BOLA CHEIA E BOLA MURCHA - 07/08/2017

BOLA CHEIA
 
BOLA CHEIA para o colunista do UOL, Rodrigo Matos, que em seu Blog colocou sua opinião sobre o absurdo erro da partida Corinthians x Flamengo na anulação do gol de Jô. Mas na verdade o que mais nos chamou atenção foi que, neste artigo, ele emite opinião sobre as tais "DECISÕES DA ARBITRAGEM"  que semana passada retiramos de debater em nossos comentários. Escreve ele: " Houve outras arbitragens controversas na rodada, e a CBF reconhece em suas análises semanais quase que um penalti ignorado por rodada. Mas na verdade é muito mais. A ENTIDADE COMEÇOU A IGNORAR SEUS ERROS NA AVALIAÇÃO PORQUE ESTAVA FICANDO FEIO". Perfeita observação do Jornaista,  ou seja, não somente nós observamos que aquilo que seria uma ótima idéia, já foi também totalmente desvirtuada pois passou-se a escolher lances na base de "este sim, aquêle não"...
 
BOLA CHEIA para o Palmeiras que vem conseguindo bons resultados nos ultimos jogos do Campeonato Brasileiro, fechou a rodada como quarto colocado e tres pontos á frente do Flamengo. Foi ao Rio de Janeiro, começou bem a partida tendo maior controle das ações na primeira etapa e pouco propiciou ao mandante Botafogo. "Apertou-se" mais na segunda etapa com o crescimento do adversário, levou o empate em gol irregular e teve forças para, no finalzinho fazer 2x1 e vencer a partida. Rafael Traci foi, tecnicamente, um bom árbitro e com mais acertos do que erros, uma ou outra falta não marcada, mas com controle do jogo em suas mãos. Deixou o jogo fluir, não "atrapalhou" e deixou a bola rolar (72% de bola rolando). Disciplinarmente errou no Cartão Amarelo não aplicado a Roger Guedes, como errou também naquele             que aplicou a  Egidio. O grande erro foi propiciado por mais um "bandeirinha", Luciano Roggenbaum, que não marcou impedimento no gol botafoguense. Este mesmo logo depois teve mais um erro absurdo, não marcando novo impedimento do ataque do Botafogo, e em lance que o gol não saiu por milagre.
 
BOLA CHEIA para o Corinthians e o Santos que tiveram grandes vitórias contra Atlético Mineiro e Flamengo, respectivamente. O Corinthians iluminado, mas "redondinho" em suas linhas teve mais uma vez menor posse de bola (gosta disso) e chutou a gol apenas três vezes. O Atlético chutou quinze vezes. A observação não é em demérito, e sim ao contrário pois mostra o quanto "cirúrgico" está este time. Já o Santos também fez ótimo resultado frente ao Flamengo em partida de muitas emoções. Não assistimos estas duas partidas, mas aqui não poderiam "passar batidas", e no Santos x Flamengo mais um "erro" de arbitragem onde, se me entenderem, o árbitro errando acertou na anulação de gol do Flamengo. Rever está impedido, o "bandeirinha" Cristhian Sorence não marca, a bola BATE no braço de Rever e o árbitro Eduardo Valadão anula por...TOQUE DE MÃO.
 
BOLA CHEIA para o Corinthians 3x1 Sport em mais uma bela vitoria do Timão, lider, muito forte, e quase imbatível. Mais uma vez cirúrgico, e desta com mais uma novidade: não cometeu nenhuma falta na primeira etapa da partida, fato quase impossível de se ver para os padrões do futebol brasileiro. Entretanto e curiosamente se o atacante André estivesse em noite inspirada teríamos no mínimo um 3x3 como resultado final já que perdeu gols feitos na segunda etapa. Wagner Reway muito bem fisicamente teve uma primeira etapa sem erros e com domínio da partida. Na segunda etapa "sensibilizado" deixou de marcar algumas faltas da equipe local, oscilou num breve periodo de tempo, mas nem por isso se complicou. Nesta etapa foram duas faltas marcadas contra o Timão. Quem andou errando foi o Assistente Marcelo Grando que marcou errado impedimento de André, não marcou um de Juninho, mas acertou no gol anulado de Romero, impedido.
 
BOLA CHEIA para Fabio Carille e sua campanha sensacional na equipe do Corinthians, quebrando recordes, produzindo com o grupo algumas situações inimagináveis. A ultima se deu em Corinthians x Sport com o seu time cometendo apenas duas faltas na partida (nenhuma no primeiro tempo). Quebrando paradigmas seu time, ganhando de todos, tem em todas as partidas menor posse de bola que os adversários, "derrubando" Rogério Ceni que nas suas entrevistas elogiava seus atletas por terem sempre maior tempo com a bola em seus pés. Querem mais do Corinthians x Sport?  Teve 4 finalizações certas, contra 7 do Sport; Passes certos teve 387, contra 498 do Sport; Lançamentos certos, 8 contra 14 do Sport; Lançamentos errados 27, contra 15 do Sport. Posse de bola, 47% contra 53% do Sport. Só para relembrar: Resultado final ( o que vale os tres pontos) Corinthians 3x1 Sport.
 
 
 
 
O MELHOR AMIGO DA VIDA É O TEMPO, ELE DIZ A VERDADE...
 
 
  
bola murcha
 
bola murcha para o São Paulo 1x2 Coritiba, com o Tricolor enganando a  nós e aos seus 53.643 torcedores presentes ao Morumbi, depois da bela apresentação contra o Botafogo no Rio de Janeiro. Esperava-se uma outra "cara" da equipe, mas ela voltou a ser exatamente o que vinha sendo anteriormente e voltando inclusive ao Z4. Coritiba repleto de desfalques, com uma equipe cheia de limitações, mas bem postado em campo e com um sistema defensivo que pouco permitiu ao tricolor. Arbitragem de Periclees Bassols de pequenos erros, marcou bem penalidade maxima para o Coritiba, e acabou por levar a bom termo sua missão.
 
bola murcha para o Guarani que após excelentes resutados no Brasileiro B, vem despencando rodada a rodada na classificação. Desta feita derrotado pelo Internacional colecionou seis partidas sem vencer e, ele que era lider hoje já caiu para a sexta posição. Terá trabalho nosso Amigo Vadão...
 
bola murcha para o Palmeiras 0x1 Atlético Paranaense numa parrida em que, se jogassem até a noite, nada se mudaria no resultado final. Muito mal o Verdão com seu time reserva, muitos passes errados, finalizações mal feitas, enfim e especialmente no primeiro tempo um time muito ruim. Melhorou na etapa final mas não o suficiente para mudar a "cara" da partida, ode dominou o adversário mas de uma forma em que parecia estar vencendo de goleada e não necessitando marcar gols. Trabalho apenas regular de Rodrigo Batista Raposo, poucos erros técnicos, mas disciplinarmente não mostrou critérios definidos, ficando a dever alguns Cartões Amarelos.
 
bola murcha, novamente, para o São Paulo novamente derrotado e desta feita para o Bahia por 2x1. Atola-se na Zona de Rebaixamento e se faz urgente uma recuperação para que o pior não venha a acontecer como Tricolor.
 
bola murcha para Avaí 0x0 Santos num resultado que, na pratica, a ninguém agradou e por distintas razões. O Avaí para afastar-se mais de sua incomoda posição no Z4 e o Santos para melhor consolidar-se entre os quatro primeiros. Poucas oportunidades, muito equilibrio, duas bolas no travessão do Avaí e uma bola na trave do Santos é o que de melhor podemos destacar. Mas a "bola do jogo" esteve nos pés do Avaí, já nos acréscimos e numa defesa sensacional de Vanderlei. Com derrotas de Flamengo, Palmeiras e este empate quem "nadou de braçada" na rodada, mais uma vez, foi o Timão. Arbitragem de Pablo dos Santos Alves de bom nível e nenhuma contestação.
 
 
EU ME PREOCUPO SIM, MAS COM QUEM SE PREOCUPA COMIGO...

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440