Bola cheia e bola murcha - 07/11

BOLA CHEIA
 
BOLA CHEIA para Pernambuco, Pará e Rio Grande do Norte que acabaram com o sistema de sorteio de árbitros e passarão a faze-lo através de Audiencia Pública. Já se fazia necessária esta alteração visto que a carreira dos homens do apito é decidida pelo "bingo" com as bolinhas e não por sua capacidade. Porém, diferentemente que muitos imaginam, o sistema de sorteio era, veladamente, o preferido pelas Comissões de Arbitragem que agora não mais podem usar a desculpa: "Foi o Sorteio..." Que a medida seja tomada também pelas demais Federações e CBF.
 
BOLA CHEIA para Palmeiras, Botafogo e Fluminense que até a rodada 34 do Campeonato Brasileiro foram as unicas equipes cujos jogadores não levaram nenhum Cartão Vermelho.
 
BOLA CHEIA para Grêmio 0x0 Cruzeiro numa excelente partida de futebol e onde o "oxo" não refletiu a otima partida cruzeirense e inteligente participação gremista. Maior posse de bola dos mineiros, chances de gol e, apesar de dominado, o time gaúcho esteve sempre muito consciente de seu objetivo e se deu bem. Thiago Duarte Peixoto errou feio ao não marcar penalidade máxima para o Grêmio, em lance facil de ser marcado, e Tatiane Camargo marcou impedimento inexistente quando de gol também do Grêmio. Thiago vinha bem na partida mas seu erro tira um pouco do acerto de sua atuação, mas necessita mudar radicalmente sua colocação e movimentação em campo. Corre demais, desnecessariamente, se enfia no meio de jogadores e bola, aparece sempre á frente da linha de tiro parecendo que, correndo demais, entende estar mostrando determinação. Muito bom árbitro mas necessita ser corrigido.
 
BOLA CHEIA para a surpreendente e incrível Chapecoense que foi á Argentina e deixou o Papa triste ao empatar com o San Lorenzo, pela Sul-Americana por um gol. Brilhante campanha dos catarinenses que através desta competição poderá estar na Libertadores da America. Agora o segundo jogo pelas Semi Finais será em Chapecó.
 
BOLA CHEIA para São Paulo 4x0 Corinthians resultado que tranquiliza totalmente o Tricolor Paulista no que tange a rebaixamento e deixa o Corinthians em absoluto clima de guerra com seus torcedores. Tinhamos muita curiosidade em assistir esta partida, nem tanto pelo jogo em sí, mas muito especialmente para ver a arbitragem de Claudio Francisco Lima e Silva que a partir de sua escala entendíamos sem nenhuma condição para estar em jogo deste porte, mas por razões pessoais não a assistimos e preferimos não comentar apenas pelas leituras feitas de pós jogo.
 
BOLA CHEIA para o Santos que foi a Campinas e derrotou a Ponte Preta, de virada, por 2x1 com gol da vitoria marcado aos 43 minutos da etapa final, mantendo-se vivo na luta pelo titulo nacional e tentando "ao apagar das luzes" desbancar o Palmeiras. O resultado o torna vice lider beneficiado pelo empate entre Botafogo x Flamengo. E a BOLA  CHEIA santista deve ser estendida pela coragem do protesto em seu uniforme: "FALTOU RESPEITO" era a inscrição ás costas, fazendo alusão á mudança de data da partida e feita ignorando o Estatuto do Torcedor. Não vimos a partida para poder melhor observar os detalhes e a analise da arbitragem.
 
BOLA CHEIA para o Palmeiras 1x0 Internacional em partida tecnicamente ruim, porém de muita disputa, muita garra e luta das duas equipes. O grande detalhe é que apesar de toda determinação empregada, nenhum atleta recebeu punição disciplinar, aliás e que nenhum mereceu mesmo. Segue o Palmeiras assim em busca do tão sonhado titulo que agora, depois de idas e vindas coloca o Santos nos seus calcanhares. Trabalho regular de Pericles Bassols, algumas faltas não marcadas, disciplina sem nenhum problema, e nenhuma interferencia no resultado numerico da partida.
 
 
"A LIBERDADE É A POSSIBILIDADE DO ISOLAMENTO. SE TE É IMPOSIVEL VIVER SÓ, NASCESTE... ESCRAVO"
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
BOLA MURCHA
 
Bola Murcha mais uma vez, e lamentavelmente, para o Corinthians que a cada dia que passa se vê mais complicado com as notícias de fraudes documentais, falsidade ideológica com seu Presidente assinando documentos, como Presidente e ainda sem ser o Presidente, favorecimento á terceiros e danos ao Clube. Conforme a Revista Época o Presidente Corinthiano fraudou, também, o contrato do estacionamento da Arena, por ele assinado 27 dias antes de ser eleito. E agora vem a publico um vazamento de água no estacionamento do estádio, coisa de 10 milhões de litros (conforme a Sabesp foram 20.241.000), que de a muito ja havia sido alertada ao Clube sem que nada fosse feito. Conforme a matéria o problema coloca em risco a integridade fisica das pessôas e poderão vir novidades por ai através de orgãos da administração publica.
 
Bola Murcha para Thiago Duarte Peixoto e Tatiane Camargo que, em Grêmio 0x0 Cruzeiro tiraram, em tese, a vitoria gremista. Penalidade máxima muito facil de ser marcada e gol anulado por impedimento inexistente que teoricamente mudaram o resultado numérico, mas para a felicidade de ambos não tirou a classificação da equipe gaucha.
 
Bola Murcha para mais uma vergonha no futebol brasileiro: A Rede Globo, em seu jornal Hora Um, e um dia antes do sorteio dos mandos da Copa do Brasil na CBF, antecipou o primeiro jogo em Belo Horizonte e a grande final em Porto Alegre. Neto denunciou no Bola na Rede, não acreditamos e, curiosos, fomos na Internet assistir o vídeo do jornal: Não deu outra, pois exatamente ás 05:55 horas da manhã de quinta feira (o sorteio foi ás 09:00 horas da sexta feira) Monalisa Perrone, depois de comentários de Cleber Machado diz com todas letras que o primeiro jogo "será em Minas Gerais' no dia 23 e o segundo em Porto Alegre no dia 30". Quem vai explicar? Esta é mais uma prova de que o torcedor é feito de palhaço, aliás e nem somente ele, pois toda imprensa foi assistir o "sorteio" na sexta feira na sede da CBF. E nós, os palhaços, vemos cada vez mais que não existe "Lava Jato" que de jeito neste país.
 
E ainda no mesmo tema, o Atlético Mineiro vai aceitar calado tal situação? O Ministério Publico teria peito para intervir? E a grande imprensa que se calou? Como sera que o torcedor passa a encarar os "sorteios de arbitragem"? A principio são honestos sim, mas como dizer isso ao torcedor depois deste fato? 
 
Bola Murcha novamente para a CBF que, desrespeitando o Estatuto do Torcedor mudou o jogo entre Ponte Preta e Santos de sábado ás 21 horas para domingo ás 11 horas. Era uma mudança totalmente necessária mas deveria ter sido feita já no inicio da semana, e isso foi solicitado, e não a menos de 24 horas. E o Santos que já estava em Campinas na sexta feira foi totalmente prejudicado. Sorteio pré anunciado, jogo alterado sem poder ser, mas a tal de CBF não tá nem ai...
 
Bola Murcha para os torcedores do Guarani que na decisão da Série C, em Varginha, promoveram arruaças de todo tipo e fatalmente trarão sérios problemas para a equipe com relação a punições. Infelizmente uma  bonita campanha e que trouxe o Bugre á Serie B do Brasileiro é manchada no momento final. E o seu atleta Ferreira também pode esperar uma forte punição pela agressão ao árbitro Marcos Mateus Pereira. Na confusão fora de campo um torcedor do Guarani foi esfaqueado nas costas e o Guarani acusa a Policia Militar de culpa pelos problemas ocorridos.
 
                                          0   0   0   0   0   0   0   0
 
PASSARAM-SE OS DIAS E NINGUEM ATÉ AGORA VEIO EXPLICAR, A BEM DA LISURA, O ANUNCIO FEITO PELA REDE GLOBO SOBRE AS FINAIS DA COPA DO BRASIL. CALAM-SE TODOS E ATÉ MESMO O ATLETICO MINEIRO MOSTRANDO QUE TODOS ESTÃO "AMARRADOS" NO FUTEBOL E FAZENDO NÓS, OS TORCEDORES, DE IDIOTAS...
 
                                        0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
 
"DESCOBRIR CONSISTE EM OLHAR O QUE TODO MUNDO ESTÁ VENDO, E PENSAR UMA COISA DIFERENTE"
 

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440