bola murcha - 16/04/2018

bola murcha
 
Para quem não sabe, o polêmico lance de Palmeiras x Corinthians nao poderia ser decidido pelo árbitro de vídeo, ou seja, de acordo com o protocolo aprovado pela FIFA, lances interpretativos são decisão do árbitro e somente ERROS EVIDENTES (NUNCA EM LANCES DE INTERPRETAÇÃO)  devem ser analisados, a menos que o Árbitro solicite por estar em duvida. Esquisito mas é o que foi aprovado e o que será utilizado.
 
Vídeos com "lances" muito sugestivos de toda a confusão após marcação da penalidade máxima no Derby, mas que seguramente nada provarão. Dá para se montar a "historinha" deles, mas sem audio nada acontecerá. Porém um bom e experiente "roteirista" pouco erraria se inserisse as falas...
 
Palmeiras e Boca Juniors fizeram uma partida muito diferente de tempos outros e onde a grande rivalidade imperava, além de grandes jogos. E desta vez ambos mostraram futebol fraco, as vezes até apatico, muits faltas, muitos erros de passes, e quase nenhuma finalização á gol. O Boca até que estava na dele, mas o Verdão após o insucesso do Paulistão tinha necessidade de bom futebol e consequente bom resultado. Quando fez seu gol aos 44 minutos do tempo final um peso saiu das costas alviverdes, enfim a vitória chegou, mas este futebol caprichoso devolveu ao Boca, aos 46 minutos na mesma moeda. Depois da falha incrivel de seu zagueiro, "furando uma devolução de bola" e propiciando o gol, eis que dois minutos após recebe de volta o presente que havia entregue: Antonio Carlos "furando uma devolução de bola" propicia o gol de empate. Se consideramos a classificação do grupo até que o empate não foi ruim ao Verdão, manteve a liderança e praticamente quase classificado. Andres Cunha arbitrou, em nada interferiu, e se erros existiram foram propiciados por seus Assistentes.
 
E já na abertura do Brasileirão a falta se sensibilidade, ou inteligência, ou experiência, "ou sabemos lá o que" apareceu no Vitoria x Flamengo na marcação de penalidade máxima contra o Urubu. Até que foi uma situação dificil e rápida dificultando a visão de Wagner Reway e de seu "poste". Mas não perceber que o rosto do "infrator" sangrava bastante, para entender que a bolada foi no rosto, não pode ser comum para arbitros "de ponta".  E o segundo gol do Flamengo foi irregular, com William Arão impedido. Começamos mal...
 
E para encerrar, uma bola murcha para a Ponte Preta que na sua estréia na Série B conseguiu a façanha de perder, em casa, para o Paysandu pela contagem mínima.
 
"O QUE ESTÁ POR FORA NEM SEMPRE MOSTRA O QUE ESTÁ POR DENTRO"
                                                                                       

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua do Bosque, 1904

01136001

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua do Bosque, 1904
Mauá,SP   01136001
Work:11 3392-5440