Bola cheia e bola murcha - 03/10

BOLA CHEIA
 
Bola Cheia para o Santos 2x1 Internacional na primeira das duas partidas que decidem quem passará para as semifinais da Copa do Brasil. Um primeiro tempo "modorrento", com o Internacional limitado e o Santos com domínio de bola, mas poucas oportunidades de gol parecendo que seus jogadores achavam que o gol sairia naturalmente. Mudança total de atitude no início da segunda fase, dois gols marcados rapidamente, mas, novamente a equipe se acomodou. Levou um gol que poderá sair muito caro na segunda partida face o regulamento da competição. É evidente que leva vantagem para Porto Alegre, mas em condições perigosas. Gilberto Rodrigues de Castro Junior levou a bom termo seu trabalho, beneficiado pela inexistência de lances polêmicos ou indisciplina de jogadores. Uma partida absolutamente tranquila para ser conduzida.
 
Bola Cheia para o Grêmio 2x1 Palmeiras pela Copa do Brasil em partida de passes errados e muita marcação, impedindo a criação, e especialmente de uma arbitragem que não mereceria nem ser analisada face a péssima qualidade do "Boneco de Olinda" , Sr. Claudio Francisco Lima Silva. Mas, fazer o que não é mesmo? Grêmio x Palmeiras é um jogo comum e que qualquer um pode apitar não é mesmo CBF? Mas que não se culpe o Sr. Claudio que não teve culpa nenhuma de estar no Estádio exatamente as 21:45 da quarta feira. Teoricamente um resultado não tão ruim para o Palmeiras, que acabou após a metade do segundo tempo jogando com o regulamento e basicamente não querendo mais jogo.
 
Bola Cheia também para Corinthians 2x1 Cruzeiro e Atlético 1x0 Juventude, mas convenhamos que resultados perigosos pelo fato de terem que tentar a classificação fora de suas casas. Mas venceram e fizeram sua parte podendo empatar na segunda partida e seguirem para a semifinal.
 
Bola  Cheia para a incrível Chapecoense que na Copa Sul-americana eliminou o poderoso Independiente após empatar sem gols e vencendo nos Tiros Penais por 5x4. E a grande Bola Cheia da partida foi o goleiro Danilo que defendeu quatro cobranças.
 
Bola  Cheia para São Paulo 0x0 Flamengo e com o Tricolor muito próximo de uma vitória que muito o ajudaria neste momento. Esteve melhor que o time carioca, faltaram melhores finalizações e o Flamengo somente atacando em contra-ataques esporádicos, que somente exigiram participação de Denis uma única vez numa cabeçada de Leandro Damião. Curiosamente pareceu-nos o Flamengo uma equipe que sentiu o bom futebol tricolor e acabou muito mais se protegendo no empate, que se atirando a vitória. Muito bom trabalho de Sandro Meira Ricci, deixando de marcar algumas faltas no início do primeiro tempo, mas não se comprometendo por isso, além de acertar em duas situações reclamadas como penalidades máximas pelos tricolores. Resultado legitimo e sem nenhuma interferência do apito.
 
A AAGSP deseja ao Coronel Marcos Marinho e equipe toda sorte na condução dos destinos da arbitragem nacional, apesar de que certamente terá sérios problemas para que as coisas sejam mudadas. A maneira de condução anterior será o grande desafio á nova administração pois, diferentemente de tempos outros, não somente os melhores árbitros dirigiam as partidas, lotearam-se as escalas pelos estados e Federações brasileiras e a grande maioria não estava preparada, ou não tinha condição de estar onde estiveram arbitrando. Fatalmente terá que reduzir a quantidade, priorizar a qualidade e isto inegavelmente será feito e a arbitragem dentro de campo irá melhorar, mas os que ficarem pelo caminho e suas Federações( que adoravam o sistema anterior)  certamente poderão criar ambiente negativo tentando complicar suas idéias. Deverá estar "ligado" nas divisões outras que é onde estarão os "rebaixados" e que poderão atrapalhar seu trabalho como um todo.
 
 
NENHUM OBSTACULO É TÃO GRANDE, SE SUA VONTADE DE VENCER FOR MAIOR...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
BOLA MURCHA
 
Bola Murcha para a CBF que numa rodada decisiva da Copa do Brasil, com os maiores clássicos de nosso futebol para serem jogados na quarta feira, tem o desplante ou a inacreditável "ideia" de marcar testes físicos para os árbitros FIFA no mesmo dia, impedindo-os de entrarem em escala. Sem comentários ou... algo que nossa inteligência, ou perspicácia não consegue alcançar?
 
Bola Murcha para Mano Menezes que viu penalidade máxima para sua equipe, em Corinthians x Cruzeiro, por suposta mão na bola. Puro desespero de perdedor pois o que houve foi nitidamente bola na mão. Teve razão, porém com relação ao gol do Corinthians em que existia impedimento. Aliás, Mano Menezes acaba de ser suspenso por dois jogos e por chamar o árbitro Rafael Traci (Botafogo x Cruzeiro) de "sem vergonha".
 
Bola Murcha, mais uma vez, para Heber Roberto Lopes reprovado nos testes físicos realizados em Belo Horizonte na semana passada. Estará fora das escalas até realização de novo teste e necessaria aprovação. Já Leandro Pedro Vuaden não compareceu (tem histórico de reprovações) enviando atestado médico...
 
Bola Murcha, mais uma vez e está virando uma constância, para o Corinthians que no Rio de Janeiro mais uma vez foi derrotado, e desta vez pelo Botafogo. Já é o sétimo colocado na competição e terá sérios problemas para ficar na zona de classificação para a Libertadores, sendo esta a quinta partida seguida sem vitória. E, cá para nós, aquele time de camisas azuis claras e azuis escuras, calções azuis claros e meias azuis claras nem parece o Timão de camisas brancas ou pretas tão gloriosas. E o que é pior: os dois gols do Botafogo tiveram irregularidades e a penalidade maxima perdida por Marquinhos Gabriel foi mais um "jabuticaba" inventado pela arbitragem.
 
Bola Murcha para Pericles Bassols que marcou uma penalidade máxima favoravel ao Santos, contra o Atlético Paranaense, num lance digno dos melhores atores: É Vecchio quem dá um "toquinho" na perna de Weverton e não é Weverton quem usa a perna para derrubar Vecchio.
 
 
É PRECISO TER DUVIDAS. SÓ OS ESTÚPIDOS TÊM UMA CONFIANÇA ABSOLUTA EM SÍ MESMOS...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440