Bola Cheia - 05/10

Bola Cheia, muita emoção, erros incríveis, tudo isto fez parte de Palmeiras 3x2 Internacional pela Copa do Brasil. São partidas assim que deixam o futebol mais “vivo”, são partidas assim que, apesar da arbitragem, passam para a história de uma competição. Primeiro tempo excelente do Palmeiras, segundo tempo com o Internacional indo para cima, defesas sensacionais dos goleiros, tudo o que se quer de duas equipes numa partida de futebol. Mas, lamentavelmente mais uma vez a arbitragem acaba “roubando a cena” negativamente. Wilton Pereira Sampaio, a quem elogiamos aqui semana passada voltou a fazer as lambanças que muito aconteciam no seu inicio de carreira. Mas vamos por partes: Aplicou Cartão Amarelo para Dudu que, cansado de apanhar reclamou, mas não puniu os “botinudos”. Marcou uma penalidade máxima para nós inexistente sobre Lucas num lance casual. Mandou seguir uma jogada de pé alto (na cabeça) de Anderson em Lucas e na seqüência sai o primeiro gol colorado. Já no segundo gol dos gaúchos, lance de TV, mas Rodrigo Dourado quando toca na bola de cabeça está em posição irregular. Permitiu jogadas violentas dos defensores do Internacional sem os inibir com advertências. Voltou a mostrar que, em jogos de apelo e com muita pressão acaba sempre se perdendo. E mais, quando as duas equipes reclamam da arbitragem é sinal claro de ela foi desastrosa.
 
Bola Cheia para o Fluminense de Eduardo Batista que, de maneira inesperada foi a Porto Alegre e tirou o forte Grêmio da Copa do Brasil. Resultado para nós totalmente inesperado, e que ajudou a deixar os dois times gaúchos desclassificados. Vão decidir vaga na final contra o Palmeiras.
 
Santos 3x2 Figueirense jogaram uma agradável partida de futebol, com muita disciplina entre os jogadores e domínio santista, mas não aquele que se esperava, pois o Figueirense muito exigiu dos santistas e chegando a alguns momentos ameaçar a vitoria mais tranqüila do Peixe. Considere-se também que o segundo gol santista foi confirmado irregularmente devido á participação ativa de Ricardo Oliveira, impedido, na conclusão de Marquinhos Gabriel. Alias este foi o único erro da arbitragem na partida, tranqüila para ser dirigida por André Luis Freitas Castro. O Peixe decide vaga na final contra o São Paulo.
 
Bola Cheia para a FIFA que, através da Circular  1497 confirma e sacramenta a eliminação de idades para os árbitros de futebol, que já não mais serão obrigados a jubilar aos 45 anos. Uma medida acertada, mas que necessita ser bem utilizada por ela e pelas Confederações e Federações. A experiência adquirida ao longo da carreira será fator preponderante e se após os 45 anos o árbitro se mostrar em totais condições técnicas, físicas, medicas e psicológicas. O grande perigo que a arbitragem corre nesta mudança é a da manutenção de “amigos do chefe”, por afinidade, interesses, e não pelas condições exigidas.
 
Ponte Preta 2x2 Corinthians fizeram uma boa partida e de dois tempos absolutamente distintos, com o Corinthians dominando a primeira etapa e vencendo por um gol e a Ponte Preta “virando” o marcador e melhor na partida. Acabou levando o empate e configurando um resultado totalmente justo que “estreita” um pouco mais a briga pela liderança. Primeira etapa com muita facilidade de condução na arbitragem de Flavio Rodrigues de Souza, segunda etapa até os 20 minutos no mesmo patamar e maior trabalho dai até o final, mas sem erros determinantes. Amarelos bem aplicados e Vermelho correto para Rodinei, da Ponte Preta. Para quem esperava muitas dificuldades pelo “tamanho do jogo” foi uma partida tranqüila para a arbitragem.
 
 
SALVE, SALVE ARBITRAGEM BRASILEIRA, MAIS UMA UMA VERG0NHA NACIONAL..
 
                                                               E NINGUÉM “TÁ NEM AI”
 
Você assistiu a São Paulo x Atlético Paranaense, Coritiba x Atlético Mineiro, Avaí x Vasco da Gama, Flamengo x Joinvile, Chapecoense x Palmeiras neste final de semana?

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440