana.
 
Bola Cheia para o Corinthians que foi até Lins e não teve nenhuma dificuldade para fazer 2x0 no Linense. Partida absolutamente tranqüila para o Timão que não correu nenhum risco, e dada a fragilidade do adversário, e cujo objetivo, nos parece será somente de manter-se na Divisão. Nenhum problema também na arbitragem de Luis Vanderlei Martinucho, apesar de não mostrar-se no melhor fisicamente e ter adotado uma movimentação que, para nós, não é o que lhe pode oferecer melhor condição de  interpretações. Em jogos sem exigência até que “da para tocar”, mas em jogos “pegados” terá problemas.
 
São Paulo 4x0 Danúbio serviu para acalmar os ânimos pelos lados do Morumbi depois da “sapatada” que levou do Corinthians na Libertadores. Primeiro tempo de domínio total tricolor, dois golaços de Alexandre Pato (com Corinthians pagando metade de seu salário) e segundo tempo mais equilibrado, mas sem maiores riscos após o terceiro golCheia, milhões, Paulistão, maior, Palmeiras, rodada, pelos, ainda, renda, Verdão, bruta, Agregue-se, contra, respectivamente, sexta, Gaucho, arrecadado, valor, sozinho, arrecadou, campeonatos, Carioca, Estes, Mineiro, arrecadaram. Enrique Osses na arbitragem, com seu estilo todo característico, mas desta feira marcando muitas faltas (foram 44), e como sempre aplicando muitos cartões. Não interferiu no vencedor da partida, mas é mais um que parece achar que inexiste regra para Arremesso Lateral. Nesta ocasião Reinaldo, do São Paulo, foi o campeão das irregularidades e diferentemente dos demais, levantando um dos pés no momento de soltar a bola, e não por usar uma única mão como faz a maioria.
 
Bola Cheia para Duda Amorim que acaba de ser eleita a melhor jogadora de Handebol do mundo. Atuando na Hungria e Seleção Brasileira é mais uma a ter tal honraria, já que outra brasileira, Alexandra Nascimento também venceu em 2012.
 
Audax 3x0 São Bernardo não levaram um bom publico ao estádio, e também não “emocionaram” aqueles que a estiveram. Mas de qualquer forma uma vitoria justa da equipe de Osasco e sem contestações. Na arbitragem Thiago Duarte Peixoto teve somente um lance polemico para decidir e decidiu bem anulando gol do São Bernardo, e com nada de anormal nas questões disciplinares. Porém como “conselho” lhe diríamos que autoridade não se exerce com gritos, e sim com postura, segurança e acima de tudo educação. O “dialogo” com Alex Silva, nos primeiros minutos foi, no mínimo, excessivo... Luis Alexandre Nielsen deu uma vacilada marcando impedimento inexistente do ataque do São Bernardo.
 
 
 
Bola Cheia para os 32.174 torcedores que sofreram por 80 minutos em Palmeiras 2x0 Capivariano, somente soltando a voz após os 35 minutos da etapa final com os gols de Robinho. Arbitragem de Norberto Luciano Silveira interferiu no vencedor? Não. Foi uma arbitragem muito ruim? Não. Mas teve situações que merecem comentários: Deixou para nós de marcar penalidade máxima sobre Arouca para “privilegiar” vantagem que acabou não sendo “real” na seqüência da jogada. Fez toda uma “misancene” para punir com Cartão Amarelo, correto, aliás, para Franci que simulou infração, saiu de maca, e ao dela descer queria retornar ao jogo. Não permitiu o retorno erroneamente, pois não é o que a Regra lhe determina, em situação que deveria permitir e “amarelar” na primeira oportunidade que a bola estivesse parada. De um duplo erro acabou acertando: Penalidade máxima cometida sobre Cristaldo, que estava impedido, mas não assinalado pelo assistente Leandro Rodrigues que inclusive “corre para o fundo” alertando sobre a infração penal. Nada marcou e com os dois erros, sem querer acertou. Novo “misancene” feito quando da decisão em punir com Cartão Amarelo (mostrou-se indeciso e procurava ao Assistente Leandro pedindo ajuda) e não Vermelho por “possível” situação de gol com agarrão em Dudu. Muito preocupado em conversar com jogadores, o fez a partida inteira, procurava demais os Assistentes “pedindo ajuda” e teve situações inusitadas: Marcou infração próxima á área do Capivariano recolheu a bola e com ela nas mãos foi dar atendimento á contundido na outra área alem de aos 48 minutos ao invés de encerrar com a bola fora de jogo, em tiro de meta, dirige-se a Fernando Prass, diz algo, este chama Vitor Hugo que “enseba” para cobrança, pois queria o terceiro amarelo claramente por sua ação. S.Sa. sai do meio de campo, vai até a área palmeirense, mostra o Cartão Amarelo e só aí encerra a partida. Ou seja: Apanhou a bola quando deveria deixar no local da infração, e não encerrou, apanhando a bola, pois o tempo já havia se esgotado e estando ele á frente da área penal. Detalhe: Os gols do Palmeiras, quase no final, “salvaram” as analises sobre seu trabalho pelo fato de que não interferiram no vencedor. Risser Jarussi marcou infrações desnecessariamente em situações de domínio e visão do árbitro e Leandro Rodrigues “deu sorte” por não sair o gol após impedimento de Cristaldo e acima comentado.
 
Bola Cheia para Corinthians 3x0 Mogi Mirim na primeira derrota dos interioranos no Paulistão. Partida agradável, domínio maior do Corinthians na segunda etapa, e vitoria justíssima. Arbitragem de bom nível de Guilherme Cereta de Lima, uma única contestação no segundo gol da partida, com puxão de Guerrero no zagueiro adversário, mas em lance na maior responsabilidade do Assistente Leandro Feitosa que tinha visão “aberta” e próxima da infração.  Com domínio completo sobre os jogadores esteve bem técnica e disciplinarmente e sem problemas com relação á sua condição física. O eventual erro no lance do segundo gol não invalida sua boa atuação e isto pelo fato de que não mudou o vencedor da partida.
 
Santos 4x2 Linense fecharam a rodada no Pacaembu e, apesar dos gols da equipe de Lins, nenhuma dificuldade em mais uma vitoria do peixe, e com Robinho mais uma vez muito bem. Douglas Marques das Flores teve pequenos erros, mas esteve muito bem na partida nos aspectos técnicos e disciplinares.  Ficamos somente em duvida quanto á existência da penalidade máxima marcada para o Linense, e por isso ficamos com sua decisão. Curiosamente mais erraram os Assistentes, com Fernando Alonso marcando errado a dois impedimentos do Santos e o bom Emerson Carvalho transformando dois Tiros de Canto para o Linense em Tiros de Meta para o Santos. Ficou ainda a duvida se, no segundo gol do Linense a bola saiu ou não na origem do Tiro de Canto, e gol na seqüência, em lance também apontado por Fernando Alonso.
 
 
“SE FALA DE MIM PELAS COSTAS, É SINAL QUE ESTOU SEMPRE NA SUA FRENTE”...

Leia mais
  1. BOLA CHEIA 16/10
  2. BOLA CHEIA 11/10
  3. BOLA CHEIA 02/10
  4. BOLA CHEIA 25/09
  5. BOLA CHEIA - 18/09/2017
  6. BOLA CHEIA - 11/09/2017
  7. BOLA CHEIA 28/08
  8. BOLA CHEIA - 21/08/2017
  9. BOLA CHEIA - 14/08/2017
  10. BOLA CHEIA - 07/08/2017
  11. BOLA CHEIA - 31/07/2017
  12. BOLA CHEIA - 24/07/2017
  13. BOLA CHEIA - 17/07/2017
  14. BOLA CHEIA - 10/07/2017
  15. BOLA CHEIA - 03/07/2017
  16. BOLA CHEIA - 26/06/2017
  17. BOLA CHEIA - 19/06/2017
  18. BOLA CHEIA - 12/06/2017
  19. BOLA CHEIA - 05/06/2017
  20. BOLA CHEIA - 29/05/2017
  21. BOLA CHEIA - 22/05/2017
  22. BOLA CHEIA - 15/05/2017
  23. BOLA CHEIA 07/05
  24. BOLA CHEIA 01/05
  25. BOLA CHEIA - 24/04/2017
  26. BOLA CHEIA - 17/04/2017
  27. BOLA CHEIA 11/04
  28. BOLA CHEIA - 03/04/2017
  29. BOLA CHEIA - 27/03/2017
  30. BOLA CHEIA - 20/03/2017
  31. BOLA CHEIA 13/03
  32. BOLA CHEIA - 06/03/2017
  33. Bola Cheia - 26/02
  34. BOLA CHEIA - 20/02/2017
  35. BOLA CHEIA - 13/02/2017
  36. BOLA CHEIA - 06/02/2017
  37. BOLA CHEIA - 30/01/2017
  38. BOLA CHEIA - 23/01/2017
  39. BOLA CHEIA - 16/01
  40. BOLA CHEIA - 09/01/2017
  41. BOLA CHEIA - 19/12
  42. BOLA CHEIA - 12/12/2016
  43. BOLA CHEIA - 05/12
  44. BOLA CHEIA - 28/11/2016
  45. BOLA CHEIA - 21/11
  46. BOLA CHEIA - 14/11/2016
  47. Bola cheia - 07/11
  48. Bola cheia - 24/10
  49. BOLA CHEIA - 17/10
  50. BOLA CHEIA - 10/10
Anterior 1 2 3 4 5 6 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440