Bola Cheia - 19/10


Para a Comissão de Ética da FIFA que afastou Blatter, Platini e o “babaca” do Walcke de FIFA e UEFA. Entre nós Bola Cheia para Ataíde Gil Guerreiro, no São Paulo, que “botou a boca no trombone” forçando a renuncia de Carlos Miguel Aidar. Uma mostra clara de que como na política, o futebol também está infestado de “coisas ruins”. Mas, e os outros já “manjados” e identificados por todos? Qual deles será o próximo?
 
Brasil 3x1 Venezuela foi antes de qualquer coisa uma obrigação. Pelo que se tem jogado na nossa seleção até ganhar da Venezuela merece comemoração. Ligeira melhora com “volantes” mais soltos e William inspirado. Nada se viu que nos de esperança de melhorias ate 12 de novembro quando visitaremos nuestros hermanos argentinos...
 
Bola Cheia para a Ponte Preta que veio ao Allianz e não tomou conhecimento do dono da casa. Palmeiras 0x1 Ponte Preta foi um resultado absolutamente justo para uma equipe bem organizada, sem medo e muito consciente do que queria na partida. E o Palmeiras mais uma vez deixa escapar pelos dedos a oportunidade de chegar ao G4, não jogando nada, e deixando seu torcedor cada vez mais desconfiado de que realmente tem uma equipe. Qual será a desculpa mais uma vez? Trabalho de Raphael Claus com penalidade máxima que decidiu o jogo, e “nos padrões atuais existiu”, apesar de que para nós tal situação continua sendo de bola na mão e não mão na bola. Ate o fato de não aplicar Cartão Amarelo no lance é tema para analise de nossa posição. Pecou na segunda etapa, pois os incomuns cinco minutos foram nesta ocasião insuficientes para toda a cera pontepretana.
 
Bola Cheia para o Corinthians 3x0 Goiás numa partida em que o líder do Brasileiro não levou nenhum susto e a cada rodada mais vai solidificando sua posição e aproximando-se á passos largos do titulo nacional. Muito boa a arbitragem de Wagner Reway, aliás, a melhor de todas em que o vimos atuar, sem nenhum problema técnico, Cartões Amarelos bem aplicados, ótima condição física e bom posicionamento, e nenhum problema no campo disciplinar.
 
Bola Cheia para o excelente Grêmio 1x0 Santos e onde, em nossa opinião, o empate seria o resultado mais justo, se é que se possa falar em justiça quando quem vence o faz corretamente e sem ajudas. Foi o Santos um adversário difícil de ser batido e que brigou até o minuto final por um resultado melhor. Marielson Alves Silva houve-se bem na arbitragem, com mínimos erros técnicos e correção no campo disciplinar. Não procederam as reclamações de David Brás com relação a possível infração de Galhardo no gol gremista.
 
Bola Cheia para o Botafogo de Ribeirão Preto que conseguiu o acesso á Série C do Campeonato Brasileiro. Infelizmente dois paulistas brigavam por esta vaga e o São Caetano terá de aguardar mais uma temporada para tentar subir.
 
Até que, pelo resultado numérico, o Palmeiras se deu bem em Santa Catarina vencendo ao Avaí por 3x1 e voltando a “dormir” no G4. Jogo tecnicamente ruim, gramado ruim e time reserva do Verdão fazendo sua obrigação. Nada de especial face á instabilidade do Avaí na competição e ligeiro destaque para a defesa esmeraldina que se manteve bem postada. Acompanhando ao jogo ruim, a arbitragem de Marcelo de Lima Henrique esteve quase que no mesmo patamar e especialmente na primeira etapa onde andou confuso e errando demais em lances de simples interpretação. Melhorou na etapa final, mas ainda mostrou indecisões sem, porém, interferir no vencedor da partida.
 
E lá no Paraná a Bola Cheia do Campeonato Brasileiro deu mais um de seus largos passos em busca do titulo, e sem deixar nenhuma margem de duvida na vitoria tranqüila, menos pelos erros atleticanos e muito mais por sua competência. Atlético 1x4 Corinthians mostrou mais uma vez o Timão numa fase excepcional e difícil de ser conseguida por muito tempo como vem acontecendo. Elmo Alves Resende Cunha foi um árbitro de pequenos erros, faltas não marcadas, momentos de mau posicionamento, porém seus dois auxiliares andaram errando na não marcação de impedimentos, inclusive naquele que originou o quarto gol corintiano e de Wagner Love.
 
 
“QUEM SABE O QUE PLANTA, NÃO PODE TEMER A COLHEITA”

Leia mais
  1. BOLA CHEIA 13/11
  2. BOLA CHEIA 06/11
  3. BOLA CHEIA 30/10
  4. BOLA CHEIA 23/10
  5. BOLA CHEIA 16/10
  6. BOLA CHEIA 11/10
  7. BOLA CHEIA 02/10
  8. BOLA CHEIA 25/09
  9. BOLA CHEIA - 18/09/2017
  10. BOLA CHEIA - 11/09/2017
  11. BOLA CHEIA 28/08
  12. BOLA CHEIA - 21/08/2017
  13. BOLA CHEIA - 14/08/2017
  14. BOLA CHEIA - 07/08/2017
  15. BOLA CHEIA - 31/07/2017
  16. BOLA CHEIA - 24/07/2017
  17. BOLA CHEIA - 17/07/2017
  18. BOLA CHEIA - 10/07/2017
  19. BOLA CHEIA - 03/07/2017
  20. BOLA CHEIA - 26/06/2017
  21. BOLA CHEIA - 19/06/2017
  22. BOLA CHEIA - 12/06/2017
  23. BOLA CHEIA - 05/06/2017
  24. BOLA CHEIA - 29/05/2017
  25. BOLA CHEIA - 22/05/2017
  26. BOLA CHEIA - 15/05/2017
  27. BOLA CHEIA 07/05
  28. BOLA CHEIA 01/05
  29. BOLA CHEIA - 24/04/2017
  30. BOLA CHEIA - 17/04/2017
  31. BOLA CHEIA 11/04
  32. BOLA CHEIA - 03/04/2017
  33. BOLA CHEIA - 27/03/2017
  34. BOLA CHEIA - 20/03/2017
  35. BOLA CHEIA 13/03
  36. BOLA CHEIA - 06/03/2017
  37. Bola Cheia - 26/02
  38. BOLA CHEIA - 20/02/2017
  39. BOLA CHEIA - 13/02/2017
  40. BOLA CHEIA - 06/02/2017
  41. BOLA CHEIA - 30/01/2017
  42. BOLA CHEIA - 23/01/2017
  43. BOLA CHEIA - 16/01
  44. BOLA CHEIA - 09/01/2017
  45. BOLA CHEIA - 19/12
  46. BOLA CHEIA - 12/12/2016
  47. BOLA CHEIA - 05/12
  48. BOLA CHEIA - 28/11/2016
  49. BOLA CHEIA - 21/11
  50. BOLA CHEIA - 14/11/2016
Anterior 1 2 3 4 5 6 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440