Entrevistado do Mês - Abril - 2017

sobre, Paulo, esposa, Nasci, bairro, Tatuapé, tiver, filhos, nascimento, estado, civil, nasceuGIOVANNI CRESCÊNCIO

Nos fale sobre onde nasceu e data do nascimento, estado civil, nome dos pais, e esposa e filhos se tiver.
 
Nasci dia 03/11/1993 em São Paulo, no bairro do Tatuapé, hoje moro na Vila maria. Sou casado a 7 Anos com a Ketellem e tenho uma filha de 4 anos, a Tifanny. Meus pais se chamam Dorival e Katia, tenho uma irmã a Beatriz.
 

Como se interessou pela arbitragem de futebol e alguém a influenciou ?
 
Me interessei pela arbitragem por um acaso, apitei um jogo para meu pai no futebol amador, ao final da partida recebi alguns elogios e comecei a enxergar a arbitragem com bons olhos, meu pai desde então me incentivou muito a procurar algum curso especifico. 
 
 
Onde foi seu primeiro curso e em que ano?
 
Tinha um amigo que trabalhava na arbitragem e me indicou a AAGSP, uma grande empresa nesse ramo, onde realizei o curso no ano de 2016.
 
 
Ainda na Escola o que almejava ou imaginava para seu futuro?
 
Após o inicio do Curso comecei a gostar mais ainda dessa profissão, e almejar a Federação Paulista de Futebol que é o sonho para a maioria dos árbitros.
 
 
Dizem que a primeira escala ninguém esquece. Qual foi a sua e onde?
 
Minha primeira escala foi no campeonato do Interclubes, no Clube Banespa, estava muito ansioso e nervoso com a estreia, mas logo fui me acalmando e me sentindo realizado em estar estreando.
 
 
Algum fato engraçado nesse seu inicio de carreira?
 
Na arbitragem quando trabalhamos com alguns amigos, sempre é com muita alegria e satisfação. Acredito que o fato mais engraçado que aconteceu comigo foi que,  estava trabalhando em uma partida e após assinalar um impedimento o zagueiro veio em minha direção muito bravo, após chegar bem perto me reconheceu, era um amigo de meu pai, ele não sabia o que fazer e ficou muito sem graça, me pediu desculpas e ele sempre que me encontra lembra disso.
 
 
De que forma sua família vê este seu trabalho?
 
Meus pais, minha esposa e minha filha sempre me apoiaram muito, eles sempre souberam da minha paixão pelo futebol, esse apoio de todos é essencial para minha carreira, é muito gratificante ver todos me apoiando para realização de meu sonho.
 

Em que porcentagem a arbitragem contribui para sua renda familiar?
 
Hoje a arbitragem contribui com 40% em minha renda. Acredito que consegui unir o útil ao agradável, porque ao mesmo que preciso do dinheiro, trabalho na arbitragem com paixão. Graças a deus hoje não consigo me imaginar fora da arbitragem.
 
 
Onde espera chegar na arbitragem num futuro próximo?
 
Após o inicio do curso da Federação, vou me dedicar aos estudos para aprimorar cada vez mais minhas técnicas e conceitos sobre a arbitragem, e me tornar um grande auxiliar.  
 
 
Aprovado que foi na Federação.. O que espera do curso ???
 
Estou muito ansioso para o inicio, quero aprender mais sobre a arbitragem, apesar de já ter feito o curso, estudos nunca são demais. Ainda mais curso na FPF, onde estão os melhores de São Paulo e alguns que são considerados os melhores do Brasil. 
 
 
Em quem você se espelha na arbitragem nacional.. árbitro e assistente?
 
Como comecei a gostar da arbitragem a pouco tempo, não conheço muito do pessoal antigo, alguns que comecei a observar e admirar o trabalho são o Sandro Meira Ricci e Raphael Claus e assistente gosto muito do Emerson de Carvalho, acho que hoje estão entre os melhores do Brasil.
 

O que a arbitragem trouxe de melhor a sua vida?
 
Não só ensinamentos na parte da arbitragem, mais aprendi a ser mais tranquilo com tudo em minha vida, pois essa profissão exige muita paciência e calma de nossa parte. Sem contar que também fiz muitos amigos que tenho certeza que levarei para sempre.
 
 
O que você espera da profissionalização da arbitragem ?
 
Esperamos que isso aconteça o quanto antes, pois nessa profissão tem muitas pessoas que são obrigados a decidir entre sua profissão ou arbitragem, é difícil conciliar os dois, algumas pessoas até conseguem, acho que a profissionalização irá fazer com que muitos decidam em permanecer na Arbitragem e teremos uma maior procura pela profissão. 
 
 
Quais as maiores dificuldades na carreira de um árbitro? 
 
Acredito que seja a paciência, no começo é muito difícil lidar com algumas situações na arbitragem, mais temos que saber lidar com isso porque o futebol é um esporte que mexe com sentimentos das pessoas e nós estamos ali para saber controlar e administrar cada atleta e envolvidos na partida. Na parte física, existe muitas dificuldades com nosso condicionamento, temos que saber se alimentar e treinar, afinal também somos atletas.
 
 
Você aconselharia um amigo a ser arbitro de futebol ?
 
Com certeza, apesar de muitos amigos não gostar da profissão, mais acredito que pra quem gosta do futebol depois que entra na arbitragem nunca mais deixará de gostar e irá ver com outros olhos essa profissão. 
 

E seu prato favorito, filme, livro, hobby, etc. quais seriam?

Gosto muito de Churrasco, acredito que seja umas das melhores comidas do nosso Brasil. Sempre gostei muito de filmes de ação, sempre gostei dos filmes da serie Transformers. O livro Dom Casmurro, de Machado de Assis, por ter sido o primeiro livro que li. O Futebol sempre foi uma paixão em minha vida, que foi passado de gerações até mim. Hoje, tudo que seja relacionado ao esporte sempre gosto de estar envolvido.
 
 
Agora finalize nosso papo da maneira que melhor lhe convier e até mesmo por algo que gostaria de dizer e não lhe foi perguntado:
 
Gostaria muito de agradecer a AAGSP e a Rita de Cassia pelas oportunidades que me deram, e aos professores Nilson Toda e André Felix pelos ensinamentos desde o curso, foi lá onde tudo começou, sempre serei muito grato a todos, espero cada dia mais poder ajudar todos. Agradecer a todos amigos que conheci na arbitragem, sempre me ajudaram e me deram dicas para ficar e me capacitar ainda mais. Me sinto muito realizado em fazer parte dessa grande família AAGSP. Agradeço também toda minha família. Obrigado!                        
Leia mais
  1. ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO ENTREVISTADO DO MÊS - FEVEREIRO
  2. ENTREVISTADO DO MÊS - JANEIRO
  3. RENATA RUEL XAVIER DE BRITO RENATA RUEL XAVIER DE BRITO
  4. Entrevistado do mês Outubro
  5. Marcelo Leite de Carvalho Marcelo Leite de Carvalho
  6. Roney Prado Bustamente Roney Prado Bustamente
  7. ADRIANA DE ALMEIDA SILVA ADRIANA DE ALMEIDA SILVA
  8. Fevereiro 2016 Fevereiro 2016
  9. Janeiro 2016 Janeiro 2016
  10. Entrevistado do Mês: Nelson Izidoro De Almeida Junior
  11. Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho Entrevistado do Mês: Leandro Carvalho
  12. Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA Entrevistado do Mês: JOSÉ CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA
  13. Entrevistado do Mês - Agosto Entrevistado do Mês - Agosto
  14. Entrevistado do Mês - Julho Entrevistado do Mês - Julho
  15. Entrevistado do Mês - Junho Entrevistado do Mês - Junho
  16. Entrevistado do Mês - Maio Entrevistado do Mês - Maio
  17. ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES ENTREVISTADA DO MÊS DE ABRIL - MARCIA FERNANDES
  18. Entrevistado do Mês - Março Entrevistado do Mês - Março
  19. Entrevistado do Mês - Fevereiro Entrevistado do Mês - Fevereiro
  20. Entrevistado do Mês - Janeiro Entrevistado do Mês - Janeiro
  21. Cleber Wellington Abade Cleber Wellington Abade
  22. Regildenia Regildenia
  23. Robson Ferreira Oliveira Robson Ferreira Oliveira
  24. Marcio Luis Augusto Marcio Luis Augusto
  25. Raphael Claus Raphael Claus
  26. Vladimir Vassoler Vladimir Vassoler
  27. Emidio M. de Mesquita Emidio M. de Mesquita
  28. Marcelo C. Van Gasse Marcelo C. Van Gasse
  29. Sérgio Ferreira Leandro Sérgio Ferreira Leandro
  30. Bruno Salgado Rizo Bruno Salgado Rizo
  31. Graziele Crizol Graziele Crizol
  32. Rodrigo D Alonso Ferreira Rodrigo D Alonso Ferreira
  33. Oscar Roberto Godoi Oscar Roberto Godoi
  34. Marcelo Ap. Ribeiro De Souza Marcelo Ap. Ribeiro De Souza
  35. Guilherme Ceretta Guilherme Ceretta
  36. Emerson A. de Carvalho Emerson A. de Carvalho
  37. Edie Mauro Garcia Detofoli Edie Mauro Garcia Detofoli
  38. Gustavo Caetano Rogério Gustavo Caetano Rogério
  39. Hélio Ricardo de Araújo Marmo Hélio Ricardo de Araújo Marmo
  40. Wilson Luiz Seneme Wilson Luiz Seneme
  41. Lohan Alves Dos Santos Lohan Alves Dos Santos
  42. Cristina Mara Cardoso Cristina Mara Cardoso
  43. Fabio Luiz Florindo Fabio Luiz Florindo
  44. Salvio.S. Fagundes Filho Salvio.S. Fagundes Filho
  45. Arthur Alves Junior Arthur Alves Junior
  46. Marcos Paulo Feltrim Marcos Paulo Feltrim
  47. Nilson Toda Lucas Vidal Nilson Toda Lucas Vidal
  48. Wagner Ap. Rizo Wagner Ap. Rizo
  49. Marcelo Prieto Alfieri Marcelo Prieto Alfieri
  50. Ana Paula Oliveira Ana Paula Oliveira
Anterior 1 2 Próximo

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440