bola murcha - 01/10/2018

bola murcha
 
bola murcha para Paulo Henrique Ganso que, conforme o jornal espanhol Marca foi eleito o "The Worst" (o pior) do mundo, brincando com o nome original do premio. quem diria...
 
 
bola murcha para Deyverson que se conseguiu mostrar que sabe jogar, depois de um inicio quase que ridiculo, mas que está isto sim transformando-se num ridículo simulador. Na partida contra o Sport mais uma circense que deveria ser punida no campo e nos tribunais. Que coisa feia, para não se repetir a expressão "ridículo"...
 
 
bola murcha para o Santos que não conseguiu vencer ao fraquissimo Vasco da Gama no Pacaembu em jogo da terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Ops, não é noticia velha não, o jogo do inicio da competição somente agora foi realizado. Jogo fraco, nada de emoção, nada de lances expressivos, bola prá lá, bola pra cá, primeiro tempo de alguma igualdade e segundo de "dar sono" mas com o Vasco da Gama correndo atras do empate e conseguindo seu objetivo. O 1xx1 ao final foi péssimo para os dois que não conseguiram sair do mesmo lugar em que estão na classificação. Wagner Reway, bastante prestigiado este ano, acabou por ter atuação normal e muito graças a inexistencia de polêmicas. Foi bem nos Cartões Amarelos e na expulsão do vascaino Andrey.
 
 
bola murcha para o Corinthians por não conseguiu vencer ao America Mineiro e mostrar que esta em franca evolução,apesar de atuar com desfalques importantes.  Jogo regular, primeira etapa de dominio corinthiano que não deixou seu adversario jogar, e somente não marcando gols pela boa atuação do goleiro americano que fez, pelo menos, três defesas dificeis. Segunda etapa "morna" com muita troca de bolas no meio campo, pouca agressividade, e nenhum trabalho para os goleiros. Marcelo de Lima Henrique ate que vinha bem na partida até o momento em que deixou de marcar penalidade maxima clarissima para o Corinthians. Antes dela uma reclamação da mesma infração, favoravel ao America, mas com decisão correta da arbitragem não marcando. Em resumo uma arbitragem regular mas com o "pecado maior" ao final na não marcação da penalidade acima destacada.
 
 
bola murcha para o São Paulo que não conseguiu se manter na ponta da tabela e ainda "despencou" para a terceira colocação quando empatou com o Botafogo, no Engenhão, por 2x2. Teve mais problemas na primeira etapa que na segunda, quando os locais se atiraram mais para o ataque e não permitiram contra ataques constantes do tricolor. Na segunda com o recuo do glorioso foi á frente o São Paulo, esteve melhor, e por pouco não vence a partida se não fosse duas defesas espetaculares, no mesmo lamce do goleiro Saulo. Rafael Traci (bem gordinho, aliás) teve alguns pequenos altos e baixos, gols normais, e visivelmente usando uma "cinta" que marcava ainda mais suas...gordurinhas.
 
 
bola murcha para Savio Pereira Sampaio e seu "poste numero 1" Eduardo Guimarães pela marcação, mais uma absurda, da "penalidade máxima" que determinou a vitoria do Internacional por 2x1 contra o Atlético Paranaense. Em outro ponto do campo, mas absolutamente fora da área penal, tão absurda como a marcada no jogo Palmeiras x Cruzeiro. No mesmo jogo o Internacional teve um gol de Camilo erroneamente anulado.
 
 
bola murcha, e como desgraça pouca é bobagem, para o Sr. Caio Max Vieira do RN, que com inveja de Dewson Freitas, Marcelo Lima Henrique, e Savio Pereira Sampaio, marcou na Vila Belmiro, aos 50 minutos do segundo tempo mais uma "penalidade maxima" tão ridícula como as demais,  a favor do Peixe e contra o Atlético Paranaense
 
 
"AS PESSOAS SÓ NOS ATINGEM QUANDO DAMOS PODER A ELAS"

Fale Conosco

Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
11 3392-5440
aagsp@aagsp.com.br
Obrigado por sua visita
Volte Sempre
  

Associação de Árbitros da Grande São Paulo

Rua do Bosque, 1904

01136001

11 3392-5440

photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
Work:
Rua do Bosque, 1904
Mauá,SP   01136001
Work:11 3392-5440