UM SETE (a) UM

Lendo a coluna de Oscar Roberto Godoi observamos que, em seu blog assim se expressou: “A arbitragem brasileira precisa entender que faltinha, falta ou faltona é para ser marcada. Regra é Regra. O que está no livro é o que deve ser interpretado e não as orientações do presidente da comissão de arbitragem da CBF, Sergio Correia da Silva”. É um tema que muito nos incomoda também e que constantemente aqui observamos em nossas colunas. Diríamos ao Amigo Godoi que a “fobia” para mostrar estatísticas “mascaradas” por esta situação e sem o cumprimento das Regras do Jogo é o que mais “particularmente” lhes interessa e que se danem as regras e o futebol. Já se vão anos e anos que “os leigos maiores” que comandam nosso futebol se deixam levarem pelos “171” números que lhes são apresentados quando, na realidade, jogos e campeonatos são decididos a partir dos erros “exigidos” de nossos árbitros por quem os comanda, mas este, através de seus relatórios estatísticos vai se aproveitando e se mantendo devido ao “engana trouxa” que a nós, e também ao Godoi, não convenceu, não convence e nunca convencerá.
 
Mas não somos insensíveis e entendemos perfeitamente que com menos faltas marcadas o futebol fica mais dinâmico, mais bonito, tem maior possibilidade de se jogar mais tempo efetivo de bola rolando, da maior condição de marcação de gols, mas isto não pode ser conseguido da forma que acontece no futebol brasileiro onde se orienta que “faltinhas” (que também são infrações) não devem ser marcadas.
 
Ou será que estas pessoas tentarão também um dia com tais atitudes acabar com o espírito maior deste esporte, responsável pelo equilíbrio, pela legitimidade e, sobretudo pela igualdade determinada pelas Regras quando á elas lhe ordena:
 
 
                           “NUNCA PRODUZIR BENEFICIOS AOS INFRATORES’
 
 
ET. E raciocinem que no futebol brasileiro não é somente dentro de campo que este espírito é descumprido ou não entendido, pois fora do campo tais atitudes somente tem produzido “benefícios aos infratores”...
 
 
Gustavo Caetano Rogério

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440