Bola Cheia - 28/09

 BOLA CHEIA para o Cruzeiro, legitimo Campeão da Copa do Brasil, e que para chegar  a isso passou por São Paulo, Grêmio, Palmeiras, o que lhe dá um maior 'carimbo" de qualidade na competição. Na decisão contra o Flamengo uma partida fraca tecnicamente e onde o medo de perder tirou das equipes a chance maior de ganhar , mas éra decisãoe tudo se tem de respeitar. O 0x0 durante os noventa minutos foi algo justo e castigo seria alguém vencer no tempo normal. Nas penalidades foi a Raposa mais competente, não desperdiçou nenhuma delas e coube ao "astro" Diego perder a sua e determinar a vitória cruzeirense. Capitulo á parte foi a arbitragem de Luis Flavio de Oliveira que, não foi perfeito, teve mínimos erros, "segurou" alguns Cartões Amarelos, mas pelo momento vivido por nossa arbitragem merece todos os elogios e cumprimentos pela serenidade, competencia, e domínio absoluto sobre os jogadores fazendo com que uma grande e nervosa decisão tivesse começo, meio e fim. Éum momento do apito que necessita ser destacado. Parabéns.
 
BOLA CHIEA para o Santos que no Allianz Parque venceu ao Palmeiras por 1x0 e continua na "caça" do lider Corinthians. Partida atípica, dominio palmeirense na primeira etapa com o Peixe saindo esporadicamente em um ou outro contra ataque, mas sem levar grandes perigos para Fernando Prass. E como no futebol nem sempre quem joga melhor vence, foi o Santos totalmente "empurrado" pelo Verdão na segunda etapa e, numa  de suas escapadas rapidas acabou conseguindo o gol e por consequencia a vitória. Vitória justa, aliás, pois seu gol foi marcado legitimamente, mas para o Palmeiras pode-se falar em "injustiça" por ter sido melhor na partida. Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza não foi, para nós, o mesmo bom árbitro do retrospecto, não teve erros determinantes, mas teve critérios distintos no julgamento na marcação ou não de infrações. Nada que invalide sua boa qualidade mas neste clássico não esteve em seus melhores dias.
 
BOLA CHEIA para a Academia Desportiva Manthiqueira, Campeão Paulista da Segunda Divisão. A equipe de Guaratinguetá conseguiu o acesso e o título ao vencar o São Bernardo por 2x1, e para quem não sabe, é clube cujas ações diretivas e de jogadores são calcadas no Jogo Limpo, na Honestidade e tem uma cartilha que regem seus principios do dia a dia. Vale a pena conhecer a Cartilha de Conduta implantada no clube para a partiipação nas partidas. Parabéns, Manthiqueira, e sucesso...
 
BOLA CHEIA para o Corinthians que, mesmo não jogando bem conseguiu um empte muito valioso contra o  Cruzeiro no Minerão, mantendo sua "gordura", e agora sobre o Santos. Primeira etapa totalmente dominada pelos mineiros e com o Timão sem força ofensiva. Já na segunda etapa mudou o Corinthians e passou a ter  maior ação ofensiva na partida, porém faltando o homem da finalização. Teve ainda gol de Balbuena anulado erroneamente por impedimento inexistente, mas conseguiu através de uma penalidade máxima igualar  em 1x1, um resultado que c ertamente o satisfez. Rodolpho Toski Marques teve bom desempenho técnico, fisico e disciplinar, (exceto a dura que levou de Fagner) marcou com acerto penalidade máxima para o Corinthians. Gol anulado de Kazin correto e na ação de Bruno Boschillia, mas gol de Balbuena mal anulado por ação de Vitor Hugo Imazu num impedimento marcado de forma equivocada. Errou numa reversão de arremesso lateral, "sendo juvenil" pois reverteu a cobrança do Cruzeiro por cobrança fora do local de saída de bola (e isto corretamente), mas quando o Corinthians cobrou a reversão, o fez no mesmo local onde foi o Cruzeiro punido.
 
BOLA CHEIA para o São Paulo que venceu ao Sport por 1x0, de quebra saiu da Zona de Rebaixamento, em um resultado que deve, e muito, pelas duas defesas "monstruosas" do goleiro Cidão e as duas dentro dos "49 minutos" da etapa final.
 
ESPELHO, ESPELHO MEU... PORQUE AS PESSOAS SE PREOCUPAM MAIS COM A MINHA VIDA DO QUE EU

Bola Cheia para a ANAF que, em sendo verdadeira a noticia, entrou na Justiça com uma ação para que a imagem dos árbitros não apareça nas transmissões dos jogos, tem como alvo a TV Globo que detém os direitos de transmissão, e visa o recebimento do Direito de Arena. Mas importante é ir até o fim e não se deixarem levar por pressões que certamente irão surgir, já que sabemos existirem dentro da própria CBF, até mesmo por alguns que sempre se disseram defensores desta causa.
 
Bola Cheia para o Palmeiras que foi a Porto Alegre e conseguiu um excelente resultado, apesar de que, se aproveitasse as situações claras de gol que perdeu, além da penalidade máxima desperdiçada por Lucas Barrios já teria sacramentado e liquidado a fatura nesta fase da Copa do Brasil. Internacional 1x1 Palmeiras tiveram arbitragem às vezes confusa de Sandro Meira Ricci marcando bem penalidade máxima para o Palmeiras, mas que, por seu gestual confuso não parecia ter tomado tal decisão. Permitiu uma cobrança rápida de falta para o Palmeiras, e ai sim fazendo o gesto correto de seqüência, mas equivocadamente voltando atrás para cobrar novamente. Três Cartões Amarelos para o Internacional, aliviando para Paulão com um minuto de jogo numa “paulada” para assustar Gabriel Jesus, e outro para Ernando na penalidade máxima sobre Dudu.  Ficamos em duvida quanto á outra penalidade máxima, sobre Gabriel Jesus e de Alisson, mas aqui na duvida ficamos com a arbitragem que nada marcou.
 
São Paulo 3x0 Vasco da Gama praticamente definiram a passagem do tricolor á próxima fase da Copa do Brasil. Apesar de que o futebol é “useiro e vezeiro” em fazer surpresas entendemos que muito dificilmente a vaga escapará das mãos do São Paulo. Partida bem jogada, com São Paulo muito bem na etapa inicial e o Vasco da Gama crescendo na segunda etapa chegando algumas vezes a ameaçar a meta de Rogério Ceni. Arbitragem de Wilton Pereira Sampaio vinha com ótimo comportamento até os minutos finais quando cometeu seu pecado maior, especialmente numa competição em que os gols “valem ouro”, não marcando penalidade máxima em Nenê, e favorável ao Vasco da Gama.
 
Para o Grêmio 3x1 Avaí que mantém a equipe sulina no encalço dos lideres, e numa partida muito bem disputada com o Avaí “apertando” o Grêmio em vários momentos. Uma vitoria justa e bem arbitrada por Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza que deveria estar curtindo um freezer após Flamengo x Cruzeiro, e não voltando á Serie A do Brasileiro. Aliás, mais um engana trouxa da Comissão de Arbitragem que anunciou punições, mas ao que parece se contradiz em tudo que fala ou promete.
 
Bola Cheia para Santos 3x1 Internacional mantendo uma longa invencibilidade em seus domínios e melhorando consideravelmente sua posição na tabela. Vitoria inquestionável, com o Internacional saindo na frente com gol de penalidade máxima, mas na seqüência domínio amplo da equipe praiana. Arbitragem a  cargo de Heber Roberto Lopes, árbitro que não é mais nem sombra do que foi um dia, claramente com condição física deficiente, ganhando tempo (para si) a cada paralisação, “parlamentando” exageradamente com jogadores, usando exageradamente gestos “pacificadores”, andando quando deveria trotar, trotando quando deveria correr. Exagerou nos berros contra jogadores na primeira etapa voltou mais calminho na segunda. Marcou bem penalidade máxima de Paulo Ricardo para o Internacional e sobre Juan, ficou devendo vários Cartões Amarelos, porém puniu erradamente com um a William do Internacional. Marcou ainda penalidade máxima para o Santos, cometida por Lima, questionável, mas errou na cor do Cartão. Era vermelho, por situação de gol e não Amarelo como praticou. Na primeira penalidade máxima permitiu ao goleiro se posicionar muito aquém da linha de gol e sem tomar atitude para reparar a irregularidade e na cobrança “fechou os olhos” para invasão á sua frente de jogadores das duas equipes.
 
Bola Cheia para o Corinthians que se aproxima a passos largos do titulo brasileiro, e dificilmente, apesar de possível, deixará escapar mais esta oportunidade. Venceu bem ao Figueirense enquanto seu perseguidor somente empatava com o Joinvile. Sete pontos de vantagem que serão difíceis de tirar.
 
Bola Cheia para a Portuguesa Desportos que se classificou para a fase seguinte e abrindo a possibilidade de retornar á Serie B do Brasileiro. Não teve a mesma sorte o Guarani que estará fora da seqüência da competição. Aliás muita armação e dois jogos entregues nesta ultima rodada impediram o bugre de chegar.
 
 
OS VENCEDORES CRIAM, E OS PERDEDORES COPIAM...
Leia mais
  1. BOLA CHEIA 16/10
  2. BOLA CHEIA 11/10
  3. BOLA CHEIA 02/10
  4. BOLA CHEIA 25/09
  5. BOLA CHEIA - 18/09/2017
  6. BOLA CHEIA - 11/09/2017
  7. BOLA CHEIA 28/08
  8. BOLA CHEIA - 21/08/2017
  9. BOLA CHEIA - 14/08/2017
  10. BOLA CHEIA - 07/08/2017
  11. BOLA CHEIA - 31/07/2017
  12. BOLA CHEIA - 24/07/2017
  13. BOLA CHEIA - 17/07/2017
  14. BOLA CHEIA - 10/07/2017
  15. BOLA CHEIA - 03/07/2017
  16. BOLA CHEIA - 26/06/2017
  17. BOLA CHEIA - 19/06/2017
  18. BOLA CHEIA - 12/06/2017
  19. BOLA CHEIA - 05/06/2017
  20. BOLA CHEIA - 29/05/2017
  21. BOLA CHEIA - 22/05/2017
  22. BOLA CHEIA - 15/05/2017
  23. BOLA CHEIA 07/05
  24. BOLA CHEIA 01/05
  25. BOLA CHEIA - 24/04/2017
  26. BOLA CHEIA - 17/04/2017
  27. BOLA CHEIA 11/04
  28. BOLA CHEIA - 03/04/2017
  29. BOLA CHEIA - 27/03/2017
  30. BOLA CHEIA - 20/03/2017
  31. BOLA CHEIA 13/03
  32. BOLA CHEIA - 06/03/2017
  33. Bola Cheia - 26/02
  34. BOLA CHEIA - 20/02/2017
  35. BOLA CHEIA - 13/02/2017
  36. BOLA CHEIA - 06/02/2017
  37. BOLA CHEIA - 30/01/2017
  38. BOLA CHEIA - 23/01/2017
  39. BOLA CHEIA - 16/01
  40. BOLA CHEIA - 09/01/2017
  41. BOLA CHEIA - 19/12
  42. BOLA CHEIA - 12/12/2016
  43. BOLA CHEIA - 05/12
  44. BOLA CHEIA - 28/11/2016
  45. BOLA CHEIA - 21/11
  46. BOLA CHEIA - 14/11/2016
  47. Bola cheia - 07/11
  48. Bola cheia - 24/10
  49. BOLA CHEIA - 17/10
  50. BOLA CHEIA - 10/10
Anterior 1 2 3 4 5 6 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440