Bola Murcha - 27/04

Bola Murcha para o Nacional que, na ultima rodada da A3, empatando com o Taubaté ficou fora das finais, ate aí tudo normal e natural, mas um fato que também é via de regra normal e natural foram as agressões sofridas pelo arbitro assistente Danilo Ricardo Simon Manis durante e após a partida. Dizemos normal e natural, pois tempos atrás num Nacional x Rio Preto o vestiário da arbitragem teve suas portas arrombadas e as roupas da equipe de arbitragem jogadas para baixo dos chuveiros abertos, mesmo vencendo o jogo por 2x1 e a arbitragem acertando em penalidade máxima e expulsão. Manis foi agredido com soco nas costas e pontapé no joelho e acertou no lance que gerou toda confusão. Ate mesmo um fiscal da FPF (Valtier Criado Filho) foi agredido após o termino da partida. Esperamos que o SAFESP acompanhe de perto este caso e a FPF haja como não agiu anteriormente.
 
Bola Murcha para a Conmebol que na escala de São Paulo x Corinthians pela Libertadores “esqueceu-se” da arbitragem paulista nas duas partidas que disputaram entre si. E domesticamente também estranhamos Luis Flavio de Oliveira, um de nossos FIFA atuando como Arbitro Reserva em jogo do Campeonato Mineiro na semana retrasada. Respeitamos mas não gostamos, pois se tratava de um jogo comum e domestico, de outra Federação, e não na sua de origem onde teria de respeitar escala, o que poderia ser entendido como normal, como, aliás, foi sua escala na mesma função em São Paulo x Corinthians na Libertadores. Reserva de jogo comum sugere desvalorização...
 
Bola Murcha para quem não cobrar Elias, do Corinthians, por sua fala após a derrota para o São Paulo. Perguntado sobre a arbitragem disparou: “Aconteceu algo de muito estranho hoje aqui no Morumbi... Não posso falar mais... Quem dele vai cobrar “o que aconteceu de muito estranho”?
 
Este é nosso país: Conta de energia com gasto inferior aos meses anteriores na ordem de 28%, e acréscimo em reais na ordem de 74%. Os ladrões roubam e nós pagamos a conta. Parece que tudo é normal para nossos governantes omissos e nós, os prejudicados, ficamos de mãos atadas. Até na conta a bandeira é Vermelha, como Vermelhos estamos nós: de vergonha...
 
Não bastasse a noticia de suspensão de Jobson por quatro anos, pela FIFA e por doping quando jogava na Arábia, também não foi novidade a noticia de que Piá, ex Ponte Preta, Santos e Corinthians, infelizmente voltou a aprontar. Foi preso tentando violar caixa eletrônico, tentando “pescar” envelopes. Não foi novidade, pois já são inúmeros os casos em que se envolveu por furtos, porte de armas, drogas, e até mesmo co-autor de assassinato de um mecânico em Limeira.
 
Bola Murcha para Palmeiras 1x0 Santos na primeira partida das finais do Paulistão. Para o Palmeiras que não soube, com a partida totalmente nas mãos liquidar com a “fatura” já nesta ocasião. Para o Santos que se mostrou totalmente dependente de Robinho e não foi nem sombra da equipe  que ao longo do campeonato jogou muita bola. Porém destaque-se que, e agora incluindo-se a arbitragem na analise geral, tivemos uma partida absolutamente atípica e que, com interpretações e critérios melhor definidos poderia ter um resultado final totalmente diferente. Não gostamos da arbitragem de Vinicius Furlan, “perdido” em vários momentos da partida, sendo “atrapalhado” por Assistentes e na mesma medida em que “foi salvo” por Assistente. Preferimos nesta ocasião não detalhar cada um dos lances visto que foram inúmeros durante a partida e de características determinantes. A desconcentração de Furlan pode ser medida pelo Cartão Vermelho aplicado a David Brás (bem moreno) e não para Paulo Ricardo (branco e bem claro) e num lance “aberto” e de fácil visualização quando da penalidade marcada e num lance em que o árbitro já deve chegar de Cartão Vermelho levantado de imediato.
 
 
“ÀS VEZES A RESPOSTA, É A PROPRIA PERGUNTA...”

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440