Bola Murcha - 13/07

Bola Murcha para o “menino” Neymar ainda em idade de formação e que está, mais do que nunca, necessitando orientação. Alguém precisa puxar as orelhas deste garoto e mostrar a ele quais são os caminhos certos da vida. Nada contra o direito que tem de se divertir, de curtir como dizem eles, mas por traz disto tudo existe uma carreira regiamente paga no exterior, existem inúmeros patrocinadores “já incomodados” com certas atitudes e especialmente imagens, existem crianças que tentam copiar tudo que dele vem. Ser ídolo é muito bom, ser ídolo traz fama e riqueza, mas ser ídolo também tem preço e traz responsabilidades. Nada de comparações, mas quem se esquece de Adriano, o “Imperador”? Do outro nem queremos falar pelo fato de já ser “macaco velho” e “manjado” em certas situações, mas Ronaldo Nazário também já deveria “ter se coçado”...
 
Bola Murcha, mas muito murcha mesmo para o Santos que levou uma sapecada do Goiás no Serra Dourado e por 4x1. Mostrou-se um time desorientado, desarrumado, com uma defesa horrorosa entregando os gols ao adversário, um meio de campo de nenhuma criatividade e um ataque resumido aos gols de Ricardo Oliveira. Mais uma rodada dormindo na zona do rebaixamento e com poucas perspectivas de dela sair. Anderson Daronco houve-se bem na arbitragem, marcando corretamente as duas penalidades máximas, uma para cada equipe, e sem problemas de ordem física, técnica ou disciplinar.
 
E na quarta feira o Time dos Demitidos foi completado e a escalação oficial foi confirmada com a chegada de Dorival Junior no lugar de Marcelo Fernandes no Santos. Assim e na décima segunda rodada lá vão os onze demitidos: Drubisky, Hemerson Maria, Felipão, Marcelo Fernandes e Luxemburgo. Doriva, Oswaldo Oliveira, Marquinhos Santos e Helio dos Anjos, Milton Cruz e Marcelo Oliveira.  E se já não aconteceu espera-se ainda durante a semana a chegada de Cristovão Borges, do Flamengo, para treinar o Time dos Demitidos.
 
Heber Roberto Lopes esta se especializando: nas duas ultimas que arbitrou não marcou penalidade máxima de Gil, em Corinthians x Goiás e de Wellington Silva em Fluminense x Cruzeiro. Em tese dois resultados que mudariam os vencedores já que o Goiás empatou sem gols e o Fluminense venceu por um gol de diferença. Curiosamente arbitrou bem as duas partidas, mas com estas duas falhas determinantes.
 
Bola Murcha para a Ponte Preta 0x2 Atlético Mineiro, com a macaca depois de um inicio de campeonato arrasador perdendo o rumo e acumulando mais resultados. Claro que jogou contra o líder, mas mesmo assim poder-se-ia esperar um resultado melhor. E o Galo segue firme, forte e imbatível e agora com seis vitorias seguidas. Rodolfo Toski Marques comandou a partida sem maiores problemas.
 
Se não fosse trágico seria comigo, mas eis que retorna ao apito nacional no Campeonato Brasileiro um senhor de nome Francisco Carlos Nascimento, que ate dizem ser boa pessoa, mais conhecido por Chicão das Alagoas, e lá está ele a arbitrar Joinville x Internacional. Nem vamos comentar, mas procurem ver a penalidade máxima que ele marcou contra o Joinville. Qual é o grande mistério deste moço continuando a apitar? Que nos perdoe o homem e o ser humano, mas o “árbitro” é digno de risos...
 
 
 
“SE VOCE NÃO SABE O FUTURO QUE QUER, DEVE ACEITAR O FUTURO QUE VIER”...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua do Bosque, 1904

01136001

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua do Bosque, 1904
Mauá,SP   01136001
Work:11 3392-5440