Bola Murcha-03/08

Bola Murcha, e acreditem se quiserem, para a Dona Dilma Roussef em seu discurso no lançamento do Pronatec Aprendiz: “NÃO VAMOS COLOCAR META, VAMOS DEIXAR A META ABERTA, MAS, QUANDO ATINGIRMOS A META VAMOS DOBRAR A META”. Já imaginaram como devem andar as outras “metas” desta senhora? E falamos das metas para nosso país, não as suas individuais e pessoais que devem andar muito bem...
 
Bola Murcha para Tite que, conforme Renato Augusto orienta sua equipe de que “o campeonato é de pontos corridos e não de gols corridos” numa alusão clara de que é “fazer um e retrancar”. Esta é talvez a principal razão do enfraquecimento de nossa seleção, pois, poucos técnicos não usam tal expediente que afronta aquilo que é a maior característica de nosso futebol: o ataque e os gols...
 
Infelizmente, e para quem não sabe, o glorioso CR Vasco da Gama não está mal das pernas somente dentro de campo. Atolado em dívidas trabalhistas e tributárias e praticamente sem receitas (todas comprometidas em dividas) corre seriamente o risco de fechar suas portas.
 
Bola Murcha para Palmeiras 0x1 Atlético Paranaense, e se não pelo bom momento que vive, mas pela má atuação do Palmeiras nesta ocasião. Muitos erros de passe, poucos chutes a gol, e sem a mesma criatividade de partidas anteriores. Muito bem o Atlético que além de quebrar a invencibilidade do Verdão ainda o tirou do chamado G4. Arbitragem de Ricardo Marques Ribeiro não comprometeu o resultado final, mas não foi o mesmo de atuações outras. Vários erros de pequena monta.
 
Se a partida não chegou ser uma Bola Murcha, com bons momentos e dois gols de linda feitura, é inegável que o Flamengo 2x2 Santos, como resultado prático, e pela classificação de ambos em quase nada os ajudou. Duas etapas distintas e Maracanã “abarrotado”, bonito de ser ver. Arbitragem de Anderson Daronco com muitos altos e baixos, e até marcando faltas inexistentes (curioso isso), não aplicando os Cartões Amarelos devidos, e para nós deixando de marcar duas penalidades máximas favoráveis ao Flamengo aos 28 minutos do primeiro e 42 do segundo tempo. Teoricamente interferiu no resultado final.
 
 
 
 
 
“A MENTIRA É COMO UMA BOLA DE NEVE; QUANTO MAIS ROLA, TANTO MAIS AUMENTA”...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440