DECISÕES DA ARBITRAGEM (06)

DECISÕES DA ARBITRAGEM (6)
 
Lance de área em Avaí x Flamengo: Definiu a CBF como decisão didática da arbitragem, algo que concordaríamos, se o árbitro Paulo Vollkopf reformasse sua decisão equivocada na marcação de penalidade máxima logo após ouvir seu ADICIONAL (Paulo Salmazio) Á FRENTE DO LANCE, o que não fez. Consultou e não reformou a decisão. Foi até o ASSISTENTE (Leandro Ruberdo) e também não reformou a decisão. Voltou a procurar o ADICIONAL, olhou á distancia para o ASSISTENTE e, surpreendentemente ai sim  cancela a marcação. Na verdade não houve a penalidade máxima e acabou acontecendo um acerto, mas a forma pela qual se chegou a decisão deixou muitas duvidas. Se já havia ouvido os dois e mantendo sua decisão, imagina-se que os dois ou disseram "foi" ou disseram "não sei" entenderam...? Voltar a ouvir o ADICIONAL novamente e decidir depois soou, no mínimo, esquisito...
 
Lance de área em Atlético Paranaense x Santos: Definiu a CBF como lance normal e não penalidade máxima, o que concordamos. O atacante ao tentar o drible já salta e vai se projetando ao solo. Não houve penalidade máxima para o Santos no lance. Acertou a arbitragem de Marcelo de Lima Henrique.
 
Lance de área em Atlético Paranaense x Santos, no ataque atleticano, e uso de mão na bola ou bola na mão do defensor santista. Definiu a CBF como erro da arbitragem o que discordamos. A pouquissima distancia entre o chute e o toque na bola não permitiriam "reação movida por intenção" , e para nós é penalti "jabuticaba" por bola na mão e não mão na bola. Acertou a arbitragem de Marcelo de Lima Henrique.
 
Penalidade máxima marcada para o Corinthians contra o São Paulo. Correta a definição da CBF como penalti, e decisão didatica da arbitragem. Não mais se aplica Cartão Amarelo nestas situações. Acertou a arbitragem com Ricardo Marques Ribeiro.
 
OBS. Omitiu-se porém a CBF em apresentar sua análise sobre a segunda penalidade máxima marcada para o Coritiba contra o Botafogo, Se a primeira (foram duas) foi indiscutivel, esta segunda não existiu, foi simulada por Rildo e num erro de Flavio Rodrigues de Souza. Cade aqui a importante posição da CBF?
 
 
Gustavo Caetano Rogerio
Junho 2017

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440