Bola Murcha - 28/09

Realmente as coisas que andam “rondando” a arbitragem a cada dia nos oferecem motivos para achar que existem pessoas achando que “são a regra” e a tudo podem. Em Figueirense 0x1 Santos o atacante Gabriel marca, o assistente Alessandro Rocha Matos nada assinala, todos vão para o “meio”, Anderson Daronco confirma o tento. Detalhe: Gabriel está impedido. Quando a partida iria reiniciar eis que, e que explicação teria ele para tal atitude. Alessandro chama o árbitro, trocam palavras e o gol é anulado. Querem prova maior que essa de que no Brasil já existe o “Vídeo Árbitro”? Ou será que em nosso país as regras não são universais e sim... pessoais?
 
 
E este gol anulado dois minutos depois não é único e um dos personagens é o mesmo que um dia foi acusado de ter usado imagens para informar a Francisco Carlos Nascimento que o “famoso gol” de Barcos, pelo Palmeiras contra o Internacional, fora de mão. Teve na ocasião, aliás, o mesmo procedimento que teve neste Figueirense x Santos: Imagens o mostram se dirigindo aos assistentes nas duas ocasiões. E ele é o Arbitro Reserva, Jean Pierre Gonçalves.
 
 
Aliás, chamaram a atenção, depois da seqüência de Jailson Freitas trabalhando como reserva no sábado em São Paulo e no domingo arbitrando Avaí x São Paulo, e que questionávamos se “faltava arbitro na CBF”, vem nova preciosidade: Raphael Claus que arbitrou na rodada 27 Goiás x Joinvile, aparece agora na rodada 28 em Joinvile x Atlético Mineiro. Flavio Rodrigues Guerra na Série B e Rogério Pablos Zanardo em Grêmio x Avaí. Coisas que ninguém observa e comenta na imprensa brasileira...
 
Se for Bola Murcha ou Bola Cheia não importa, mas a nossa querida Portuguesa Desportos, numa ação de marketing, está fazendo sorteio entre os torcedores presentes ao estádio de nada mais nada menos que uma noite num Motel. Acreditem se quiserem, mas o ganhador perguntou se a mulher também vinha “no pacote” ou teria de levar a sua. Ora, pois...
 
 
È difícil de ver, mas Bola Murcha hoje vai para Rogério Ceni em São Paulo 1x1 Palmeiras. Uma partida com mérito total para a vitoria tricolor e um erro grotesco de quem dificilmente erra da de presente ao Palmeiras o empate e mais, a manutenção no G4. Péssima partida do Palmeiras, mas quando a fase é boa até a sorte ajuda. Muito bom trabalho de Anderson Daronco com o único erro de parar a partida para marcar uma infração favorável ao Palmeiras, sem observar a vantagem e com Rafael Marques saindo “na cara do gol”. Marcelo Van Gasse marcou bem impedimento invalidando gol de Rogério do São Paulo, na primeira etapa.  Não consideramos aqui a ação de Fernando Prass tocando a mão na bola, parecendo fora da área, pela elevada dificuldade para a arbitragem.
 
 
CUIDADO, HIENAS CHEGAM SORRINDO PARA TIRAR A CAÇA DO LEÃO...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440