Bola Murcha - 08/06

Nem vale a pena escrever sobre os escândalos que assolam o futebol brasileiro e mundial e em respeito àqueles que vivem ou viveram, ou trabalharam no futebol com decência e dignidade e deste futebol, por serem dignos, se afastaram ou foram afastados por não comungarem com as indecências que lhes eram exigidas, mas não aceitas ou cumpridas. Aos indignos e não decentes somente nos resta ter pena, ter dó, e ter pena e dó por terem conseguido aquilo que não lhes pertencia, com os bolsos cheios de dinheiro, com um poder que todas as portas lhes abriam, mas que hoje são humilhados publicamente para, não somente a eles, mas muito e principalmente á seus pais, esposas e filhos terem de pedir perdão pela vergonha que a cada um deles faz passar. Valeu à pena o risco dessa humilhação atual e as demais que certamente virão a eles e mais alguns? E, pedindo perdão á seus pais, esposas e filhos, Deus permita que todos, os já citados e os ainda não citados, especialmente os de nosso futebol, recebam exatamente o que merecem, por tudo que de ruim fizeram e pela tristeza que sempre causaram aos dignos e decentes...
 
E em seqüência ao fato mais comum e normal no futebol brasileiro, depois de Luxemburgo, Drubisck, Felipão, “Milton Cruz” chegou a vez de Marcelo Oliveira perder o emprego e para nos de maneira injusta pelo trabalho que apresentou nas ultimas temporadas. Até aqui cinco rodadas e seis “treineiros” dispensados. Hemerson Maria, do Joinville caiu na quinta feira...
 
Bola Murcha novamente para o Timão que, ao que tudo indica esta realmente “virando o fio” e acumulando maus resultados como foi no meio de semana em Grêmio 3x1 Corinthians. Levou dois gols em cinco minutos do primeiro tempo, até que se equilibrou depois, mas não o suficiente para ter melhor resultado. E para nós, Tite vem neste momento se mostrando incoerente, tanto nas suas falas como nas suas escalas. È um momento difícil e que vai requerer muito equilíbrio de diretoria, comissão técnica e jogadores. Wilton Pereira Sampaio, mesmo com suas limitações não se comprometeu na partida tanto técnica como disciplinarmente e fez boa arbitragem. Fisicamente mostrou-se bem preparado.
 
Com todo respeito ao craque Pelé, o cidadão Edson continua pisando na bola: Quando Blatter foi reeleito o Edson elogiou aquele que continuaria no poder, mas quando perguntado sobre a renuncia de Blatter disse: “o que a corrupção faz, isto não é problema meu”. Mas, com Blatter no poder era? Mas a vida repete a comédia e entre nós Ronaldo pede saída de Marco Pólo, Delfin critica Del Nero, e a Dona Neusa Marin promete abrir o bico... Já vimos filmes iguais com coadjuvantes diferentes na nossa passagem pelo futebol, e que até poderão voltar neste momento como atores principais...
 
E lá China o treinador Cuca, acreditem se quiserem, reclamava da arbitragem discutindo com o árbitro quando este lhe desferiu um soco que abriu seu supercílio. Caramba é banana comendo macaco. Nunca vimos isso. E Felipão que acertou com equipe chinesa na semana passada já viu o que vai encontrar não é mesmo? Este que adora “ir para cima da arbitragem” vai ter que se cuidar.
 
Bola Murcha para as penalidades máximas marcadas pelos árbitros Péricles Bassols e Alexandre Vargas Tavares em São Paulo x Grêmio e Vitória x Atlético Goianense. Será que teremos novamente a volta do “bateu na mão é pênalti” e teremos que relembrar de Jorge Larrionda e dos instrutores brasileiros?
 
E para fechar solenemente: Vergonha, Vergonha, Vergonha, time sem vergonha... Figueirense 2x1 Palmeiras. É o “fantasma” se aproximando novamente e para alguns parece      que está tudo normal. E o torcedor palmeirense ainda é obrigado a ouvir de seu treinador que “é um time evoluindo, altos e baixos, praticamente não tivemos tempo para treinar” (?) Se o Palmeiras não mereceu criticas contra o Inter nacional, apesar de não vencer, desta feita somente merece uma coisa: Criticas...
 
 
 
“É BEM MELHOR COMER PÃO COM DEUS DO QUE CAVIAR COM O DIABO...”

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440