Bola Cheia - 11/05


Dulcídio Wanderley Boschillia, 14 de Maio de 1998, 17 anos sem o Alemão... Sete finais de Campeonato Paulista: 1974, 75, 77, 81, 83, 86 e 87. Duas finais de Campeonato Brasileiro: 1975 e 1988.  Saudades do Alemão...
 
 
Bola Cheia e momento de extrema felicidade para Mazinho, ex lateral e volante brasileiro. Seus filhos Rafinha e Thiago Alcântara jogando uma semifinal da Uefa Champions League com um jogando para o Barcelona e o outro pelo Bayern Munique na primeira partida no meio de semana. É a riqueza (mal trabalhada) do futebol brasileiro...
 
 
São Paulo 1x0 Cruzeiro fez total justiça á equipe que mais buscou a vitória e que somente não teve números maiores graças á duas figuras, uma direta e outra indireta: A primeira  e direta o goleiro Fabio que, fazendo sua obrigação, fez pelo menos três defesas de grande porte, e a segunda, esta indireta, Carlos Amarilla que, não fazendo sua obrigação, deixou de marcar penalidade máxima sobre Rafael Toloi. Uma noite onde o grande destaque foi o publico de mais de 66 mil torcedores, produzindo uma imagem maravilhosa do Morumbi sem praticamente espaços vazios, numa “fotografia” do entorno do gramado que nos remeteu á tempos passados. Carlos Amarilla teve atuação de boa qualidade, mas pecou na não marcação da penalidade máxima acima destacada.
 
 
Bola Cheia para a Ponte Preta que foi ao Olímpico enfrentar o Grêmio e não se intimidou. Grêmio 3x3 Ponte Preta foi um bom jogo de futebol e com a “Macaca Veia” marcando gol de empate aos 49 minutos do tempo final (acréscimos) mostrou a que veio no Brasileirão. Arbitragem normal de Heber Roberto Lopes.
 
 
Não assistimos à partida como um todo, mas ficamos muito felizes ao ver a Rua Javari praticamente lotada em Juventus 5x1 Votuporanguense. Há muitos e muitos anos que tal fato não acontecia, com a grande maioria vestindo as camisas grenás do “Moleque Travesso” e empurrando o time que se aproxima do acesso para a Série A2 do Paulistão.
 
 
Cruzeiro 0x1 Corinthians jogaram na Arena Pantanal, com publico total de 11.000 pessoas, e, pasmem, com somente 8.000 pagando ingresso e 3.000 entrando “na faixa”. São números arredondados, mas inconcebíveis no futebol profissional. Em campo aproveitou-se melhor o Corinthians e teve méritos para vencer. Anderson Daronco apesar de com domínio sobre a partida errou para nós técnica e disciplinarmente. Penalidade máxima sobre Petros aos 24 minutos da etapa final foi a “mancha” técnica. Disciplinarmente não amarelou Edilson do Corinthians logo no inicio por pontapé em adversário, fazendo-o alguns minutos após quando de reincidência. Sem critério permitiu que Gabriel Xavier, já amarelado, agarrasse acintosamente Wagner Love e deveria ter sido expulso pelo segundo cartão. Fez vistas grossas ainda para Emerson Scheik que pisou maldosamente no pé de Fabiano, tirando-o da partida com 5 minutos da etapa final, e sem receber, pelo menos, Cartão Amarelo.
 
 
Exceção feita ao Palmeiras que empatou com os reservasnBola, Cheia, jogando, Brasileiro, brasileiro, finais, Campeonato, Alemão, volante, lateral, filhos, Alcântara, semifinal, Mazinho, Thiago, Rafinha, extrema, Saudades, Paulista, Boschillia, Dulcídio, felicidade, momento, Wanderley do Atlético Mineiro, e em casa, foi bom o inicio de Brasileiro das equipes paulistas. Corinthians com um resultado importante por jogar como visitante contra o Cruzeiro, um dos favoritos, São Paulo fazendo, e bem, seu papel como mandante frente ao Flamengo, Santos, também como visitante, mas poderia ter  vencido contra o limitado Avaí, e a surpreendente Ponte Preta num belíssimo empate contra o fortíssimo Grêmio em Porto Alegre. Curiosamente o único mandante que perdeu na rodada, o Cruzeiro, jogou fora de casa cumprindo punição.
 
 
Bola Cheia também para a estréia do São Paulo vencendo ao Flamengo no Morumbi. E com o Amigo Milton Cruz até aqui dando conta do recado, mostrando acima de tudo humildade e simplicidade o que sempre foram suas características. Parabéns Miltão. Sabemos das dificuldades que terá em Minas Gerais, mas estaremos torcendo por você.
 
 
 
“QUEM NÃO QUER QUANDO PODE, NÃO VAI PODER QUANDO QUISER...”

Leia mais
  1. BOLA CHEIA 20/11
  2. BOLA CHEIA 13/11
  3. BOLA CHEIA 06/11
  4. BOLA CHEIA 30/10
  5. BOLA CHEIA 23/10
  6. BOLA CHEIA 16/10
  7. BOLA CHEIA 11/10
  8. BOLA CHEIA 02/10
  9. BOLA CHEIA 25/09
  10. BOLA CHEIA - 18/09/2017
  11. BOLA CHEIA - 11/09/2017
  12. BOLA CHEIA 28/08
  13. BOLA CHEIA - 21/08/2017
  14. BOLA CHEIA - 14/08/2017
  15. BOLA CHEIA - 07/08/2017
  16. BOLA CHEIA - 31/07/2017
  17. BOLA CHEIA - 24/07/2017
  18. BOLA CHEIA - 17/07/2017
  19. BOLA CHEIA - 10/07/2017
  20. BOLA CHEIA - 03/07/2017
  21. BOLA CHEIA - 26/06/2017
  22. BOLA CHEIA - 19/06/2017
  23. BOLA CHEIA - 12/06/2017
  24. BOLA CHEIA - 05/06/2017
  25. BOLA CHEIA - 29/05/2017
  26. BOLA CHEIA - 22/05/2017
  27. BOLA CHEIA - 15/05/2017
  28. BOLA CHEIA 07/05
  29. BOLA CHEIA 01/05
  30. BOLA CHEIA - 24/04/2017
  31. BOLA CHEIA - 17/04/2017
  32. BOLA CHEIA 11/04
  33. BOLA CHEIA - 03/04/2017
  34. BOLA CHEIA - 27/03/2017
  35. BOLA CHEIA - 20/03/2017
  36. BOLA CHEIA 13/03
  37. BOLA CHEIA - 06/03/2017
  38. Bola Cheia - 26/02
  39. BOLA CHEIA - 20/02/2017
  40. BOLA CHEIA - 13/02/2017
  41. BOLA CHEIA - 06/02/2017
  42. BOLA CHEIA - 30/01/2017
  43. BOLA CHEIA - 23/01/2017
  44. BOLA CHEIA - 16/01
  45. BOLA CHEIA - 09/01/2017
  46. BOLA CHEIA - 19/12
  47. BOLA CHEIA - 12/12/2016
  48. BOLA CHEIA - 05/12
  49. BOLA CHEIA - 28/11/2016
  50. BOLA CHEIA - 21/11
Anterior 1 2 3 4 5 6 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440