Regras em 1916 (Parte Final)

Para o jogo de foot-ball associação
Traduzidas do original inglês pelo Dr. Mario Cardim
Revistas pelo Snr. Charles Miller

TEXTO DAS REGRAS


17ª. Regra


O FREE-KICK

Por infração ás regras 5, 6, 8, 10 e 16 ou quando um jogador tiver sido expulso do campo por infração á regra 13, o juiz dará ao partido adversário um ponta-pé livre, do logar onde se deu a infracção.


O PENALTY KICK

No caso de uma infracção proposital á regra 9, fora da área da penalidade, ou dentro dessa área, por qualquer dos jogadores do partido que ataca, o juiz dará um ponta-pé livre ao partido adversário, do logar em que occorreu a infracção. Si, porém, a infracção intencional á regra 9 for commetida dentro da área de penalidade por qualquer jogador do partido que defende, o juiz dará aos adversários um ponta-pé de penalidade, que deverá ser tomado da respectiva marca, observando-se as seguintes regras: todos os jogadores, á excepção do goal-keeper adversário que não pode transpor a sua linha de goal, e o jogador que tiver de dar o ponta-pé, conservar-se-ão fora da área de penalidade. A bola deve ser jogada para deante e estará em jogo logo que for dado o ponta-pé. De um ponta-pé de penalidade, póde ser feito um goal. O jogador que o der, portem, não pode mais tocar na bola antes que ella tenha sido jogada por outro. Si for necessário, o tempo do jogo poderá ser prolongado para que se dê um ponta-pé de penalidade. Caso o jogador que o der não jogue a bola para frente ou a toque antes de outro o ter feito, o juiz dará ao partido adversário um ponta-pé livre. O juiz póde deixar de cumprir esta regra caso julgue que, fazendo-a cumprir dará vantagem mão partido que incorreu na penalidade.
Si, em conseqüência de um ponta-pé de penalidade, a bola passar entre os postes do goal, sob a barra transversal, o goal, assim feito não pode ser annulado sob pretexto de qualquer infração commetida pelo partido atacado.

                                           COMMENTARIOS PARA A REGRA 17ª.

O ponta-pé livre póde ser dado em qualquer direção, estando a bola no chão. O juiz não precisa conceder o ponta-pé livre, se for mais vantajoso para a parte offendida continuar o jogo sem interrupção.
Ponta-pés de penalidade devem ser concedidos somente por infracção proposital á regra 9, commetida por um jogador do partido defensor dentro de sua própria área de penalidade. A regra 9 se refere aos seguintes casos:
a) Dar rasteira ao adversário
b) Dar ponta-pé no adversário
c) Pular sobre um adversário
d) Tocar a bola com as mãos
e) Segurar o adversário com as mãos
f) Empurrar
g) Dar charge de um modo violento
h) Dar charge ao adversário pelas costas, e
i) Ferir ou machucar um adversário.

      Também pode ser com cedido um ponta-pé de penalidade no caso de trocar-se o goal-keeper sem prévio aviso ao juiz.
      O ponta-pé de penalidade será concedido independente da posição em que a bola se achar no momento de se commetter a falta. O goal-keeper na defesa do ponta-pé de penalidade, não póde transpor a linha de goal.
      O ponta-pé de penalidade deve ser dado para a frente. O juiz não precisa concedel-o, se com isso beneficiar os infractores ou se for mais conveniente aos offendidos que o jogo continue sem interrupção.


São Paulo, Março de 1916

Obs. Os textos foram reproduzidos do “GUIA BRASILEIRA DE FOOTBALL ASSOCIAÇÃO” editado em Março de 1916 e a ortografia é a original da época.


Gustavo Caetano Rogério

  • Regras futebol 1916
  • Leia mais
    1. Regras em 1916 (Penúltima parte)
    2. Regras em 1916 (Décima Parte)
    3. Regras em 1916 (Nona Parte)
    4. Regras em 1916 (Oitava Parte)
    5. Regras em 1916 (Sétima Parte)
    6. Regras em 1916 (Sexta Parte)
    7. Regras em 1916 (Quinta Parte)
    8. Regras em 1916 (Quarta Parte)
    9. Regras em 1916 (Terceira Parte)
    10. Regra em 1916 (Segunda Parte)
    11. Regra em 1916 (Primeira Parte)

    Fale Conosco

    Segunda a Sexta - 09:00 as 18:00
    Sáb. e Dom. - 07:30 as 13:30
    11 3392-5440
    aagsp@aagsp.com.br
    Obrigado por sua visita
    Volte Sempre
      

    Associação de Árbitros da Grande São Paulo

    Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro

    9390050

    11 3392-5440

    photo AAGSP - Associação de Árbitros da Grande SP
    Work:
    Rua Luís Mariani, 46, Sala 8 Centro
    Mauá,SP   9390050
    Work:11 3392-5440