Oque é erro de arbitragem ?

O QUE É ERRO DE ARBITRAGEM?
 
Muito se tem discutido nas ultimas semanas a participação dos árbitros no Campeonato Brasileiro, ilações defavorecimento sendo feitas, dirigentes jogando pressão no pré-jogo, CBF mudando rota a cada momento ora explicando as decisões ora se escondendo, “sorteios” que na verdade não são sorteios e sim escalas diretas pela forma que são organizados. Sorteio é colocar vários árbitros para cada jogo e não “escalar” dois para cada jogo. E olha que não somos favoráveis ao Sorteio de Árbitros, aliás, “álibi” usado pelo dirigente quando as coisas vão mal. “Lamento, mas é sorteio, que podemos fazer?”.
 
Mas na verdade o que é erro de arbitragem? Costumo dizer que erro de arbitragem é aquilo que todo mundo vê e só o árbitro não vê. Costumo dizer que erro que somente se vê por TV não é “erro”, apesar do erro. A falibilidade humana existe e quem lá está tomando decisões não é um “robô programado”. Tem somente um ângulo de visão e concorre com inúmeras câmeras de TV e pasmem, até com “lupa” em algumas situações. É desumano, é maldoso, mas é a evolução, é sinal dos tempos, é a tecnologia avançando e o árbitro, na contra mão, juntamente com os gandulas os únicos amadores do futebol e sem elementos para modernizarem suas funções ou minimizarem seus erros de seres humanos falíveis.
 
Erro é não marcar a penalidade máxima de Uendel no São Paulo x Corinthians, “erro” não é o de Nadine Bastos no Avai x Corinthians. Um é erro de incompetência, de inabilidade, outro é “erro” de dificuldade extrema. Pelo menos estas diferenciações poderiam todos tentar fazer em cada situação, mas não: tudo é erro, tudo é má fé, e tudo é “erro” direcionado. O erro maior do árbitro é não “acreditar” que vai existir uma imagem de TV mostrando aquilo que ele viu, mas não marcou, tipo o “agarra-agarra” nas áreas penais. Esse além de erro é má fé. Erro de arbitro é “detonar” um sistema de Adicionais que teria tudo para dar certo e minimizar erros nas áreas penais, mas a “vaidade” de ser humano individualista fez com que não desse certo. 
 
Erro é num quadro com centenas de árbitros se verem “meia dúzia” quarta e domingo sendo repetidos, e o que é pior, depois de serem contestados na rodada anterior. Erro é num quadro com centenas de árbitros se exporem da forma que foi exposto Luis Flavio de Oliveira que de árbitro FIFA acabou por todos sendo chamado de “árbitro paulista”. Erro é se expor Nadine Bastos como foi exposta em Avaí x Corinthians e, por um erro de extrema dificuldade anulando gol dos locais, já imaginaram como foi seu “dia seguinte” ela que é moradora de Santa Catarina?
 
O erro na arbitragem não esta exclusivamente dentro de campo. Dentro de campo existem as dificuldades, a falibilidade humana, mas se houver mais atenção com os erros de fora do campo talvez as coisas possam melhorar. A vaidade de alguns precisa ser “guardada no armário” e em troca se pensar um pouco mais na arbitragem como arbitragem e não se pensar “que eu sou a arbitragem”.  Será que todos que nos lêem têm também o sentimento de que tem árbitro “obedecendo” pelas próximas escalas e não “praticando” aquilo que é de suas convicções? Será que tem observador de arbitragem, delegado, tutor, inspetor, ou sei lá mais o que supervalorizando notas e pelas mesmas razões? Aliás, qual a razão de se escalar estas pessoas fora de seus estados de origem? Isto muda o que, ou agrada a que?
 
Quando se critica uma arbitragem pelos erros dentro do campo, podem ter a certeza de que, provavelmente, erros maiores já aconteceram antes do jogo e fora de campo em detalhes que ninguém analisa...   
 
Gustavo Caetano Rogério

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440