SINDUSFARMA - REGULAMENTO FUTSAL FEMININO

JOGOS SINDUSFARMA
 
REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO – FUTSAL FEMININO

CAPITULO UM – Da denominação e participação

Art. 1º - O torneio de Futebol de Salão Feminino dos Jogos Sindusfarma, será disputado por equipes inscritas até a data determinada pela organização, serão obedecidas às regras oficiais e as demais determinações vigentes e adotadas pelaConfederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS).
 
Parágrafo Único:O presente regulamento trata de assuntos específicos dessa competição.

CAPÍTULO DOIS – Dos troféus e títulos

Art. 2º - Para a empresa vencedora será atribuído o título de campeão de Futsal Feminino dos XI Jogos Sindusfarma e o troféu representativo desta modalidade.
            § 1º - A equipe campeã receberá 15 medalhas douradas para seus atletas e comissão técnica; a equipe vice-campeã receberá 15 medalhas prateadas para seus atletas e comissão técnica; a equipe  terceira colocada receberá 15 medalhas de bronze para seus atletas e comissão técnica.
 
                § 2º - Troféus Individuais:
 
                2.1 – Artilheiro da competição
                2.2 – Goleira menos vazada.
 

CAPÍTULO TRÊS – Da condição de jogo dos Atletas

Art. 3º - Somente poderão participar da competição funcionários efetivos da empresa, devidamente registrados, funcionários prestadores de serviço (terceirizados) e estagiários.
            § 1º - Funcionários prestadores de serviço e estagiários devem apresentar no ato da inscrição, atestado comprobatório da empresa pela qual irá atuar, onde deverá ser respeitado o Art. 4º, parágrafos 2º, 3º e 4º, do Regulamento Geral da Competição.
            § 2º - A identificação do atleta no dia da competição será a sua identidade funcional (crachá) da empresa que ele representa.
             § 3º - Todos os atletas relacionados na lista única para as modalidades coletivas podem fazer parte dessa competição, lembrando que, somente 12 atletas compõem a súmula de jogo por partida.
 

CAPÍTULO QUATRO – Do sistema de Disputa

Art. 4º - O formato do torneio será determinado em congresso técnico, de acordo com o número de equipes inscritas.
 
Art. 5ºEm caso de igualdade na classificação da primeira fase, consideramos os seguintes itens, pela ordem:
       
a) Pontos ganhos,
b) Número de vitórias,
c) Saldo de gols,
d) Maior número de gols marcados,
e) Menor número de gols sofridos,
f) Confronto direto,
g) Sorteio.

5.1 – Pontuação na primeira fase:
a) Três pontos por vitória,
b) Um ponto por empate,
c) Zero ponto por derrota. 
 
                5.2 A partir da semifinal havendo empate, o desempate se dará através de três cobranças da marca de pênalti para cada equipe, alternadamente. Se persistir a igualdade, uma cobrança para cada equipe e assim sucessivamente até que se chegue a um vencedor.
                5.3 Todos os jogos serão disputados com o tempo de 20 x 20 minutos corridos, com intervalo de 10 minutos para descanso.
 
 
Art. 6º - As regras do jogo que não se encontram especificadas nesse regulamento serão as regras oficiais da Confederação Brasileira de Futebol de Salão que podem ser encontradas no site da CBFS (www.cbfs.com.br) 
 
 
Art. 7º- O banco de reservas deve ser exclusivamente constituído pelas seguintes pessoas devidamente uniformizadas:
                   7.1 – 7 (sete) atletas reservas;
                   7.2 – 3 (três) membros de Comissão Técnica.
                   7.3 – Os dirigentes e demais integrantes das equipes não podem sentar no banco de reservas durante as partidas, devendo permanecer fora da quadra de jogo.
 
Art. 8º- Somente a primeira partida do dia terá tolerância de 15 (quinze) minutos do horário estabelecido para o seu início. A equipe que estiver atrasada deverá estar com o mínimo de atletas permitido para o inicio da partida, trocada e em quadra, até 15 (quinze) minutos após o horário estabelecido para o início da partida, caso contrário será considerado WO. Para as demais partidas não há tolerância, mesmo que haja atraso na realização das partidas, as equipes devem se apresentar devidamente preparadas para o jogo no horário marcado e de acordo com as regras acima descritas.
 
                       8.1 As equipes que não se apresentarem com o número mínimo de atletas para o inicio da partida, ou não comparecerem no horário estabelecido, perderão os pontos e o resultado administrativo será de 2 x 0 para a equipe adversária.

CAPÍTULO CINCO – Das medidas disciplinares

 
Art.9º - As partidas serão dirigidas conforme a Regra 12 – Faltas e Incorreções das Regras de Futsal da Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS).
 
Art.10º- Quanto as suspensões:
                10.1 – Cartão Vermelho: atleta automaticamente suspenso da próxima partida;
                10.2 – Cartão Amarelo: dois cartões amarelos, atleta suspenso automaticamente da próxima partida;
                10.3 – Brigas e agressões físicas entre membros de equipes adversárias ou entre membros da mesma equipe incorrerão em eliminação automática dos mesmos, da competição;
                10.4 – Os cartões amarelos aplicados na fase classificatória serão eliminados para a final.

CAPÍTULO SEIS – Das disposições finais

Art. 10º - Os jogos ocorrerão em hora e local determinado pela comissão organizadora da competição.
 
Art. 11º- Toda publicidade relativa à competição e seus jogos é restrita a acordos comerciais firmados ou autorizados pela empresa organizadora e Sindusfarma.       
 
Art. 12º- Os casos omissos serão resolvidos pela empresa organizadora do evento e comissão organizadora do Sindusfarma.

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440