BOLA CHEIA E BOLA MURCHA - 14/11/2016

BOLA CHEIA
 
BOLA CHEIA  para Olegario Toloi Oliveira, nosso amigo Dudu, que recebeu merecida homenagem da SE Palmeiras clube pelo qual foi inúmeras vezes Campeão. Está imortalizado nas "alamedas do Palestra" com um busto. Homenagem justissima, foi colocado ao lado de Ademir da Guia com quem formou uma das maiores duplas de meio campo e "sob os olhares" de Junqueira, Waldemar Fiume, Oberdan e Marcos.Parabens "Chorão"...
 
BOLA CHEIA para o EX FIFA Alvaro Azevedo Quelhas que na audiência pública no MPT fez uma brilhante explanação sobre o que é (diretiva, administrativa e financeiramente) a arbitragem brasileira. Uma explanação absolutamente perfeita e que, em havendo seriedade, deveria ser o gancho para anãlise da solução dos problemas dos Homens do Apito. Será que alguém na Promotoria vai ter interesse real para que aqueles que somente são cobrados, e sem que ninguém se interesse em resolver todos os problemas da categoria? Assistimos seu depoimento, que aliás foi completamente diferente de muitos "blas-blas-blas" outros que cansamos de ver e ouvir.
 
BOLA CHEIA para mais uma realização da Associação de Futebol Internacional Amador (AFIA) que desta feita, e pela primeira vez depois de inumeras em nove países, entre os quais Portugal, Espanha, México, Republica Dominicana, Argentina, estará realizando em Porto de Galinhas a primeira Copa AFIA Brasil entre 11 e 18 de Novembro. As fases finais serão jogadas na Arena Pernambuco, toda competição tem transmissão direta de TV (por Internet), la estarão equipes de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Espirito Santo, Rio Grande do Sul e Distrito Federal sendo que Eduardo Cesar Coelho, Marcelo de Lima Henrique, Marcelo Rogério e Nielson Nogueira Dias serão os responsáveis pelo apito.
 
BOLA CHEIA para o Brasil 3x0 Argentina, num resultado que não deixa mais duvidas quanto a mudança em nossa seleção. Um inicio mais cauteloso, sendo ate mesmo dominado na posse de bola pelo adversário, mas muito conscio na espera das melhores oportunidades. Até o gol de Felipe Coutinho, aliás um golaço marcado na sua proncipal característica este foi o quadro da partida, mas a partir daí a equipe "tomou conta" do jogo. A segunda etapa, mais uma vez, nos fez relembrar os melhores tempos de nosso futebol com inumeras jogadas de categoria. A atenção é tanta que Fernandinho já "amarelado" não cometeu mais nenhuma infração até o final da partida, com Tite atento e mudando o sistema de marcação em Messi. Sobrou para a Argentina depois dos tres gols unicamente o que sempre fizeram quano em desvantagem:pontapés, cotovelas, e tapas... Arbitragem "meia boca" de Julio Bascunãn que parecia assustado nos minutos iniciais, mostrando-se árbitro sem a devida experiência para jogos deste porte. Melhorou depois, assentando-se mais, pecando nos critérios para Cartões Amarelos e deixando de marcar uma penalidade máxima para cada equipe.
 
BOLA CHEIA para o sistema defensivo do Brasil que não deixou Messi "pegar na bola" para decidir. Poderia parecer que Messi estivesse numa má jornada, mas os mais atentos perceberam que a variação de "quem pegava e onde" não o deixaram ser o craque decisivo que sempre é. Merito total de Tite que, aliás, mereceu texto no site oficial da FIFA: " Assim como a poesia superou o pragmatismo, o trabalho coletivo superou o individualismo, pelo menos no gramado. Nas arquibancadas, claro, os brasileiros barulhentos não poderiam resistir a destacar um homem " Olê, Olê, Olê, Olê, Tite, Tite!"
 
BOLA CHEIA para o Atlético Clube Goianense o mais novo integrante da Divisão de Elite do Futebol Brasileiro, com duas rodadas de antecedência e "engolindo" o favoritismo do Vasco da Gama.
 
BOLA CHEIA para Felipe Massa que se despediu da Formula 1 no GP do Brasil. Diferentemente do que muitos pensam, foi um brasileiro vencedor nas pistas e merece todas as homenagens: 250 Grandes Premios, 14 temporadas, 11 vitórias, 41 pódios, 16 pole positions, 15 melhores voltas. Parabéns Felipe...
 
BOLA CHEIA para Ferroviaria e XV de Piracicaba, finalistas da Copa Paulista. Nas semi finais a Ferrinha passou nos tiros penais pelo São Caetano e o Nho Quim venceu ao Rio Claro fora de seus domínios. Os dois conseguiram uma vaga em torneio nacional em 2017. O Campeão optará pela Copa do Brasil ou Vaga na Série D, e o derrotado ficará com a outra opção.
 
 
ACEITE O QUE VOCÊ NÃO PODE MUDAR, MUDE O QUE VOCÊ NÃO PODE ACEITAR...

 
 
BOLA MURCHA
 
bola murcha para o "futebol  moderno" onde Messi e Neymar voam juntos da Espanha para o Brasil, no jatinho de Neymar, onde se enfrentarão em Brasil x Argentina, e para o Gremio 0x3 Sport na maior derrota do "imortal" dentro de casa, e pasmem, com a torcida gremista aplaudindo o time do Sport... Claro que o comentário é jocoso, mas para quem viu Brasil x Argentina "do antigamente", e quem viu reações da torcida gremista quando destas derrotas, jamais acreditaria nas coisas deste "futebol moderno" e aqui somente uma diferença: aplaudiram ao Sport ou o prejuízo ao Internacional que com o resultado ficou mais próximo do rebaixamento?
 
bola murcha para Andrés Sanchez, Deputado Federal e ex Presidente do Corinthians que por determinação do Supremo Tribunal Federal, passa a ser investigado pela Operação Lava Jato e a principio por crime de corrupção passiva. Ha algum tmpo ja antecipavamos que mais cedo ou mais tarde iria acontecer. Entretando é muito bom que aconteça a investigação até para que Andres prove sua inocência.
 
bola murcha para a Argentina que até aqui está fora da Copa do Mundo de 2018. Seu sexto lugar na classificação não lhe dá nem o direito de brigar por uma vaga contra a Oceania. Que situação complicada para "los hermanos", mas provavelmente conseguirão chegar...
 
bola murcha para o atacante do Internacional Valdivia, agora denunciado pelo STJD pelas declarações dadas á imprensa afirmando ter se "jogado ao chão" para conseguir a penalidade máxima que deu a vitoria de seu clube contra o Coritiba. A pena máxima é de seis jogos mas não acreditamos que assim seja suspenso.
 
bola murcha para o Bragantino 1x2 Vasco da Gama resultado que coloca com toda a certeza o "massa bruta" na Série C em 2017, e o Vasco da Gama depois de maus resultados conseguindo tres pontos que o levarão á divisão de elite. Jogo ruim, muita luta, transpiração sem inspiração, enfim um péssimo jogo de futebol. Arbitragem também quase que no mesmo nivel, pelos lances determinantes, de Emerson Almeida Ferreira que anulou erroneamente a gol vascaino e na ação de seu assistente Antonio Barbosa, tivemos grandes duvidas na penalidade máxima marcada para o Bragantino onde o atacante tropeça pé esquerdo no pé direito e vai ao solo, não marcou penalidade maxima para  os cariocas quando de puchão pelo corpo de Ederson. Finalmente acertou ao marcar, e aqui sem duvida nenhuma, penalidade máxima que determinou o gol da vitória vascaina e praticamente sua volta á Serie A do Brasileiro.
 
bola murcha ainda mais para o Bragantino que durante a competição teve quatro treinadores, e nada mais nada mesnos que cinquenta e seis jogadores atuaram nas partidas até aqui. Quando bate o desespero não existe "linguiça" que resista não é mesmo Marquinhos Chedid?
 
 
AS PESSOAS SÃO COMO MUSICAS: ALGUMAS FALAM A VERDADE E OUTRAS  SÓ FAZEM BARULHO...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440