Bola Cheia 11/01/2016

 BOLA CHEIA para o Cruzeiro, legitimo Campeão da Copa do Brasil, e que para chegar  a isso passou por São Paulo, Grêmio, Palmeiras, o que lhe dá um maior 'carimbo" de qualidade na competição. Na decisão contra o Flamengo uma partida fraca tecnicamente e onde o medo de perder tirou das equipes a chance maior de ganhar , mas éra decisãoe tudo se tem de respeitar. O 0x0 durante os noventa minutos foi algo justo e castigo seria alguém vencer no tempo normal. Nas penalidades foi a Raposa mais competente, não desperdiçou nenhuma delas e coube ao "astro" Diego perder a sua e determinar a vitória cruzeirense. Capitulo á parte foi a arbitragem de Luis Flavio de Oliveira que, não foi perfeito, teve mínimos erros, "segurou" alguns Cartões Amarelos, mas pelo momento vivido por nossa arbitragem merece todos os elogios e cumprimentos pela serenidade, competencia, e domínio absoluto sobre os jogadores fazendo com que uma grande e nervosa decisão tivesse começo, meio e fim. Éum momento do apito que necessita ser destacado. Parabéns.
 
BOLA CHIEA para o Santos que no Allianz Parque venceu ao Palmeiras por 1x0 e continua na "caça" do lider Corinthians. Partida atípica, dominio palmeirense na primeira etapa com o Peixe saindo esporadicamente em um ou outro contra ataque, mas sem levar grandes perigos para Fernando Prass. E como no futebol nem sempre quem joga melhor vence, foi o Santos totalmente "empurrado" pelo Verdão na segunda etapa e, numa  de suas escapadas rapidas acabou conseguindo o gol e por consequencia a vitória. Vitória justa, aliás, pois seu gol foi marcado legitimamente, mas para o Palmeiras pode-se falar em "injustiça" por ter sido melhor na partida. Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza não foi, para nós, o mesmo bom árbitro do retrospecto, não teve erros determinantes, mas teve critérios distintos no julgamento na marcação ou não de infrações. Nada que invalide sua boa qualidade mas neste clássico não esteve em seus melhores dias.
 
BOLA CHEIA para a Academia Desportiva Manthiqueira, Campeão Paulista da Segunda Divisão. A equipe de Guaratinguetá conseguiu o acesso e o título ao vencar o São Bernardo por 2x1, e para quem não sabe, é clube cujas ações diretivas e de jogadores são calcadas no Jogo Limpo, na Honestidade e tem uma cartilha que regem seus principios do dia a dia. Vale a pena conhecer a Cartilha de Conduta implantada no clube para a partiipação nas partidas. Parabéns, Manthiqueira, e sucesso...
 
BOLA CHEIA para o Corinthians que, mesmo não jogando bem conseguiu um empte muito valioso contra o  Cruzeiro no Minerão, mantendo sua "gordura", e agora sobre o Santos. Primeira etapa totalmente dominada pelos mineiros e com o Timão sem força ofensiva. Já na segunda etapa mudou o Corinthians e passou a ter  maior ação ofensiva na partida, porém faltando o homem da finalização. Teve ainda gol de Balbuena anulado erroneamente por impedimento inexistente, mas conseguiu através de uma penalidade máxima igualar  em 1x1, um resultado que c ertamente o satisfez. Rodolpho Toski Marques teve bom desempenho técnico, fisico e disciplinar, (exceto a dura que levou de Fagner) marcou com acerto penalidade máxima para o Corinthians. Gol anulado de Kazin correto e na ação de Bruno Boschillia, mas gol de Balbuena mal anulado por ação de Vitor Hugo Imazu num impedimento marcado de forma equivocada. Errou numa reversão de arremesso lateral, "sendo juvenil" pois reverteu a cobrança do Cruzeiro por cobrança fora do local de saída de bola (e isto corretamente), mas quando o Corinthians cobrou a reversão, o fez no mesmo local onde foi o Cruzeiro punido.
 
BOLA CHEIA para o São Paulo que venceu ao Sport por 1x0, de quebra saiu da Zona de Rebaixamento, em um resultado que deve, e muito, pelas duas defesas "monstruosas" do goleiro Cidão e as duas dentro dos "49 minutos" da etapa final.
 
ESPELHO, ESPELHO MEU... PORQUE AS PESSOAS SE PREOCUPAM MAIS COM A MINHA VIDA DO QUE EU

BOLA CHEIA
 
 
Bola Cheia para o Santos 2x1 America de Pernambuco onde mesmo não jogando o futebol que se esperava, mas superior á partida anterior, e encontrando também uma boa equipe pela frente conseguiram os praianos 100% na competição com duas vitorias. Jogo igual na primeira etapa, mas superioridade santista na segunda etapa. Arbitragem de Luciano Alves de Lima (2001/39 anos) técnica e disciplinarmente sem nenhum problema, mas com deficiências marcantes em sua movimentação, fazendo sempre uma linha reta na diagonal, ás vezes excessivamente a frente da linha da bola, sem nunca deslocar-se lateralmente para os lados opostos, apesar de que a bolada que levou na cabeça foi meramente ocasional. Antes do inicio de partida fez uma “preleção” para nós exagerada, de falas e gestos aos dois capitães e que julgamos totalmente desnecessária.
 
Bola Cheia para Corinthians 2x0 Botafogo PB, em resultado absolutamente justo para a equipe que mais buscou a vitoria. Mesmo ainda não apresentando o futebol costumeiro conseguiu também o Alvinegro atingir os 100% na competição com quatro gols marcados e nenhum sofrido. Seu adversário da Paraíba mostrou também bons momentos, mas com poucas finalizações e um atacante, Gil, de excelente condição e que poderá ser aproveitado por qual  quer grande equipe. Outro também que merecerá maiores oportunidades é Luciano Monteiro dos Santos (2004/35 anos), árbitro da partida que a conduziu com muita tranqüilidade, boa colocação e movimentação, merecendo somente correção na questão disciplinar, pois, nesta oportunidade, apesar de ter controle sobre os jogadores aplicou um Cartão Amarelo (correto) para jogador do Corinthians, mas “ficou devendo” pelo menos mais três para a mesma equipe. É árbitro para ser mais bem observado.
 
Bola Cheia para Santos 0x0 Ferroviária mais pela classificação santista, que pelo fraco futebol apresentado. Conseguiu a liderança de sua chave muito mais pela fraqueza dos adversários que pelo futebol que era esperado por seus torcedores. A Ferroviária que já havia perdido suas duas partidas anteriores teve, nesta partida, até mesmo a chance de derrotar a equipe peixeira. Tínhamos enorme expectativa do futebol santista, mas pelo menos até aqui nada de bom apresentou. Muito boa arbitragem de Giuliano Dutra Pellegrini (2003/39 anos) técnica e disciplinarmente bem, boa colocação e movimentação, é mais um que poderá merecer novas oportunidades, especialmente em jogos de maior apelo para que se defina melhor sua eventual boa condição.
 
Mesmo jogando sem seus titulares Corinthians 3x0 Inter de Limeira garantiu a primeira posição da chave ao Timão. Partida com domínio corintiano que “liquidou” seu adversário sem grande esforço na segunda etapa. Arbitragem normal de Kleber Canto dos Santos (2006/36 anos) em partida sem nenhuma dificuldade para condução, uma penalidade máxima bem marcada para o Corinthians, mas que teve o Assistente 2 José Soares de Miranda (2008/41 anos) errando em varias situações durante os 90 minutos, em dois impedimentos não marcados da Inter, uma falta marcada e não acatada corretamente pelo árbitro na lateral da área corintiana e favorável ao ataque, além de uma bola como saída pela linha de fundo e que na verdade não saiu totalmente. Mostrou-se altamente inseguro para alguém com 7 anos de formação e especialmente 41 anos de idade.
 
Bola Cheia para Audax 1x3 São Paulo numa ótima partida de futebol, e disputada por duas equipes que ainda podem ir longe na Copinha. O São Paulo, para nós, foi ate aqui a melhor equipe que vimos atuar e tem grandes chances de chegar às finais. Apesar de derrotado o Audax apresentou bonito futebol e segue na disputa. Arbitragem de ótimo nível de Vinicius Furlan (2001/36 anos), respeitando e sendo respeitado, duas penalidades máximas (uma para cada equipe) marcadas com total acerto, decisões claras e oportunas.
 
Bola Cheia para a recomendação aprovada pelo Internacional Board para que testes sejam realizados com uso da tecnologia no futebol. Entendemos ser um avanço absolutamente necessário, se aprovada totalmente dará maior legitimidade aos resultados de campo e evitará erros de porte que vem acontecendo nas partidas. Porém a decisão final para os testes será tomada no dia 4 de março e durante a reunião anual do IFAB. De extrema importância nesta decisão será a forma pela qual poderá, ou deverá ser usado este recurso para que não se transforme o futebol num vídeo game...
 
Bola Cheia para Corinthians 6x0 Paysandu em partida de uma equipe só e onde poderia ter inclusive ter feito goleada maior dada a fragilidade adversária.Segue em frente o Timão, sem sofrer gols em quatro jogos, e novamente credenciando-se á mais um titulo da Copinha. Arbitragem de Salim Fende Chaves sem nenhum problema, e sem a possibilidade de uma análise sobre suas reais condições por todas as  facilidades encontradas na partida.
 
Finalmente se pode atribuir uma Bola Cheia ao Palmeiras 4x1 Flamengo, e com o Verdinho agora sim jogando um excelente futebol. Quem viu a equipe na primeira fase dificilmente imaginaria tal crescimento, que se for mantido o torna candidato a brigar ate mesmo por titulo. E no intervalo da partida uma declaração curiosa de jogador palmeirense ao SPORTV quando ao ser questionado como poderia se ter tal melhoria e transformação respondeu:  “É como disse nosso treinador depois da primeira fase, nós não fomos treinados para jogar com equipes pequenas e aí complicou”...
 
Bola Cheia também para o São Paulo 2x2 Taboão da Serra muito menos pelo futebol jogado nesta partida, mas pela classificação nos tiros penais que o levaram á seqüência da Copinha. Não foi nem sombra da equipe da primeira fase, encontrou pela frente uma equipe de pouca técnica, mas muita determinação e entrega que por muito pouco não fizeram a maior surpresa da Copinha até aqui. Arbitragem de Alessandro Darcie (2004/37 anos) com mínimos erros, mas sem nenhuma interferência negativa na partida.
 
 
“MUDE SEU JEITO DE PENSAR E EU MUDO MEU MODO DE AGIR”...

Leia mais
  1. BOLA CHEIA 16/10
  2. BOLA CHEIA 11/10
  3. BOLA CHEIA 02/10
  4. BOLA CHEIA 25/09
  5. BOLA CHEIA - 18/09/2017
  6. BOLA CHEIA - 11/09/2017
  7. BOLA CHEIA 28/08
  8. BOLA CHEIA - 21/08/2017
  9. BOLA CHEIA - 14/08/2017
  10. BOLA CHEIA - 07/08/2017
  11. BOLA CHEIA - 31/07/2017
  12. BOLA CHEIA - 24/07/2017
  13. BOLA CHEIA - 17/07/2017
  14. BOLA CHEIA - 10/07/2017
  15. BOLA CHEIA - 03/07/2017
  16. BOLA CHEIA - 26/06/2017
  17. BOLA CHEIA - 19/06/2017
  18. BOLA CHEIA - 12/06/2017
  19. BOLA CHEIA - 05/06/2017
  20. BOLA CHEIA - 29/05/2017
  21. BOLA CHEIA - 22/05/2017
  22. BOLA CHEIA - 15/05/2017
  23. BOLA CHEIA 07/05
  24. BOLA CHEIA 01/05
  25. BOLA CHEIA - 24/04/2017
  26. BOLA CHEIA - 17/04/2017
  27. BOLA CHEIA 11/04
  28. BOLA CHEIA - 03/04/2017
  29. BOLA CHEIA - 27/03/2017
  30. BOLA CHEIA - 20/03/2017
  31. BOLA CHEIA 13/03
  32. BOLA CHEIA - 06/03/2017
  33. Bola Cheia - 26/02
  34. BOLA CHEIA - 20/02/2017
  35. BOLA CHEIA - 13/02/2017
  36. BOLA CHEIA - 06/02/2017
  37. BOLA CHEIA - 30/01/2017
  38. BOLA CHEIA - 23/01/2017
  39. BOLA CHEIA - 16/01
  40. BOLA CHEIA - 09/01/2017
  41. BOLA CHEIA - 19/12
  42. BOLA CHEIA - 12/12/2016
  43. BOLA CHEIA - 05/12
  44. BOLA CHEIA - 28/11/2016
  45. BOLA CHEIA - 21/11
  46. BOLA CHEIA - 14/11/2016
  47. Bola cheia - 07/11
  48. Bola cheia - 24/10
  49. BOLA CHEIA - 17/10
  50. BOLA CHEIA - 10/10
Anterior 1 2 3 4 5 6 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440