DECISÕES DA ARBITRAGEM (14)

DECISÕES DA ARBITRAGEM (14)
 
PALMEIRAS X VITÓRIA: Apesar da maneira confusa colocada, definiu  CBF como inexistência da penalidade máxima marcada a favor do Palmeiras sobre Mina e novo erro da arbitragem na não marcação de outra sobre William para o Palmeiras. Entretanto omitiu-se, e não deveria, em opinar com relação a uma teceira penalidade máxima, e esta cometida por Egidio sobre Patric. Decisões todas equivocadas na arbitragem de Bruno Arleu Araujo.
 
GRÊMIO X PONTE PRETA: Definiu a CBF como decisão acertada da arbitragem a penalidadde máxima marcada sobre Fernandinho observando: "Jogador defensor segura o adversário dentro da área penal". Discordamos totalmente, e como todos discordaram, pois o que se ve, e a imagem não mente, é uma simulação grotesca até merecedora de Cartão Amarelo. Para nós decisão totalmente equivocada de Claudio Francisco Lima e Silva.
 
CHAPECOENSE X SÃO PAULO:  Correta aqui a interpretação da CBF definindo como decisão equivocada da arbitragem a não marcação de penalidade máxima sobre Lucas Prato, claramente agarrado dentro da área penal. Erro determinante da arbitragem de Wagner Nascimento Magalhaes.
 
ATLÉTICO GOIANIENSE X ATLÉTICO MINEIRO: Aqui também concodamos com a posição da CBF na anulação de gol do Atlético Mineiro, por impedimento. Quando do lançamento o atacante acha-se adiantado em relação aos defensores. Decisão correta da arbitragem de Pablo dos Santos Alves e do Assistente Killden Morais de Lucena.
 
CORINTHIANS X ATLÉTICO PARANAENSE: Lance de extrema sinplicidade e que nem deveria estar listado neste trabalho. Curiosamente não faz nenhuma alusão á penalidade máxima, este sim lance determinante, cometida pelo lateral do Corinthians Moisés sobre Jonathan do Atlético e não marcada por Sandro Meira Ricci. Penalidade máxima indiscutível e com muita senelhança á marcada no Palmeiras x Corinthians sobre Guilherme Arana, aliás corretamente. (Pisão no pé impedindo a movimentação)
 
BOTAFOGO X SPORT: Definiu a CBF como decisão equivocada da arbitragem o gol do Botafogo, marcado por Rodrigo Lindoso, mas antes da bola entrar tocando em Roger, seu companheiro que estava impedido. Correta posição da Entidade, e tambem  entendemos como decisão equivocada da arbitragem de Ricardo Marques Ribeiro e Pablo Almeida Costa.
 
E nesta rodada uma omissão que não poderia ter acontecido foi o erro gravíssimo (mais um) de Heber Roberto Lopes na partida CRB x Internacional pela Série B. Penalidade máxima absurdamente não marcada a favor do Internacional. Colocar o lance de Corinthians x Atlético Paranaense como decisão correta da arbitragem, pela simpliccidade do lance, e omitir-se nesta decisão equivocada da arbitragem, pela importância do lance é, no minimo pura falta de atenção.
 
 
Gustavo Caetano Rogério
Julho 2017

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440