Regulamento Campeonato Residencial Due

REGULAMENTO DO I CAMPEONATO INTERNO FUTSAL DUE/VEGOS
                                                          CAPÍTULO I
                                                        PARTICIPAÇÃO
Art. 1 – A organização do campeonato para essa temporada de 2016, será disputada por 6 (seis) equipes na categoria masculina adulta, a seguir nominadas:
PEGUEI SUA IRMà  *        SÓ CACHAÇA                           *                          BARCEMLONA
INTER DE LIMÃO      *        BAÍLE DE MONIQUE               *                          RUIM MADRI
Art. 2 – As equipes enumeradas no art.1, para efeito de publicidade não poderão utilizar o(s) nome (s) de seu (s) patrocinador (ES) para compor os nomes de suas equipes, e  nem utilizar patrocinadores sem estar colaborando com o campeonato.
Art. 3 -  Este regulamento não poderá ser alterado, após sua publicação para os participantes que será entregue no dia 04/06/2016 ás 17:00 para todas as equipes ou representantes legais ( no caso jogadores que estão na equipe), de modo a assegurar a transparência e aplicabilidade uniforme das normas a todos os participantes.
Art. 4 – Perdido de tempo, marcação de gols, período de jogo e campainha para o pedido de tempo, juntamente para a conferência de jogadores e numeração são de responsabilidade do mesário.
Art. 4.1 – É obrigatório o uso do uniforme fornecido pela organização do campeonato sem nenhuma descaracterização do uniforme, ou seja camisa, calção e meião são uso obrigatório.
Art. 4.2 – É obrigatório o uso de tênis adequado ao piso, é proibido jogar sem tênis.
Art. 5 – As traves deverão ser brancas, redes em uma cor que não atrapalhe a visão dos atletas em quadra.
                                    SISTEMA DE DISPUTA DO CAMPEONATO
Art. 5.1 – Será disputado o campeonato em dois turno, sendo turno e returno a primeira fase .
Art. 5.2 – Após a primeira fase as 4 (quatros) equipes que fizerem as melhores campanha estará classificadas para a semi-final, e as outras duas equipes que não se classificar irão fazer uma disputa de quinto e sexto lugar em dois jogos sendo de ida e volta sem vantagem para nenhuma equipe, caso o placar for igual nas duas partidas, será decidida  a equipe vencedora nos pênaltis.
Art. 5.3 – A semifinal será disputada em dois jogos de ida e volta, caso haja empate nos dois jogos irá classificar as duas equipes com melhor campanha na primeira fase ou seja o primeiro e o segundo lugar, sendo que o primeiro pega o quarto colocado e o segundo o terceiro colocado.
Art. 5.4 – As duas equipes derrotadas na semifinal irão fazer 1 (um) jogo só para decidir o terceiro e quarto colocado, persistindo o empata nas partidas será a disputa por pênaltis.
Art. 5.5 – A final será uma disputa de um jogo só, sendo esse jogo no final do tempo normal se houver empate irá para a prorrogação de um tempo de 5X5 sem intervalo de tempo de descanso, será feito só a troca de lado de quadra, e se inicia se a partida da segunda etapa.
Art. 5.6 -  A disputa por pênaltis será feita na primeira fase 3 (três ) por equipe, caso haja empate será decidido em pênaltis alternado até sair o vencedor, e o mesmo tem que ser em cobranças alternadas e jogadores alternados caso haja mais de 3 (três) pênaltis, continuará ser feitas a batida alternadas e sempre com jogares de cada time alternados, sendo assim não poderá o mesmo atleta bater dois pênaltis em seqüencia um do outro e sim seguir uma seqüencia dos jogadores que terminarão a partida .
Art. 5.7 – Quantidade de jogador em quadra aprovado em reunião, será permitido 4 (quatro) jogador de linha e 1 (um) goleiro.
Art.5.8 – Será permitido o mínimo de jogador em quadra de 3 ( três) na linha e 1 (um) goleiro.
Art. 5.9 – Jogo de inicio 05/06/2016 e termino em 25/09/2016
Art. 5.10 – A contagem de pontos será a seguintes:
# Vitória: ................................................... 3 pontos ;
# Empate: .................................................. 1 ponto ;
# Derrota ................................................... 0 ponto;
# Não comparecimento ............................. 0 pontos.
                                         DAS APENAÇÕES ( DISIPLINARES)
   Art. 6 – A aplicação de cartões punitivos, estabelecidos nesse regulamento, nas cores amarelo (advertência), azul ( advertência com 2 minutos fora ) e o vermelho (expulsão), constitui medida de natureza técnica e administrativa de inequívoca eficácia na quadra de jogo, objetivando refrear a violência individual e coletiva durante a partida.
Art. 7 – A contagem de cartões ( vermelho e amarelo) é feita dentro da mesma temporada do campeonato . Para fins de quantificação dos cartões amarelo, aqueles recebidos numa fase não serão agregados aos que porventura vierem a ser aplicados na fase seguinte, abservando-se que:
A)     Ao atingir três ( ou múltiplo de três) cartões amarelos numa mesma fase, o atleta deverá cumprir a correspondente suspensão automática, ainda que o faca na fase seguinte;
B)     A série incompleta de três cartões amarelos não será considerado nem levado para a fase subseqüente, mantendo-se, para fins de cumprimento de suspensão automática e/ou de gradação, as séries já completadas;
C)     A suspensão automática decorrente de aplicação de cartão vermelho, seja em que fase for,obrigatoriamente, deverá ser cumprida em partida da própria fase ou da(s) fase (s) subseqüente (s) na mesma temporada;
D)     O atleta que tomar 2 (dois) cartões amarelos no mesmo jogo  conseqüentemente o vermelho, será expulso, não devendo ser computado o segundo amarelo para o cálculo previsto de suspensão pelo acumulo de cartão só será considerado 1 (um) amarelo.
E)      Caso na primeira fase o atleta tomar o terceiro amarelo e logo em seguida toma o vermelho irá cumprir os jogos pelo terceiro amarelo e mais o vermelho
F)      O cartão vermelho será o cumprimento automático na próxima partida.
G)     Já o amarelo será avisado ao time antes de 48 horas que o atleta está suspenso para a próxima partida.
H)     A equipe que utilizar atleta irregular em qualquer partida válida pelo campeonato sujeitar-se-á às seguintes conseqüências:
1)      Perda automática dos pontos pela equipe infratora, independentemente do resultado;
2)      Para efeito disciplinar e de estatística, serão computados os eventos ocorridos na partida e no período suplementar;
3)      Em se tratando de partida das semifinais e final, a equipe será desclassificada da competição.
4)      Não será computados os pontos eventualmente obtido pelo infrator.
Art. 8 – Só será permitido o atleta que constar no cadastro de morador no condomínio.
Art. 9 – Caso uma partida venha a ser encerrada por falta do número mínimo legal de atletas, determinados pelas regras, a equipe que não tiver número mínimo de atletas será considerada perdedora, comando-se os 3 (três) pontos ganhos para a equipe que tinha o número mínimo de atletas para continuar a partida.
Art. 10 – Verificado que nenhuma das 2 (duas) equipes possuem número mínimo legal de atletas para continuidade da partida, as 2 (duas) serão consideradas perdedoras e nenhum ponto ganho será atribuído às mesmas.
Art. 11 – Ocorrendo por parte de uma equipe abandono da quadra de jogo como demonstração de protesto ou recusa de continuar a partida, será  considerada perdedora, independentemente do resultado ou do tempo em que ocorreu a interrupção da partida.
Art. 12 – Será convocados árbitros que não seja morador, poderão apita os jogos, caso alguma das equipes, ou ambas, solicitar (em) árbitros profissionais, as despesas de locomoção, alimentação e hospedagem será (ão) de responsabilidade da (s) mesma (s).
Art. 13 – será cobrado uma taxa no valor de R$ 360,00 ( trezentos e sessenta reais ) , por equipes participantes no campeonato, para fins da confraternização do jogo da final campeonato, o mesmo tem um prazo ate o dia 10/07/2016, para ser entregue.                                                             
                                                                              CAPÍTULO II
                                                      LATERAL E ESCANTEIO
Art. 14 – Lateral só e determinada a saída se a bola bater na parede, e será cobrado obrigatoriamente com os pés.
Art. 15 – Os escanteio poderá ser cobrado com os pés ou com as mãos, sendo que esse lateral e obrigatoriamente ser cobrado corretamente ou seja a bola atrás da cabeça e com os dois pés no chão, e o mesmo não poderá ser jogado diretamente em seu adversário , caso o arbitro da partida senti que esteve esse ato a equipe beneficiada perderá automaticamente essa vantagem.
                                                                          TEMPO DE JOGO
Art. 16 – O tempo será de 20 X 20 corrido só parando pelo pedido de tempo de cada equipe, que será permitido 1 (um) pedido por tempo de jogo ou seja, primeiro e segundo tempo caso haja prorrogação não será permitido o mesmo, para cada pedido será um tempo a ser cumprido de 2 minutos por tempo e por cada equipe, sendo que no intervalo será obtido um tempo de 10 minutos de descanso para as equipes.
                                                             CAPÍTULO III
                                                                     RECUO DE BOLA/GOLEIRO
Art. 17 – Em seu recuo o goleiro não poderá  pegar a bola com as mãos, somente será permitido com os pés.
Art. 18 – Só será permitida a troca de goleiro por um jogador de linha, não será permitido essa troca por mais de 2 atletas diferentes.
Art. 19 – A bola quando sai da mão do goleiro já esta em jogo independente se ela se encontra na mão do mesmo.
                                                       TROCA DE JOGADORES
Art. 20 – Só será permitido a troca por motivo de desistência do atleta ou por contusão sendo que o mesmo não poderá jogar dentro dos noventa dias ai sim poderá ser feita a troca por um outro morador.
Art. 21 – Durante a partida não será permitido a troca de jogador com o jogo rolando e sim só será permitida com a bola saindo pela lateral ou linha de fundo ou ainda antes de uma cobrança de falta.
Art. 22 – O mesmo jogador a ser substituído devera se retirar imediatamente sem o retardamento do jogo ou querendo ganhar tempo, sendo dessa forma o mesmo poderá ser advertido com cartão amarelo ou até mesmo azul.
·           LEMBRANDO QUE SOMOS MORADORES E VIZINHOS, ISSO SÓ É UMA CONFRATERNIZAÇÃO E UMA DISTRAÇÃO A COMPÉTIÇÃO E DENTRO DE QUADRA FORA DELA TEMOS UMA VIDA DE AMIZADE.

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440