OLHA O VÍDEO AÍ.....

OLHA O VÍDEO AÍ...
 
E não é que no Mundial de Clubes da FIFA a tecnologia já se fez presente e em um lance de diferentes opiniões e interpretações? Alguns criticaram violentamente a decisão, outros cumprimentaram pela decisão acertada da arbitragem.
 
Mas, e não esquecendo que o lance requereu poder de interpretação, não se pode condenar quem entendeu como uma decisão equivocada, haja visto que o lance entrega a quem o vê distintas considerações:
 
 a) Não entendemos que houve infração do atacante japones no defensor colombiano, entendendo o lance como um choque normal,mas alguns viram infração do atacante antes de receber a penalidade...
 
 b) Entendemos que existiam dois jogadores japoneses em posição de impedimento.
 
 c) Mas entendemos também que nenhum dos dois teve participação ativa no lance, e portanto suas posições eram passivas e não ativas, mas existem aqueles que acham um deles em posição de participação ativa...
 
 d) E finalmente nenhuma dúvida com relação ao "toco" dado pelo defensor colombiano no atacante japones, dentro da área penal, e portanto cometendo a penalidade máxima e aqui as opiniões não diferem...
 
Tudo certo, pelo menos para nós...
 
Porém nossa crítica é com relação ao tempo, para nós exagerado, entre a ocorrência e a paralisação da partida e isto poderá trazer muitas outras complicações se "a regra for essa". Nesta ocasião a partida continuou mais 45 segundos até a bola sair pela lateral quando foi paralisado. A pergunta que se faz é, e se dentro desses 45 segundos um gol do acontecesse? E se outra penalidade máxima fosse marcada? Se houvesse uma expulsão? Imaginem vocês o "rebú" que se teria. Com a penalidade maxima marcada (vídeo) todas as demais ocorrências "não existiriam", pois aconteceram "com o jogo paralizado", entenderam?
 
E a penalidade máxima, que existiu, somente foi marcada pela arbitragem exatamente 2,15minutos após acontecer. É muito, é tempo demais. Isto precisa mudar pois o que é uma solução poderá se tornar um problema de sérias consequencias...
 
Claro que para cada colocação que fizemos se deverá ter uma saida e uma solução, mas o aviso "da cabine" tem de ser quase que de imediato, senão se cobrirá "alguns santos" mas se descobrirá "outros santos", ou se preferirem "se cobrirá a cabeça", mas se descobrirão os pés", criando-se nova gama de confusões...
 
 
Gustavo Caetano Rogério
 
 

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440