RENATA RUEL XAVIER DE BRITO


Paulo, sobre, Nascida, tiver, solteira, Marco, Xavier, Antonio, filhos, filha, nascimento, nasceu, estado, civil, esposo.Nos fale sobre onde nasceu e data do nascimento, estado civil, nome dos pais, e esposo e filhos se tiver.
Nascida em São Paulo/SP, 12/12/1978, solteira, filha de Marco Antonio Xavier de Brito e Maria Zelinda Ruel
 
. Como se interessou pela arbitragem de futebol e alguém a influenciou nisso?
Venho de uma família onde minha mãe tem 5 irmãos homens e a maioria entre meus primos também são homens, todos apaixonados por futebol. Desde pequena acompanhava os jogos do meu irmão e primos pelos campos amadores, porém nenhum árbitro na família. No colégio, durante as aulas de educação física, ia jogar futebol com os meninos, ao invés de jogar vôlei com as meninas. Me interessei tanto por futebol que resolvi trabalhar no meio, mas querendo ser árbitra e não jogadora. Desde os 14 anos já ligava na FPF, que ainda se localizava na Brigadeiro Luiz Antônio, para saber sobre os cursos de arbitragem.
 
. Onde foi seu primeiro curso e em que ano?
Meu primeiro curso foi em 2004 na FPF.

. Nomine para nós alguns companheiros que se formaram com você:
Leandro Bizzio Marinho, Fabrício Porfiírio de Moura, Tatiane Sacilotti, Regildenia Moura, Leandro Feitosa, Patrícia Carla de Oliveira, Ricardo Pavanelli.
 
. Ainda na Escola o que almejava ou imaginava para seu futuro?
Sempre fui de almejar por etapas, então ao fazer o curso o primeiro objetivo era chegar à elite do futebol paulista, podendo trabalhar no Paulistão. Graças a Deus alcancei este objetivo.
 
. Dizem que a primeira escala ninguém esquece. Qual foi a sua e onde?
Não esquecemos mesmo, Sub15 e sub17 Osasco x São Paulo no Estádio José Liberatti em Osasco.
 
. Existe na sua trajetória uma partida que gostaria de esquecer. Qual a razão?
Não há nenhuma, todas contribuíram para o meu crescimento, todas somaram de uma forma ou de outra.
 
. Da mesma forma qual aquela que gostaria que se repetisse sempre?
Difícil citar somente uma, mas a final em 2009 do Torneio Internacional Feminino no Pacaembu lotado, Brasil x México, foi maravilhoso. Graças a Deus tenho muitos outros jogos que me marcam e gostaria de viver novamente Palmeiras x Ajax, Ponte x Corinthians, Ponte x Santos, São Bernardo x São Paulo, Guarani x Rio Preto (A2), Linense x São Bernardo (A2), São Paulo x Flamengo (final do sub17), Santos x Palmeiras (semifinal Copa São Paulo Junior) e muitos outros.
 
. Você é favorável á mulher no apito central somente se fizer "marcas" masculinas?
Não, não concordo com isto. Penso que a parte física é de extrema importância, o futebol hoje impõe uma velocidade enorme, porém não pode ser o pilar fundamental para o árbitro. O primeiro pilar é a técnica e não o físico em minha humilde opinião. Perdemos excelentes árbitros como Wilson Seneme, Leonardo Gaciba, José Henrique de Carvalho, Luiz Marcelo Cansian por questões físicas, sendo que tecnicamente apitavam qualquer jogo. Antes de termos atletas em campo, precisamos ter árbitros.
 
. De que forma sua familia vê este seu trabalho?
Da melhor forma possível, sempre me apoiaram, me acompanham, assistem aos jogos. O apoio deles é fundamental para uma carreira bem sucedida e tenho muito que agradecê-los por tudo.
 
. Percentualmente o que representa para você a Taxa de Arbitragem no mês?
Hoje, infelizmente, 80%.
 
. Teve algum momento de constrangimento pela atípica função?
Não que me lembre, ou seja, se houve nada que me marcou.
 
. Quais para você as maiores dificuldades da mulher na carreira?
Ainda há o preconceito, essa é uma grande dificuldade e o erro da mulher tem peso maior do que do homem.

. Onde espera chegar na arbitragem num futuro próximo?
Amo a arbitragem, ainda espero chegar em jogos profissionais pela CBF e depois me tornar instrutora do quadro nacional.
 
. Revistas masculinas poderiam atrair a você em função de seu trabalho?
Não, não é algo que me atrai.
 
. Uma mensagem ás mulheres que ainda exitam em vir para o meio:
“Há diferença em apenas sonhar e em se ter um sonho a realizar.” Se é um sonho seu, você pode ter êxito. Não precisa ser utopia, pode ser realidade, depende de você. Eu realizei meu sonho e não me arrependo em nenhum momento.
 
. E seu prato favorito, filme, livro, hobby, etc. quais seriam?
Lasanha ou comida japonesa; adoro filmes e fica difícil escolher só um: “Comer, Rezar e Amar”, “Intocáveis”, “O Quarto Poder”, “Um Homem Entre Gigantes”; livro: “A Bíblia Sagrada”, “O Monge e o Executivo”; música “O que é, o que é”, Gonzaguinha; cantores: Tom Jobim e Chico Buarque; amo viagens, teatro, parques, restaurantes e estar com a família e amigos.
 
. Antes de finalizar, e todo mundo pagou um, qual seu maior "mico" na arbitragem?
Uma vez em um jogo ao vivo o pano da bandeira caiu, fiquei bandeirando uns cinco minutos até o árbitro me ver, aí a TV foca em mim colocando o pano de volta.
 
. Agora finalize nosso papo da maneira que melhor lhe convier e até mesmo por algo que gostaria de dizer e não lhe foi perguntado:
A arbitragem tem espaço para todos, só é preciso analisar o profissional pela sua competência, capacidade, técnica e não pelo seu gênero, cor dos olhos, cor do cabelo, estatura, peso, etnia. Se podemos evoluir, não vamos ficar estacionados. 
Agradeço a todos que colaboram e colaboraram para a minha carreira.
Obrigada pela oportunidade e parabéns pelo trabalho.
Leia mais
  1. ENTREVISTADO DO MÊS ENTREVISTADO DO MÊS
  2. Entrevistado do Mês - Abril - 2017 Entrevistado do Mês - Abril - 2017
  3. ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO
  4. ENTREVISTADO DO MÊS - JANEIRO
  5. Entrevistado do mês Outubro
  6. Marcelo Leite de Carvalho Marcelo Leite de Carvalho
  7. Roney Prado Bustamente Roney Prado Bustamente
  8. ADRIANA DE ALMEIDA SILVA ADRIANA DE ALMEIDA SILVA
  9. Fevereiro 2016 Fevereiro 2016
  10. Janeiro 2016 Janeiro 2016
  11. Entrevistado do Mês: Nelson Izidoro De Almeida Junior
  12. Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho
  13. Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA
  14. Entrevistado do Mês - Agosto Entrevistado do Mês - Agosto
  15. Entrevistado do Mês - Julho Entrevistado do Mês - Julho
  16. Entrevistado do Mês - Junho Entrevistado do Mês - Junho
  17. Entrevistado do Mês - Maio Entrevistado do Mês - Maio
  18. ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES
  19. Entrevistado do Mês - Março Entrevistado do Mês - Março
  20. Entrevistado do Mês - Fevereiro Entrevistado do Mês - Fevereiro
  21. Entrevistado do Mês - Janeiro Entrevistado do Mês - Janeiro
  22. Cleber Wellington Abade Cleber Wellington Abade
  23. Regildenia Regildenia
  24. Robson Ferreira Oliveira Robson Ferreira Oliveira
  25. Marcio Luis Augusto Marcio Luis Augusto
  26. Raphael Claus Raphael Claus
  27. Vladimir Vassoler Vladimir Vassoler
  28. Emidio M. de Mesquita Emidio M. de Mesquita
  29. Marcelo C. Van Gasse Marcelo C. Van Gasse
  30. Sérgio Ferreira Leandro Sérgio Ferreira Leandro
  31. Bruno Salgado Rizo Bruno Salgado Rizo
  32. Graziele Crizol Graziele Crizol
  33. Rodrigo D Alonso Ferreira Rodrigo D Alonso Ferreira
  34. Oscar Roberto Godoi Oscar Roberto Godoi
  35. Marcelo Ap. Ribeiro De Souza Marcelo Ap. Ribeiro De Souza
  36. Emerson A. de Carvalho Emerson A. de Carvalho
  37. Guilherme Ceretta Guilherme Ceretta
  38. Gustavo Caetano Rogério Gustavo Caetano Rogério
  39. Edie Mauro Garcia Detofoli Edie Mauro Garcia Detofoli
  40. Hélio Ricardo de Araújo Marmo Hélio Ricardo de Araújo Marmo
  41. Wilson Luiz Seneme Wilson Luiz Seneme
  42. Lohan Alves Dos Santos Lohan Alves Dos Santos
  43. Cristina Mara Cardoso Cristina Mara Cardoso
  44. Fabio Luiz Florindo Fabio Luiz Florindo
  45. Salvio.S. Fagundes Filho Salvio.S. Fagundes Filho
  46. Arthur Alves Junior Arthur Alves Junior
  47. Marcos Paulo Feltrim Marcos Paulo Feltrim
  48. Nilson Toda Lucas Vidal Nilson Toda Lucas Vidal
  49. Wagner Ap. Rizo Wagner Ap. Rizo
  50. Marcelo Prieto Alfieri Marcelo Prieto Alfieri
Anterior 1 2 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440