MASOQUISTAS

MASOQUISTAS
 
(aqueles que gostam de sofrer ou causar seu proprio sofrimento)
 
Existem pessoas no mundo que gostam de sentir dor, de serem humilhadas, de serem contestadas, enfim, mesmo com sua dor e tristeza não abrem mão de seus métodos ou determinações ou de suas atitudes.
 
E assim está no futebol quando se trata de analisar bola na mão ou mão na bola pois quem orienta insiste "burra e egoisticamente" de usar expressões nas orientações que para mim são verdadeiras piadas perante a regra, seu texto, seu espírito e suas interpretações. E o que é pior, por ser questão interpretativa deixam nos seus entendimentos que qualquer que seja a situação, sempre  o árbitro está com a razão e a defendem com unhas e dentes. É interpretação dizem, não é mesmo?
 
Movimento "natural ou anti natural", "correu o risco de...", "não tinha o braço colado no corpo", "bola em direção ao gol", blá, blá, blá, soam para  mim como engodos para quem não se aprofunda no entendimento das regras e especialmente de seu espírito.
 
È gostar de sofrer, é gostar de sentir dor, é gostar de "bem ou mal, falem de mim" é defender que "sem polemica acaba o futebol". É assim que vejo Instrutores, Arbitros e Dirigentes de nossa arbitragem que, sem muitas polêmicas, sem dor, sem sofrimento costumeiro, poderiam mudar as coisas simplesmente determinando que se aplique a conjugação do texto com o espírito, para decidir por mão na bola ou bola na mão. Acabaria de vez a "palhaçada" de que um marca e o outro não, que um achou ação anti natural e o outro não, que um achou que "correu o risco" e o outro não, etc. Continuariam as polêmicas? Claro que sim, mas...
 
 LEMBRAM-SE DE ANOS ANTERIORES QUE EXISTIAM MOMENTOS POLEMICOS MAS EM QUANTIDADE INFINITAMENTE INFERIOR AOS DIAS ATUAIS?
 
INTENÇÃO: Teve o jogador a INTENÇÃO de levar a mão á bola ou não? Teve o jogador INTENÇÃO de aumentar o espaço físico de seu corpo?   
DISTANCIA: Era curta ou longa a distancia entre o chute e o braço do defensor? Pela DISTANCIA haveria tempo de raciocinio para colocar a mão na bola?
VELOCIDADE: A bola veio rápida ou lenta, o chute foi muito forte ou fraco.Pela VELOCIDADE haveria tempo de raciocinio para colocar a mão na bola?
 
Três unicos detalhes para se tomar uma decisão, três unicos detalhes para que todos, árbitros, atletas, imprensa, torcedores tivessem, mesmo que interpretativamente,  quase que a mesma visão e por consequencia a mesma opinião.    
 
Será que é dificil isso? Será que não se cumpriria a regra desta forma? Será que as polêmicas continuariam na mesma proporção?
 
Ou será que Dirigentes de Arbitragem e Árbitros de Futebol gostam mesmo é de sofrer?
 
Fico mais com o "FALEM BEM OU MAL, MAS FALEM DE MIM..."     
 
 
Gustavo Caetano Rogério
 

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440