BOLA CHEIA 11/10

BOLA CHEIA para o Paraná Clube que  contra o Internacional deixou seu estádio na Vila Capanema e foi mandar o jogo na Arena da Baixada. Decisão perfeita, chamamento á sua torcida feito com competência e resultado: 39.414 torcedores lotaram o estádio, em público que somente "perdeu" para jogo da Copa do Mundo  entre Espanha x Austrália em 2014 . A meta do clube era de ter colocado 40.000 torcedores, quase atingiu, mas de se deu muito bem na promoção da partida. Excessão á Copa do Mundo é o recorde da Baixada.
 
BOLA CHEIA para o Brasil que mesmo não vencendo a Bolivia, em La Paz, soube e bem se comportar contra a temida altitude, dominar completamente seu adversário e somente não fazer 3 ou 4 gols graças a atuação diferenciada do goleiro boliviano Carlos Lampe, maior responsavel pelo 0x0. Neymar, Gabriel Jesus e Paulinho tiveram conclusões a gol que normalmente se transformariam em gols, mas o "goleirão" estava numa tarde iluminada. Foram exatamente onze  situações de gol criadas pelo Brasil, algo aliás, dificil de acontecer pelas características de jogos na altitude boliviana, e poder-se-ia dizer que  o goleiro brasileiro Alisson foi mero assistente e sem nenhum trabalho nos noventa minutos, e com uma bola chutada contra o seu travessão aos 45 minutos da etapa inicial. Fernando Rapallini, da Argentina, não teve nenhuma dificuldade para dirigir a partida, ajudado pelo comportamento leal dos jogadores, e pela inexistencia de lances polêmicos.
 
BOLA CHEIA para Denilson, Campeão do Mundo e hoje comentarista da Band. Com o nome em alta, aliás merecidamente, sendo um dos responsaveis pelo sucesso do programa de Renata Fan, está com dias contados na emissora. Fox Sports e Globo já disputam o ex craque...
 
BOLA CHEIA para o Brasil 3x0 Chile pelas eliminatoria da Copa da Russia, em partida que deixou nossos adversários fora da competição. Primeira etapa com o Brasil diferente de jogos anteriores, com dificuldades para superar ls chilenos, fazeno faltas que nãi vinha fazendo (15 a 5) na primeira etapa e com Casemiro e Renato Augusto longe de seus melhores Dias e Paulinho cometendo faltas em excesso. E mesmo sem mudar a equipe, foi totalmente diferente nossa apresentação na etapa final, voltando o futebol bem jogado e dai a "acabar" com o adversário "foi um pulo". Parabéns ao técnico Tite e aos jogadores que conseguiram sua vaga com absoluta antecedência e sem nenhum sofrimento como em situações anteriores. |Arbitrou o EquatorianoRoddy Zambrano que não mostrou ser árbitro para grandes jogos, e até mesmo para ostentar o escudo FIFA. Não teve nenhum momento polêmico em questões técnicas, foi mal nos critérios de punição ou não punição de faltas, e pior ainda em lances para cartões amarelos.
 
BOLA CHEIA para a arrecadação de Brasil x Chile no Allianz Parque. Os 118 mi se transformaram em recorde absoluto no nosso país. Para roduzor tais numeros 41.000 torcedores assistiram a partida.
 
BOLA CHEIA, finalmente, para Lionel Messi na Seleção Argentina. Num dos momentos mais difíceis dos "hermanos" o craque apareceu e decidiu a classificação portenha marcando os três gols de seu país.
 
"O TEMPO DEIXA PERGUNTAS, MOSTRA RESPOSTAS, ESCLARECE DUVIDAS...
 
                MAS ACIMA DE TUDO, O TEMPO TRAZ VERDADES..."

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

9390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   9390050
Work:11 3392-5440