bola murcha - 19/03/2018

bola murcha
 
Quem não anda em boa fase é Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, árbitro de qualidade, mas por uma ou outra razão não tem feito boas arbitragens. Na Copa do Brasil não marcou penalidade maxima a favor o Coritiba, e acabou comprometendo ainda mais seu trabalho ao marcar outra, a favor da mesma equipe, totalmente inexistente, com a bola claramente batendo na cabeça do zagueiro do Goiás.
 
Semana passada lamentavamos mais um rebaixamento do Mogi Mirim, e além disso nesta semana mais complicações: A energia elétrica foi cortada por falta de pagamento, os jogadores não tinham como usar a cozinha e ficaram sem refeição, e o treinamento do dia foi cancelado. Com o corte da energia não foram lavados os uniformes para treinar. E menos mal que dias depois( sexta feira) a conta foi paga..
 
Se alguem não pode reclamar da "venda de mandos" no Paulistão estes são Palmeiras e São Paulo. Já usaram destes expedientes contra Audax e Linense em anos anteriores e aí era bom né? Tambem não concordamos com venda de mandos, mas a BOLA MURCHA é dos dirigentes que deveriam prever tal situação em Regulamentos e não ficar choramingando depois.
 
Ja escrevemos aqui que o Santos teria muito mais problemas que soluções com a vinda do tal Gabigol. O entendemos muito bom jogador mas "sem cabeça nenhuma". Nesta semana mais uma expulsão infantil contra o Nacional do Uruguai e com a cara de pau de sair perguntando a todos "o que eu fiz" da mesma forma que na expulsão anterior. alguem precisa sentar esse moço no joelho e mostrar como um jogador deve se comportar. Pedir desculpas ao grupo após cada bobagem não ameniza suas atitudes e dá razão ao torcedor que o chamou, em coro, de burro... Cinco Cartões Amarelos e 2 Cartões Vermehos em apenas seis jogos mostram quem é o "menino".
 
Continuando a fase de "uma no cravo e outra na ferradura" o São Paulo não conseguiu vencer ao São Caetano na primeira partida da nova fase do Paulistão, foi derrotado pela contagem mínima, (falha do goleiro Jean) e o que é pior sua BOLA foi MURCHA jogando bem menos que o Azulão. Vitoria legitima da equipe de Pintado, somente ameaçada no terço final da partida quando recuou e chamou o tricolor para cima de sí. Defendeu-se nesse período, mas somente não foi surpreendido pela fragilidade dos atacantes adversários.E mais uma vez as vaias ecoaram apos o apito final. Vinicius Furlan esteve bem na arbitragem, não precisaria ter punido Rodrigo Caio com Cartão Amarelo em lance comum, e não puniu Bruno Recife que mereceu receber. Alberto Poletto Masseira errou feio marcando impedimento do São Caetano, em lance legal, e num momento com oportunidade para gol.
 
E não é que o Bragantino fez "prevalecer seu mando de campo", foi prejudicado pela arbitragem com gol irregular do Timão (Romero obstrui a ação do goleiro dentro de sua área de meta), e numa competição onde um gol tem peso decisivo e poderá deixa-lo fora da Semi Final, portanto erro gravissimo, mas mesmo assim saiu com vitoria contra o Timão e agora joga por empate na segunda partida. Primeiro tempo tecnicamente ruim, Bragantino bem postado em campo e Corinthians sem nenhuma inspiração.  Segunda etapa com os interioranos melhores na partida, pressionando a meta de Cassio, e podendo até abrir diferença maior. Mas 3x2 para "o mandante" fizeram justiça á equipe que melhor se houve na partida, e que deixou a bola murcha inteirinha para o Corinthians.
 
bola murcha para Botafogo 0x0 Santos em partida sem grandes atrativos, muitos erros de passes, va verdade com duas oportunidades de gol, uma cada um, e a do Santos precedida de impedimento não marcado por Rogerio Pablos Zanardo. Melhor o primeiro que o segundo tempo, mas de pouca diferença entre um e outro, Botafogo e Santos deixaram para o jogo de volta a decisão. De nossa parte esperavamos mais do Peixe, mas o que houve foi absoluta igualdadem com mais erros que ac ertos. Raphael Claus no apito conduziu bem a partida, deixou de marcar algumas faltas e aplicar alguns Cartões Amarelos, mas sem nenhum erro determinante para o resultado final.
 
 
"O MAL NÃO PODE VENCER O MAL. SÓ O BEM PODE FAZÊ-LO"
 

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua do Bosque, 1904

01136001

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua do Bosque, 1904
Mauá,SP   01136001
Work:11 3392-5440