ENTREVISTADO DO MÊS - ANA PAULA GREGORIO SANTOS VASCONCELOS

Paulo, Gregorio, Hermínia, filha, Antônio, Carlos, ideia, surgiu, Vasconcelos, solteira, julho, civil, estado, nascimento, nasceu, Nasci


Onde nasceu, data do nascimento, estado civil, nome dos pais
.

R: Nasci em São Paulo, no dia 16 de julho de 1992, solteira e filha de Hermínia Gregorio e Antônio Carlos Vasconcelos.

Onde surgiu a ideia de se tornar uma anotadora?.... Teve apoio da família? 

R: Eu estava jogando baralho com o Marcos Tadeu, hoje ele é arbitro da federação e ele comentou que ia abrir um curso de arbitragem para atuar no society, mas ele comentou com um amigo que também estava jogando, mas quem se interessou fui eu kkkk como sempre gostei de esporte, fiquei bastante entusiasmada por trabalhar na área. Sim, minha família sempre me apoiou, principalmente minha Vó e minha mãe.

Onde foi seu primeiro curso e em que ano? Lembra-se de alguns companheiros que fez o curso com você?

R: Foi na AAGSP, curso de Society com o Mauro e o Martani em fevereiro de 2015, sim lembro, Marcos Tadeu, William, Leandro Almeida, Sueli...são alguns.

Explique o que é ser anotadora aos leigos, qual a sua real função.

R: Ficamos responsáveis pela sumula do jogo e no futsal também pelo tempo da partida, anotamos gols, cartões e no society e futsal as faltas são também registradas na sumula.

 Lembra da sua primeira escala e quem eram seus companheiros?

R: Sim, foi em Vargem Grande, campeonato VGP com Marcos Tadeu, William Souza e Leandro Almeida, o trio da leste kkkk

 Qual seu maior desafio na vida profissional e pessoal?

R: Creio que seja superar o machismo, infelizmente tem muito preconceito com a mulher no esporte em geral e na minha vida pessoal é parar de gastar tanto dinheiro com comida (besteiras) e livros.

Qual o jogo mais importante que trabalhou?  Fez finais... lembra quais?

R: Creio que todos os jogos são importantes, considero todos, fiz bastante finais, principalmente no meu primeiro ano, a que mais me marcou foi a de Vargem Grande, foi a minha primeira final e saímos de lá elogiados, a final no campeonato de futsal do São Paulo também foi especial, por ser no Morumbi.

No seu ponto de vista quais as maiores dificuldades na carreira de um árbitro?

R: Por não ter o apoio devido das entidades que são responsáveis, deveria ser mais regulamentada, ter acompanhamento médico e fisiológico , ter mais respaldo com todos e sem falar que o pensamento do brasileiro tem que mudar, muitos torcedores acabam crucificando, por muitas vezes pensando que esta sendo prejudicado de maneira proposital, os árbitros são profissionais, mas também humanos, comentem erros, e com certeza essa é a maior dificuldade, não se pode dar espaço para erros.

 O que a arbitragem trouxe de melhor a sua vida?

R: Trabalhar com o esporte, até tentei sair dele, mas ele sempre veio a minha procura kkkk Gosto de praticar esporte em geral e principalmente assistir, quando estou trabalhando tenho a oportunidade de assistir a bons jogos.

Em qual porcentagem a arbitragem ajuda na sua renda?

R: Por enquanto 100%, estou apenas na arbitragem.

 Pelo que você vê e conhece.... aconselharia um amigo a ser arbitro de futebol?  Quais as maiores dificuldades na carreira deles?

R: Sim, já fiz isso para alguns amigos, a principal dificuldade para eles seria trabalhar nos finais de semana, pelo menos para alguns amigos meus, até no entanto não consegui convencer ninguém até agora kkkkkk

 Nos conte um pouco sobre você fora do campo.

R: Sou formada em linguagem de programação, Java, banco de dados...mas o amor por esporte falou mais alto e agora estou cursando educação física, gosto muito de ler, assistir filmes, séries e jogar vídeo game.

Qual a sua tática para vencer quase todo cartola esse ano? rs

R: No começo do campeonato olhava a escalação de cada equipe, mas no segundo turno em diante comecei a dar mais atenção a estatística, média de cada jogador, aquele que finalizava mais, roubava mais bola...essas coisas kkkk

 Prato preferido.... Hobby.... Filme...

R: Não tenho prato preferido, como quase de tudo, mas tenho a bebida preferida, não posso ficar sem café kkkk, meu hobby é jogar futsal e assistir documentário e filme preferido é Intocáveis.

Uma mania ...

Coleciono dinheiro antigo e de outros países.

Um sonho de consumo...

Não tenho, mas pretendo viajar bastante.

Deixe aqui algo a ser registrado e que gostaria de postar.

Agradeço a Rita e a todos que trabalham na AAGSP pela confiança e oportunidade de trabalhar no ramo no qual me sinto muito bem, agradeço também aos amigos que fiz nesses quase dois anos que estou nessa área, são todos muitos especiais e cada vez mais fico muito feliz de continuar fazendo o que eu gosto. 

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

09390050

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
Mauá,SP   09390050
Work:11 3392-5440